Galaxy Fold: Samsung promete corrigir falhas no celular dobrável

Samsung está prestes a confirmar uma nova data de lançamento para o Galaxy Fold, primeiro smartphone dobrável da marca. O produto teve a chegada ao mercado adiada em virtude de uma série de problemas. O principal executivo da área de smartphones, DJ Koh, brincou ao afirmar que o Fold não sofrerá um atraso tão grande. Além disso, o Korea Herald apurou que os engenheiros da companhia encontraram soluções para a entrada de partículas no telefone e para queixas de que o novo Galaxy seria muito frágil.

NOVA LINHA SAMSUNG: compare os lançamentos Galaxy M10, M20 e M30 no especial do Shoptime

Conheça o Galaxy Fold, smartphone dobrável da Samsung

O Galaxy Fold tinha data original de lançamento marcada para o dia 26 de abril. Entretanto, a Samsung resolveu suspender a chegada do celular ao consumidor na esteira de uma série de problemas com as primeiras unidades do Galaxy Fold concedidas para testes e reviews da imprensa.

Em alguns casos a tela dobrável do telefone desenvolveu defeitos com apenas um dia de uso. Em outros, usuários confundiram uma camada da tela com um protetor comum e, ao removê-la, acabaram provocando problemas no display. No calor da confusão, o site especializado em desmontagem de equipamentos iFixit o classificou como “extremamente frágil”.

De acordo com o diário sul-coreano, a Samsung revisou o design para impedir o problema da entrada de partículas no interior do telefone. Outra mudança fica por conta da camada que envolve a tela, que passará a ocupar melhor as bordas do display para dificultar qualquer tentativa de remoção por parte dos desavisados.

Galaxy Fold de jornalista apresentou defeito em tela — Foto: Reprodução / Steve Kovach / CNBC

Galaxy Fold de jornalista apresentou defeito em tela — Foto: Reprodução / Steve Kovach / CNBC

Segundo posição de um porta-voz da Samsung apurada pelo site Engadget, a confirmação da nova data de lançamento para o Galaxy Fold deve ser conhecida em algumas semanas.

A nova data se faz necessária diante da posição da Samsung de cancelar as encomendas de consumidores que não manifestaram o desejo de receber o produto mesmo depois da polêmica.

Fonte: TechTudo

Notícias Relacionadas