Lei de incentivo à cultura vai financiar mais de 20 projetos no interior do Acre

A lista dos projetos que serão financiados na edição de 2019 da Lei Municipal de Incentivo à Cultura, em Cruzeiro do Sul, interior do Acre, foi divulgada nesta quinta-feira (21).

Na relação constam 27 atividades culturais de iniciativa popular que serão executados por artistas e fazedores de cultura da segunda maior cidade do Acre.

Esta é quarta edição da lei municipal de incentivo à cultura lançado em Cruzeiro do Sul. Na abertura do edital, no dia 24 de janeiro, a Secretaria de Cultura promoveu um evento com vários artistas regionais e anunciou que R$ 120 mil serão investidos em projetos culturais este ano.

Segundo o secretário Aldemir Maciel, o resultado ainda é preliminar, pois os autores dos projetos que não foram aprovados ainda têm um prazo de cinco dias para apresentar recursos que serão avaliados pela comissão que fez a escolha.

“Algum proponente que não teve o projeto aprovado e quiser recorrer, ele tem até o dia 26 deste mês para pedir uma nova avaliação de seu projeto, uma revisão de nota ou até mesmo para saber quais os motivos que seu projeto não foi aprovado”, informa Maciel.

Os projetos classificados contemplam nove segmentos culturais. Por meio da lei de incentivo, serão financiadas atividades em artes integradas, artes visuais e audiovisual, artesanato, dança, música, literatura, patrimônio histórico e cultura popular, ponto de cultua e teatro.

O município disponibiliza valores de R$ 3 mil ou R$ 5 mil para casa atividade, dependendo da classificação. O secretário de Cultura destaca entre as atividades que foram aprovadas algumas que marcarão o resgates da cultura popular de Cruzeiro do Sul.

“Fiquei feliz da vida quando vi que foi aprovado o Festival da Canção Cruzeirense que fez parte da história cultural da cidade. Outro, que é superinteressante é do centro de recuperação da casa reviver, um projeto também da área da música e outros, como um projeto de uma reserva extrativista que é Arte no Liberdade II”, destaca.

No ano passado, o município aplicou R$ 100 mil em 21 projetos financiados pela lei de incentivo. Desses, 15 ainda estão em andamento. Os projetos aprovados este ano terão um prazo de um ano para serem executado, a contar da data que o autor receber os valores que serão disponibilizados por meio do edital.

Fonte: G1

Notícias Relacionadas