Rapinoe cobra Messi, CR7 e Ibrahimovic por ações contra racismo e sexismo no esporte

Durante premiação da “France Football”, Megan não deixa escapar oportunidade de reivindicar as participações de grandes nomes do futebol em causas sociais

Vencedora da Bola de Ouro, premiação da revista France Football, Megan Rapinoe voltou a aproveitar a oportunidade da entrega de um título individual para fortalecer as causas pelas quais está engajada. Desta vez, ela intensificou o tom e cobrou nominalmente importantes figuras do esporte mais popular do mundo.

“Eu gostaria de gritar: ‘Cristiano (Ronaldo), Lionel (Messi), Zlatan (Ibrahimovic), me ajudem!’”, disparou a jogadora de 34 anos. “Essas grandes estrelas não são engajadas em nada enquanto tem muitos problemas no futebol masculino. Eles temem perder tudo? Eles acreditam nisso, mas não é verdade. Quem apagará Messi ou Ronaldo da história mundial do futebol por uma declaração contra o racismo ou o sexismo?”, seguiu a atleta campeã mundial com a seleção norte-americana em 2015 e 2019.

Para Megan, o sucesso fora de campo é tão importante quanto dentro dele. O desejo dela é ampliar nas lutas sociais o número de pessoas envolvidas no futebol e em outras modalidades.

“Esta Bola de Ouro recompensa os dois”, pontuou. “Por um lado, sou uma boa jogadora. Por outro lado, meu ativismo fora do campo me dá apoio, pois as pessoas entendem que estou agindo para encontrar soluções para os problemas da nossa sociedade. A ideia é capacitar outras pessoas a falarem mais alto”, reforçou.

Também eleita a melhor do ano pela Fifa, a capitã do time de futebol feminino dos Estados Unidos entende que é necessário tomar a frente nas reivindicações. Ela reconhece que sua qualidade técnica a colocou em uma situação privilegiada. Por isso mesmo, não teme repressões por suas frases de impacto.

“Tenho sorte por ter um pouco de talento para liderar essas lutas”, declarou Rapinoe. “Eu não tenho medo, então eu falo o que eu falo. Viajar para todas essas entrevistas e reuniões me deixou cansada, mas você precisa estar na linha de frente para melhorar as coisas no nosso mundo”, concluiu.

Fonte: msn

Notícias Relacionadas