Pai é suspeito de espancar bebê de três meses até a morte em Minas

Um bebê de três meses morreu, nesta quarta-feira (27), em Andradas (a 484 km de Belo Horizonte), no Sul de Minas Geraiscom suspeita de espancamento.De acordo com a Polícia Civil, o pai da criança é o principal suspeito do crime. O laudo da perícia apontou que o bebê teve várias fraturas no corpo e na cabeça.

A mãe da vítima, conforme informações da polícia, disse que, durante a madrugada, estranhou o fato do filho não acordar chorando para ser amamentado, como de costume. Neste momento, ela teria constatado que a criança não estava respirando.

O Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) foi acionado imediatamente, segundo informações do boletim de ocorrência. Ela teria sido orientada a fazer massagem cardíaca no filho e, logo depois, a ambulância chegou para levá-lo ao hospital.

A corporação informou que o médico responsável pelo atendimento no hospital disse que o bebê já chegou morto. No entanto, foi apenas o agente funerário que que notou marcas de espancamento no corpo da criança e chamou a Polícia Militar.

Depoimento

Em depoimento à Polícia Civil, a mãe do bebê disse que a criança foi agredida pelo companheiro. Segundo ela, no dia da morte, ele teria agredido o filho por cerca de três horas. De acordo com a delegada responsável por ouvir os depoimentos, a mulher se mostrou bastante fria e o pai ficou calado durante todo o interrogatório, levantando mais suspeitas sobre o casal.

 

Fonte: R7

Notícias Relacionadas