Inter leva empate do River nos acréscimos em Buenos Aires pela Libertadores

O excelente desempenho do Internacional nesta fase de grupos da Copa Libertadores foi fechado de um empate amargo. A equipe vencia o atual campeão River Plate por 2 a 1 até os acréscimos do segundo tempo, quando levou o empate por 2 a 2, nesta terça-feira.

Rafael Sóbis foi o destaque da partida ao marcar os dois gols da partida. Julián Álvarez fez o primeiro dos donos da casa, enquanto que Lucas Pratto definiu a igualdade aos 47min da etapa final.

Com o resultado, a equipe colorada encerra o grupo A com 14 pontos, quatro a mais do que o River – ambos os times estão classificados para as oitavas de final. O Palestino, com quatro unidades, irá jogar a Copa Sul-Americana. O Alianza Lima, com um ponto, foi o lanterna.

A campanha dos comandados de Odair Hellamann é, no mínimo, a quarta melhor da fase de grupos. O gol no fim fez o time perder a chance de ficar à frente do Cruzeiro (15) pontos) e ainda pode ser superado por Palmeiras e Libertad, que têm 12 cada e ainda jogarão mais uma vez.

Agora, o Internacional voltará a campo no domingo, quando receberá o Cruzeiro no Beira-Rio, às 16h, pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro.

O jogo – O Inter foi a campo sem D´Alessandro, Edenílson e Patrick, que estão pendurados com dois cartões e ficaram no banco de reservas. Já Marcelo Gallardo poupou a dupla de zaga e não teve o atacante Borré, que está suspenso.

O começo de partida por parte dos dois times foi muito estudado. Os colorados ficaram postados na defesa e apostaram nas jogadas de contra-ataque. Por sua vez, os donos da casa tomaram a iniciativa, porém sem profundidade.

Aos 23, Ferreira cobrou a barreira e tentou colocar no ângulo, mas a bola saiu. Aos 27, Lindoso fez lançamento precioso para Nico López, que arrancou em velocidade e chutou. Armani fez grande defesa. A resposta do River veio no minuto seguinte, Pratto recebeu na área e chutou. Lomba brilhou. No rebote, Álvarez cabeceou, mas Moledo tirou em cima da linha.

Em um vacilo da defesa vermelha, os mandantes abriram o placar. Aos 34, Palacios deu um lençol em Dourado e lançou Álvarez. O atacante encobriu o goleiro Marcelo Lomba. Na origem do lance a arbitragem deixou de marcar impedimento.

Aos 39, Angileri arrancou em velocidade e tocou para Pratto, que deixou a bola chegar a De La Cruz. O camisa 11 chutou, mas Lomba segurou. Aos 42, Angileri tocou para Álvarez que encontrou Pratto. O centroavante tentou encobrir o arqueiro, mas mandou para fora.

Se aproveitando de um lance de esperteza, aos 44, em falta cobrada por Iago, Lindoso encontrou Rafael Sobis que chutou do meio da rua e deixou tudo igual.

No retorno do segundo tempo, o River imprimiu mais intensidade para tentar pular na frente do marcador. Enquanto o Inter manteve a proposta de especular jogadas de velocidade com Parede e Nico López. Aos 6, Iago avançou pela esquerda e cruzou para Nico, que chutou. A bola desviou e saiu.

Aos 9, Moledo errou e a bola sobrou para De La Cruz, que acionou Pratto. O centroavante limpou e buscou o ângulo esquerdo de Lomba, mas saiu. Aos 11, Nico cobrou falta na área, Moledo foi derrubado por Lollo na área e o árbitro apitou penalidade em favor dos colorados. Aos 13, Rafael Sobis chutou no canto direito de Armani, que voou, mas não defendeu.

Bem melhor no jogo, os visitantes assustaram a meta de Armani. Aos 20, Rafael Sobis ajeitou e Nonato chegou batendo. A bola desviou e quase entrou. As mudanças feitas pelo comandante do River não surtiram efeito. Aos 27, Nonato tocou para Nico, que cruzou para Lindoso e o volante chutou errado. A bola ainda ficou com Nico que, sem ângulo, soltou a bomba para a defesa de Armani. Aos 28, De La Cruz recebeu na entrada da área, chutou e viu a bola tirar tinta da trave.

Ovacionado pela torcida, aos 40, D´Alessandro entrou para a saída de Nico López. Nos acréscimos, Pottker arrancou em velocidade, invadiu a área e chutou, mas a bola saiu. Aos 47, depois de um cruzamento na área, Lomba falhou feio e soltou no pé de Pratto, que não desperdiçou.

FICHA TÉCNICA

RIVER PLATE 2 x 2 INTERNACIONAL

Local: Estádio Monumental de Núñez, na Argentina-ARG

Data: 7 de maio (terça-feira)

Horário: 21h30 (de Brasília)

Árbitro: Piero Maza-CHI

Assistentes: Alejandro Molina-CHI e Edson Cisternas-CHI

Cartões amarelos: Lollo e Lucas Pratto (River Plate); Rodrigo Moledo e Victor Cuesta (Inter)

Gols: Álvarez (River Plate), aos 34 minutos, Rafael Sobis (Internacional), aos 44 minutos do primeiro tempo, Rafael Sobis (Internacional), aos 13 minutos, e Lucas Pratto (River Plate), aos 47 minutos do segundo tempo.

RIVER PLATE: Armani; Mayada, Rojas, Lollo e Fabrizio Angileri; Zuculini (Enzo Pérez), Palacios (Carrascal), Ferreira (Fernández) e Nicolás De La Cruz; Álvarez e Lucas Pratto. Técnico: Marcelo Gallardo

INTERNACIONAL: Marcelo Lomba; Zeca, Rodrigo Moledo, Victor Cuesta e Iago, Rodrigo Dourado, Lindoso, Nonato (Patrick) e Guilherme Parede, Nico López (D´Alessandro) e Rafael Sobis (Pottker). Técnico: Odair Hellmann

Fonte: msn

Notícias Relacionadas