Na base da eficiência, Palmeiras vence Internacional e abre vantagem na Copa do Brasil

De volta aos jogos oficiais, após o término da Copa América, Palmeiras e Internacional se enfrentaram no Allianz Parque, em jogo válido pelas quartas de final da Copa do Brasil, e, após jogo de poucas oportunidades, prevaleceu a eficácia paulista. Com gol de Zé Rafael, o Verdão bateu o Colorado por 1 a 0.

Com a vitória, os comandados de Luiz Felipe Scolari garantem a vantagem do empate para o jogo de volta, que acontece na próxima quarta-feira, no Beira-Rio, em Porto Alegre.

Eficiência alviverde

O jogo começou equilibrado no Allianz Parque. Muita disputa pela pelota no setor de meio campo e poucas oportunidades de gol. A falta de espaço foi a marca dos primeiros minutos de partida.

O Palmeiras, porém, foi eficiente e letal. Logo na primeira oportunidade clara de gol, aos 21, Bruno Henrique cruzou na medida da direita, Zé Rafael se antecipou à marcação gaúcha e fez de cabeça: 1 a 0.

A resposta colorada foi imediata. Já na saída de bola, o uruguaio Nico López recebeu na intermediária e chutou forte de perna esquerda, obrigando Weverton a fazer grande defesa.

A intensidade inicial deu lugar a um jogo truncado da metade para o fim da primeira etapa. As duas equipes buscavam jogar, mas esbarravam no excesso de marcação. De diferente, apenas as finalizações de Zé Rafael e Dudu, que arriscaram de fora, mas não tiveram sucesso.

Palmeiras administra e vence

Na volta do intervalo, o panorama do duelo não sofreu grandes alterações. O Inter, com a obrigação de buscar o resultado, tentou aumentar seu ritmo no campo de ataque, e ofereceu o contra-ataque para os palmeirenses.

Dudu era quem mais tentava aproveitar os espaços oferecidos pelo Internacional. O camisa 7 tentou, por duas vezes, mas não acertou a meta defendida por Marcelo Lomba.

Do lado colorado, a responsabilidade de comandar as tramas ofensivas pertencia ao Nico López. O gringo chamou a responsabilidade e buscou as finalizações. Porém, o pé do uruguaio não estava na calibragem de outrora.

Nos minutos finais, o jogo voltou a ficar truncado no Allianz Parque. Enquanto o Inter seguiu sem encontrar espaços para levar perigo ao Palestra, os palmeirenses permaneceram pecando nos contragolpes. E foi só. Fim de jogo e vantagem alviverde.

Fonte: msn

Notícias Relacionadas