Palocci vai depor nesta quinta contra Lula na Zelotes

A Justiça Federal de Brasília marcou para esta quinta-feira (6) o depoimento do ex-ministro da Fazenda Antonio Palocci, como testemunha de acusação, no processo da Operação Zelotes em que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva é réu por corrupção passiva. Também está previsto o depoimento do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, como testemunha de defesa.

Palocci foi apontado como testemunha pelo juiz Vallisney de Oliveira. Já FHC foi arrolado como testemunha pela defesa do lobista Mauro Marcondes, que também é réu no mesmo processo.

O Ministério Público Federal em Brasília denunciou o ex-presidente Lula, o ex-ministro Gilberto de Carvalho e mais cinco pessoas pela suposta “venda” de uma medida provisória, a MP 471, em 2009. De acordo com o MPF, a MP prorrogou incentivos fiscais a montadoras instaladas nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste.

Na denúncia, os procuradores da República Frederico Paiva e Hebert Mesquita argumentam que houve o pagamento indevido a agentes e políticos.

Segundo a denúncia, a Marcondes e Mautoni Empreendimentos, empresa do lobista Mauro Marcondes Machado, que seria representante da Caoa (Hyundai) e MMC Automotores, teria ofertado R$ 6 milhões a Lula e a Carvalho. Segundo o MPF o dinheiro teria financiado campanhas eleitorais do PT. A defesa do ex-presidente Lula nega.

Depoimentos

Este é o primeiro depoimento que Palocci prestará após sua passagem para prisão semiaberta domiciliar. E, por essa razão, o ex-ministro falará por meio de videoconferência na sede da Polícia Federal em São Paulo, às 9h30.

Também devem depor nesta quinta João Bastista Gruginski, apontado como operador, durante as investigações da Operação Zelotes, além de testemunhas de defesa Aloisio Masson, César Augusto Rabello Borges e Miguel João Jorge Filho.

A defesa também chamou o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, mas não há informações sobre seu comparecimento.
Atendendo a um pedido da defesa de Lula, a Justiça aceitou que o ex-presidente foi dispensado de ter de comparecer pessoalmente à audiência.

Na sexta-feira (7), estão previstos os depoimentos das seguintes testemunha de defesa: Luiz Antonio Rodrigues Elias, Ivo da Motta Azevedo Corrêa, Nelson Machado, Marcos Augustos Hernandes Vilarinho e Eduardo Garcia Ruiz. Todos serão ouvidos em São Paulo.
Nesse mesmo processo, devem ser ouvidos em março os depoimentos da ex-presidente Dilma Rousseff e do ex-ministro Jacques Wagner.

Operação Zelotes

A Zelotes foi deflagrada pela PF em março de 2015 para investigar o pagamento de propinas para Conselheiros do Carf (Conselho Administrativo de Recursos Fiscais), órgão ligado ao Ministério da Fazenda, para que multas aplicadas a empresas fossem reduzidas ou anuladas.

Cabe ao Carf o julgamento de recursos de empresas multadas pela Receita Federal. O esquema consistiu em corrupção e lavagem de dinheiro envolvendo conselheiros e ex-conselheiros.

Fonte: R7

Related posts