Amazon suspende envio de itens de comerciantes independentes para seus armazéns

A Amazon não vai mais receber em seus armazéns, por três semanas, itens de comerciantes independentes que não sejam suprimentos médicos ou produtos de “alta demanda”.

A decisão, que segue até 5 de abril, segundo empresa informou ao jornal The Independent, tem como objetivo priorizar produtos relacionados ao combate ao avanço da pandemia de coronavírus. No entanto, não foi revelado se a medida é apenas para o Reino Unido, Europa ou todo o mundo.

O site online percebeu uma expansão na demanda das pessoas, no seu sistema, por produtos relacionados a limpeza e outros itens para evitar a contaminação com o coronavírus.

Segundo a Amazon, apenas o produtos que já estão no caminho para os seus depósitos serão aceitos.

Recentemente, a companhia informou que vai reforçar seu quadro de funcionários nos Estados Unidos em 100 mil novas posições.

Fonte: msn

Notícias Relacionadas