Homem morre após tijolada e guarda prende suspeito da agressão em Limeira

A Guarda Civil Municipal (GCM) de Limeira (SP) prendeu nesta quarta-feira (5) o suspeito de atingir com um bloco de concreto a cabeça de um morador em situação de rua que morreu na terça após ficar internado. Segundo a guarda, o preso admitiu o crime e afirmou que tinha brigado com a vítima por conta de bebida alcoólica.

A vítima, Alexandre de Souza, de 42 anos, sofreu a agressão em 12 de maio enquanto dormia em uma marquise próximo de um supermercado no Centro. Ele foi socorrido para a Santa Casa de Limeira, onde ficou internado na Unidade de Tratamento Intensiva (UTI) até a noite de terça, quando morreu.

Durante a tarde desta quarta, equipe do pelotão ciclístico da guarda recebeu a informação de que o autor seria outro homem em situação de rua. Com o nome do suspeito, os guardas conseguiram encontrá-lo na praça Largo da Boa Morte, no Centro.

Segundo a guarda, o homem de 30 anos apresentava sinais de embriaguez e confessou o crime ao dizer que já havia uma uma desavença com a vítima. O suspeito foi levado ao 1º Distrito Policial (DP). Uma testemunha também prestará depoimento.

Fonte: G1 Piracicaba

 

Notícias Relacionadas