Mais de 10 toneladas de óleo são retiradas da Praia do Cumbuco, no Ceará, afirma Prefeitura de Caucaia

Resíduo foi recolhido ao longo de 5km do litoral de Caucaia, onde as manchas voltaram a surgir na quinta-feira (5). Mais 10 km da orla serão percorridos em ação de limpeza.

Mais de 10 toneladas de óleo já foram retiradas de uma extensão de 5 km da Praia do Cumbuco, em Caucaia, Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), de acordo com a prefeitura do município. As manchas que atingem as praias do Nordeste desde agosto voltaram a aparecer no litoral do município na terça-feira (5).

De acordo com Assis Medeiros, titular da Secretaria de Patrimônio, Serviços Públicos e Transporte de Caucaia (SPSPTrans), apurações iniciais indicam que pelo menos 15 km da orla na cidade estão poluídos pelo óleo. Na noite de quarta-feira (6), a Prefeitura de Caucaia decretou situação de emergência.

Nesta quinta-feira (7), Assis e outros membros do Comitê de Limpeza da Orla de Caucaia, composto por órgãos municipais, Marinha do Brasil e Secretaria Estadual do Meio Ambiente (Sema), devem percorrer toda a orla do município “para mapear a situação”. O comitê também se reunirá para avaliar o panorama com o trade turístico.

“Há suspeita de que (as manchas de óleo) tenham chegado à Barra do Cauípe, mas nos últimos dois dias focamos no Cumbuco. Hoje, vamos verificar o restante”, declara.

300 pessoas estão envolvidas, aproximadamente, na operação de limpeza em Caucaia, diz a Prefeitura. São mais de 100 agentes da Marinha, além de Sema e Pastas do município.

O titular da SPSPTrans afirma que as 10 toneladas removidas foram depositadas em caminhões da Marinha do Brasil, instituição responsável por dar a destinação correta à substância, que é tóxica. A Prefeitura de Caucaia não soube informar para onde o óleo está sendo levado.

Danos ambientais

O boletim mais recente do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), divulgado terça-feira (5), registra que 22 localidades no Ceará já foram afetadas pelo material, desde o início de setembro.

No mesmo período, 44 tartarugas foram encontradas mortas nas praias cearenses; 11 delas tinham vestígios de óleo. A mais recente foi localizada na terça-feira (5), na Praia do Cumbuco.

Tartaruga morta com manchas de óleo foi encontrada na Praia do Cumbuco — Foto: Reprodução

Tartaruga morta com manchas de óleo foi encontrada na Praia do Cumbuco

Seis equipes da Marinha percorrem os 573 km do litoral cearense, diariamente, três vezes por dia, de acordo com a Capitania dos Portos do Estado. As manchas de óleo, identificadas como petróleo cru, surgiram no litoral nordestino no fim de agosto. O Governo Federal investiga a origem do material para punir os responsáveis. Um navio grego é suspeito de ter provocado o vazamento da substância no mar.

Óleo no Ceará

  • Caucaia: Cumbuco e Barra do Cauípe
  • Amontada
  • Barroquinha: Bitupitá
  • Jericoacoara: Praia da Malhada
  • Paraipaba: Praia da Lagoinha
  • Paracuru: Praia do Paracuru
  • São Gonçalo do Amarante: Praia da Taíba
  • Fortaleza: Praia do Futuro, Sabiaguaba e Cofeco
  • Aquiraz: Praia da Prainha, Barro Preto e Praia do Japão
  • Cascavel: Caponga e Barra Velha
  • Beberibe: Morro Branco, Barra de Sucatinga, Parajuru, Tabubinha e Praia das Fontes
  • Fortim: Pontal de Maceió
  • Aracati: Quixaba, Canoa Quebrada e Majorlândia
  • Icapuí: Ponta Grossa, Melancias, Picos, Barreiras, Redonda e Peroba

Fonte: G1

Notícias Relacionadas