Coronavírus: Brasil tem 486 mortes e mais de 11 mil casos

Ministério da Saúde divulgou na tarde deste domingo, 5, o novo balanço dos casos de Covid-19 no Brasil. O país tem 11.130 casos confirmados da doença (aumento de 852 casos de ontem para hoje) com 486 mortes – 54 novos óbitos em 24 horas (aumento de 12,5%).  No sábado, 4, havia 432 mortes e 10.278 casos confirmados. Com isso, a taxa de letalidade do coronavírus no país subiu para 4,4%.

A região que mais concentra casos de covid-19, segundo o ministério, é a Sudeste (6.678). Na sequência estão Nordeste (1.880); Sul (1.213); Centro-Oeste (708) e Norte (651). São Paulo continua sendo o estado com maior número de infectados – são 4620 pessoas com a doença; 275 mortos e com a taxa de letalidade em 6%. Apenas os estados do Acre e Tocantins não têm, até o momento, mortes confirmadas pela doença.

De acordo com o Ministério da Saúde, quatro estados brasileiros e o Distrito Federal podem entrar em fase de aceleração descontrolada da epidemia de coronavírus nas próximas semanas. Isso indica que pode haver um aumento considerável no número de casos e possível colapso do sistema de saúde no Distrito Federal, São Paulo, Ceará, Rio de Janeiro e Amazonas. “São os estados em que há uma relação de viagens internacionais maior.”, explica o secretário-executivo do Ministério da Saúde, João Gabbardo, sobre o porquê desses estados estarem nessa fase.

Ainda segundo Gabbardo, essa fase da pandemia do novo coronavírus pode acontecer gradativamente em outros estados. “Não vai continuar assim. A gente não espera que seja assim. Quando começar o inverno a tendência é que isso aconteça na região Sul do país. Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná começarão a apresentar número maior de casos no inverno”, ressaltou.

Fonte: msn

Notícias Relacionadas