Citroën lança carro elétrico que não exige licença para dirigir

Citroën apresentou, nessa quinta-feira (27), um novo carro elétrico que promete ser uma aposta inovadora para a mobilidade urbana. Trata-se do Ami, um veículo de dois lugares que não exige carteira de motorista para ser conduzido, pelo menos na França.

Versão final do conceito apresentado no Salão de Genebra do ano passado, o Citroën Ami tem um pequeno motor elétrico com potência de 8,2 cv, que permite acelerar a no máximo 44 km/h, segundo a montadora.

O propulsor é acompanhado por uma bateria de lítio de 5,5 kWh, que oferece autonomia de aproximadamente 70 km, de acordo com a Citroën. Quando estiver perto de descarregar, basta conectar o carro a qualquer tomada de 220 V e aguardar cerca de 3 horas para uma recarga completa.

O tempo de recarga da bateria é de 3 horas. (Fonte: Citroën/Divulgação)

Bastante compacto e leve (ele tem 2,41 metros de comprimento e 1,39 metro de largura e pesa 485 quilos), o minicarro francês não tem ar-condicionado, airbags ou outros acessórios encontrados nos modelos convencionais, mas conta com conectores para smartphones e vários porta-objetos, além de espaço para malas.

Preços

A Citroën oferece diversas possibilidades para quem se interessar pelo elétrico. O preço do Ami é de 6 mil euros, o equivalente a R$ 29 mil, pela cotação do dia, mas é possível alugá-lo pagando 20 euros por mês (R$ 98) após efetuar um depósito de garantia no valor de 2.644 euros (R$ 13.073).

Há ainda a possibilidade de testá-lo por meio do serviço de compartilhamento de carros Free2Move, pagando 0,26 euro (R$ 1,29) por minuto. A pré-venda terá início em 30 de março.

Seguindo o conceito “acessível a todos”, o Citroën Ami pode ser conduzido por adolescentes a partir de 14 anos de idade na França e 16 anos em outros países europeus, com ou sem licença para dirigir, pois se enquadra na categoria de quadriciclo leve.

Fonte: TecMundo

Notícias Relacionadas