R$ 1,7 bi na economia, 457 mil turistas, 374 t de lixo… Veja números do Rock in Rio 2019

Ocupação hoteleira chegou a 92% na segunda semana do festival nos bairros de Flamengo e Botafogo. Com ruas no entorno fechadas, foram 853 multas.

Os 700 mil espectadores que foram ao Rock in Rio alavancaram a economia do Estado, segundo a Secretaria de Turismo, movimentando R$ 1,7 bilhão e gerando 25 mil empregos.

E também deixaram para trás números superlativos. Em 2017, foram também 700 mil pessoas no Rock in Rio — mas o valor que girou na cidade foi menor: R$ 1,4 bilhão.

O número de espectadores das duas edições equivale a 25% do público do réveillon de Copacabana, que foi de 2,8 milhões de pessoas na virada de 2018 para 2019.

Mais números do festival:

  • Sete dias de festival
  • Cidade do Rock: 385 mil metros quadrados
  • Horas de música: 300
  • Pizzas vendidas: 50 mil
  • Coxinhas vendidas: 73 mil
  • Litros de refrigerante: 121.265

Turistas e ocupação hoteleira

  • 457 mil turistas recebidos
  • Maioria deles de São Paulo, Minas Gerais e Bahia
  • Média de 78% da ocupação hoteleira
  • Bairros de Botafogo e Flamengo com ocupação de 92%

Metrô

  • 389 mil pessoas além da média

BRT

  • 300 mil passageiros
  • Tempo médio de percurso (Jardim Oceânico – Parque Olímpico): 20 minutos
Passageiros esperam por ônibus do BRT em direção ao Rock in Rio — Foto: Henrique Coelho/G1

Rodoviária

  • 210 mil passageiros

Lixo

  • 374 toneladas recolhidos da Cidade do Rock
  • Delas, 245,7 de lixo reciclável
Acúmulo de lixo podia ser visto em vários pontos da Cidade do Rock  — Foto: Nicolás Satriano/G1

Apreensões

No combate às irregularidades, 6.000 itens foram apreendidos por agentes de controle urbano. Entre eles, cigarros, óculos e garrafas de vidro.

Multas e reboques

Com as ruas do entorno fechadas, foram registradas 853 multas de trânsito e 442 reboques.

Fonte: G1

Notícias Relacionadas