Morre Dr. John, lendário pianista de Nova Orleans

Dr. John, que fez vibrar os palcos americanos e os festivais de jazz internacionais com o ritmo vodu de Nova Orleans, morreu aos 77 anos, informou sua família nesta quinta-feira.

O lendário pianista de blues sofreu um ataque do coração, segundo uma publicação em sua conta no Twitter.

Malcolm John McRebennack revelou seu talento em muitos gêneros musicais, do blues ao pop, do jazz ao boogie woogie e o rock and roll.

O pianista de voz rouca abriu a música da cidade mais emblemática da Louisiana ao rock psicodélico nos anos 60 e ao funk, nos anos 70.

Com seu funk-rock vodu, Dr. John se colocou entre os músicos mais importantes de Nova Orleans, seguindo os passos de outros mestres do piano, como Fats Domino.

Ganhador de seis prêmios Grammy, o músico que misturou o inglês ao patuá cativou o público nos maiores festivais internacionais de jazz.

“Seu modo funky de combinar estilos musicais e sua personalidade imaginativa ajudou a diversificar o som de Nova Orleans”, disse Neil Portnow, presidente da Academia de Gravação, encarregada dos Grammy.

“Malcolm John Rebennack Jr., conhecido como Dr. John, era cantor, compositor e pianista radiante cuja carreira o tornou um ícone de Nova Orleans e um integrante do Salão da Fama do Rock and Roll”.

Sua vida também foi marcada pela dependência à heroína e passou dois anos na prisão por posse de drogas.

Fonte: msn

Notícias Relacionadas