Polícia prende nove pessoas com drogas sintéticas que seriam vendidas em raves no Ceará

Uma operação da Divisão de Combate ao Tráfico de Drogas (DCTD) da Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) prendeu, entre os dias 4 e 8 de abril, nove pessoas suspeitas de participar do tráfico de drogas em Fortaleza e na cidade de Caucaia, na Região Metropolitana. O resultado da operação foi apresentado nesta terça-feira (9), em coletiva de imprensa, na sede da DCTD, em Fortaleza.

De acordo com a polícia, os nove suspeitos não possuem antecedentes criminais e, na operação, foram apreendidos 5,3 quilos de maconha, 168 comprimidos de metilenodioximetanfetamina (MDMA) e ecstasy, 33 selos de LSD, 20 cápsulas de cogumelos alucinógenos, dois gramas de haxixe, um porção de cristais de MDMA, um automóvel e uma motocicleta. As investigações acerca do envolvimento de pessoas suspeitas com o tráfico de entorpecentes e de drogas sintéticas continuam em andamento.

As drogas sintéticas foram apreendidas com quatro suspeitos, sendo dois deles em uma festa rave, ocorrida entre o sábado (6) e o domingo (7), na Praia da Tabuba, no município de Caucaia. O primeiro conduzido um homem de 21 anos, foi flagrado na festa com uma porção de maconha pronta para a venda, além de um pouco de haxixe. Agentes foram até a casa dele, no Bairro Conjunto José Walter e os policiais civis apreenderam mais maconha, ecstasy e haxixe, além de uma balança de precisão.

Já outro suspeito de 19 anos, natural de Sobral, na Região Norte, e residente em Bela Cruz, foi apanhado comercializando LSD na festa. A droga sintética foi encontrada na carteira dele. No total, foram apreendidos 18 comprimidos de ecstasy, 20 gramas de maconha, dois gramas de haxixe, dois fragmentos de papel com LSD, uma semente de maconha e uma balança de precisão.

Prisão no Bairro Papicu

Outros dois homens foram presos com comprimidos de MDMA, em Fortaleza, no Bairro Papicu, em duas ações distintas, na tarde de segunda-feira (8). As prisões aconteceram em decorrência da ação policial na festa rave do fim de semana. Um homem de 23 anos foi preso em flagrante com um pacote com 144 comprimidos de ecstasy. Na casa dele, foram encontrados 464 gramas de maconha e uma balança de precisão.

Em outro imóvel, também no Papicu, os agentes da DCTD apreenderam uma encomenda com seis comprimidos de ecstasy e uma porção de cristais de MDMA. A droga seria entregue a um outro suspeito de 22 anos .

Ainda na residência do suspeito, foram apreendidos 33 selos de LSD, duas balanças de precisão, um vidro com uma pequena quantidade de maconha, 20 cápsulas de cogumelos alucinógenos e um vidro com uma substância líquida, que o suspeito afirmou ser anabolizante.

Cinco presos

Já na última quinta-feira (4), no Bairro Coaçu, cinco pessoas foram presas em flagrante com cerca de cinco quilos de maconha. O entorpecente foi apreendido durante uma troca que haveria entre uma mulher de 41 anos, conhecido por “Tonha”, e outras três pessoas, no estacionamento de uma loja. Uma quinta pessoa foi presa após ser apontada como “olheiro” do tráfico, responsável por avisar aos demais suspeitos acerca da presença de policiais no local. Uma motocicleta foi apreendida com ele.

Os policiais da DCTD estavam em investigações acerca de negociações de entorpecentes na região quando conseguiram chegar até uma suspeita, que estava de bicicleta com uma sacola contento maconha. Conforme as investigações, ela iria ao encontro de uma outra mulher que estava em um veículo no estacionamento de uma loja. A transação criminosa foi evitada pelos policiais civis, que resultou nas prisões que estavam dentro do veículo.

Dentro do carro, também foram encontrados dois tabletes de maconha. Em ato contínuo, os policiais se dirigiam a um imóvel, no Bairro Quintino Cunha, onde mais um tablete de maconha – embalado da mesma forma que o material apreendido no carro – e uma balança de precisão foram encontrados.

Outros dois homens foram presos com comprimidos de MDMA, em Fortaleza. — Foto: Polícia Civil do Ceará

Outros dois homens foram presos com comprimidos de MDMA, em Fortaleza. — Foto: Polícia Civil do Ceará

Investigações

A DCTD segue investigando a participação dos suspeitos com a comercialização de drogas e trabalha para identificar outras pessoas envolvidas na atividade ilícita. Os noves suspeitos foram presos em flagrantes e autuados no artigo 33 da Lei de Drogas, pelo tráfico de entorpecentes.

Denúncias

A população pode colaborar com os trabalhos investigativos repassando informações que tenha conhecimento sobre o tráfico de drogas no Estado. As denúncias podem ser feitas para o número 181, o Disque-Denúncia da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), para o (85) 3472-1550, da DCTD, ou ainda para o número (85) 98895-5749, que é o WhatsApp da Divisão, por onde podem ser feitas denúncias via mensagem. O sigilo e o anonimato são garantidos.

Fonte: G1-CE

Notícias Relacionadas