“Que ele aproveite, porque a qualquer momento a fase pode acabar”, diz Luccas Claro, sobre declaração de Jorge Jesus

Dois dias depois do Fla-Flu da semifinal da Taça Guanabara e a poucos dias de partida decisiva na Sul-Americana, Luccas Claro e Yuri concederam entrevista coletiva nesta sexta-feira, no CT do Fluminense. E o zagueiro foi perguntado sobre a declaração de Jorge Jesus após o clássico, que gerou polêmica e acusações de arrogância ao dizer que o Tricolor se importava mais com o Carioca que o Rubro-Negro, que está “em outro patamar”. O defensor evitou entrar em polêmica, mas, no fim, mandou um recado ao treinador:

– Fiquei sabendo sim. Não tenho muito o que falar. Cada um responde por si. Foi uma declaração dele. Respeito, está no direito dele. Não me preocupo com o que falam por fora. Fico voltado para o interno. Que ele possa aproveitar porque a qualquer momento essa fase pode acabar.

A declaração de Jorge Jesus: “São nosso primeiros jogos. É considerada pré-temporada um campeonato que para o nosso adversário era muito importante chegar à final, ganhar um título carioca, só que estamos em outro patamar, nossos títulos são outros”.

+ Pedro entra na Justiça contra Fluminense com cobrança de mais de R$ 2 milhões
++ Mário cobra procurador do TJD-RJ por denúncia contra Flamengo: “Aguardamos posicionamento, ilustre rubro-negro”

Passada eliminação para o Flamengo, o Fluminense volta as atenções à Sul-Americana. Na próxima terça-feira o time enfrenta o Unión La Calera, no Chile, pelo jogo de volta da 1ª fase. Após o empate em 1 a 1 no Maracanã, o Tricolor precisa vencer ou empatar por dois ou mais gols para voltar com a vaga. Além do placar, os jogadores terão que lidar com outra dificuldade: a adaptação ao gramado sintético da equipe chilena.

– O grupo todo está ciente dessas dificuldades que encontraremos. Conversamos pela manhã. Sabemos que não podemos entrar pensando nessas coisas. Vamos entrar para buscar a vitória. Precisamos vencer. Temos que entrar tranquilos, fazendo o que treinamos temos muita chance de sair com um bom resultado. Sobre o gramado, eles estão mais acostumados que a gente. No jogo é tentar se adaptar o mais rápido possível – declarou Yuri.

+++ De volta ao Fluminense, Nino se diz mais maduro após experiência internacional: “Agrega meu jogo”

Yuri, volante do Fluminense — Foto: Lucas Merçon

Yuri, volante do Fluminense — Foto: Lucas Merçon

Veja outros trechos da coletiva:

PARTIDA CONTRA O LA CALERA NA PRÓXIMA TERÇA-FEIRA

Luccas Claro: “Poderemos encontrar um adversário muito fechado. Então a bola parada pode ser um ponto muito positivo. Sempre treinei muito essa bola parada, a impulsão, primeiro defensivamente, mas também no ataque”.

GRAMA SINTÉTICA DO CAMPO DO LA CALERA

Yuri: “Eles estão mais acostumados que a gente. No jogo é tentar se adaptar o mais rápido possível”.

POSSIBILIDADE DO LA CALERA REPETIR “CERA” DO FLAMENGO

Luccas Claro: “É impossível fazer catimba, cera, durante noventa minutos. Não podemos usar isso como desculpa”.

Yuri: “Todo mundo está acostumado. Tem muito isso no futebol. Quando time está com resultado na mão, começa a fazer cera. Temos que ir mentalmente preparado para isso. É fazer nosso papel dentro de campo”.

RODÍZIO DE ODAIR NO COMEÇO DO ANO

Luccas Claro: “Várias peças mudaram, mas o estilo de jogo é sempre o mesmo. É estar preparado. Já sabemos o que temos que fazer, sabemos o que o Odair gosta. E quando formos solicitados, darmos conta do recado”.

CONCORRÊNCIA NA ZAGA COM O RETORNO DE NINO DO PRÉ-OLÍMPICO

Luccas Claro: Fico feliz com a volta dele. Feliz por ele ter ajudado a Seleção a conquistar a vaga. Hoje estou mais confiante, sendo mais reconhecido pela torcida, mostrando que posso ajudar, como Nino, Ferraz e Digão”.

DISPUTA DE VAGA COM HENRIQUE E HUDSON

Yuri: “Quem tem a ganhar é o Fluminense. Vai ser uma briga sadia. Claro que todo mundo quer jogar. É uma dorzinha de cabeça para o Odair”.

Fonte: globoesporte

Notícias Relacionadas