Polícia prende suspeito de matar jogador de futsal do Corinthians

Suspeito estava em prisão domiciliar e não tinha permissão para estar na rua no momento do crime. Atleta foi baleado na cabeça O post Polícia prende suspeito de matar jogador de futsal do Corinthians apareceu primeiro em JBr..

O suspeito de matar o jogador de futsal do Corinthians Douglas Nunes, de 27 anos, foi preso na tarde de domingo (11). Ricardo Rodrigues, de 25 anos, confessou o crime ao delegado.

Por volta de 5h, Douglas Nunes foi baleado na saída de uma casa noturna, no Rio Grande do Sul. Ele estava no bar com outros jogadores, quando se envolveu em uma discussão por causa da conta a ser paga. O suspeito saiu do local, pegou o carro, estacionou em frente à portaria e esperou Douglas sair para baleá-lo.

O disparo atingiu a cabeça do pivô do Corinthians. O Corpo de Bombeiros chegou a atendê-lo, mas ele não resistiu aos ferimentos. Horas antes, Douglas havia disputado a semifinal da Taça Brasil de Futsal contra o Atletico.

O suspeito detalhou o crime ao delegado José Roberto Lukaszewigz. “Segundo ele, a discussão foi em razão da conta. O grupo tomou espumante no camarote e, na hora de pagar, deu briga”, conta o delegado.

Douglas Nunes

O pivô Douglas Nunes foi formado nas divisões de base do próprio Corinthians. No futsal adulto, ele atuou também por Orlândia e Kairat Almaty, do Cazaquistão, antes de retornar ao Parque São Jorge em 2017. Douglas é irmão do também pivô Betão, campeão mundial com a seleção brasileira em 2008.

O Corinthians lamentou a morte do jogador e desejou força aos familiares e amigos.

Por conta da morte do jogador, a CBFS adiou a final da competição entre Atlântico e Carlos Barbosa. O jogo, que estava previsto para acontecer às 13h45 deste domingo, foi transferido para a próxima terça-feira (13), às 19h, no ginásio do CER Atlântico, em Erechim-RS.

O post Polícia prende suspeito de matar jogador de futsal do Corinthiansapareceu primeiro em JBr..

Fonte: R7

Notícias Relacionadas