Polícia prende 4 suspeitos de integrar milícia que extorquia de moradores e comerciantes em Duque de Caxias

A Polícia Civil prendeu em flagrante quatro milicianos em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, que extorquiam dinheiro de moradores, comerciantes e até de centros espíritas. Um deles era militar do Exército. Um quinto suspeito conseguiu fugir pelos fundos de uma casa.

O caso vinha sendo investigado pelo setor de inteligência da Polícia Civil. Os suspeitos foram presos na quinta-feira (21) pelos crimes de constituição de milícia privada, receptação e porte ilegal de arma de fogo.

Prisão de milicianos em Duque de Caxias — Foto: Reprodução/TV Globo
Prisão de milicianos em Duque de Caxias — Foto: Reprodução/TV Globo

Policiais da 60ªDP (Campos Elíseos) encontraram dois carros que eram usados pelo grupo estacionados perto de um bar na Vila Urussaí.

Com o grupo foi encontrado um revólver municiado, carregador de pistola, toucas ninjas, cinto tático, coldres, celulares, além de um caderno com anotações sobre o dinheiro recolhido nas extorsões.

Segundo a polícia, os recolhimentos do dinheiro eram semanais, quinzenais e mensais, sobre simples residências, profissionais liberais, pequenos comércios, empresas de grande porte, comércio de gás, água, internet e até centros espíritas localizados na região.

O revólver apreendido com os milicianos foi roubado de um vigilante em 2018, durante assalto a uma central de distribuição da Lojas Americanas, em Seropédica.

Com os criminosos também foi achado um um veículo Fiat Punto “clonado”, que havia sido roubado em março deste ano perto do Recreio dos Bandeirantes, na Zona Oeste.

O roubo do veículo foi investigado pela 42ªDP (Recreio dos Bandeirantes). Os agentes conseguiram identificar e prender dois suspeitos que também participavam de uma milícia na Zona Oeste.

Fonte: G1

Notícias Relacionadas