Polícia apreende maços de cigarros sem nota fiscal na Grande Fortaleza; suspeito oferece R$ 2 mil para não ser preso

Um homem de 32 anos foi preso em flagrante com mais de 100 maços de cigarros importados sem nota fiscal em Caucaia, na Região Metropolitana de Fortaleza, nesta sexta-feira (29). Para não ser preso, o suspeito ofereceu R$ 2 mil para aos policiais, que rejeitaram e deram voz de prisão.

Policiais faziam ronda pelo Bairro Araturi quando foram alertados sobre um local onde havia comércio de cigarros importados que não possuíam nota fiscal. Chegando no local, os agentes encontraram uma motocicleta que estava com o baú entreaberto, exibindo alguns maços de cigarros.

Em seguida, segundo a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), os agentes bateram na porta do comércio e foram recebidos pela mãe do suspeito. Dentro do imóvel, eles encontram mais duas caixas contendo maços de cigarros. Como o homem não estava no momento, os policiais aguardaram a chegada dele para que ele se explicasse.

Ricardo Tabosa, sem antecedentes criminais, chegou, se apresentou aos militares, mas não conseguiu comprovar a mercadoria com nota fiscal. Quando os policiais disseram que o levariam à delegacia, Ricardo ofereceu R$ 2 mil para os militares, que recusaram a vantagem indevida e conduziram o homem à Delegacia Metropolitana de Caucaia.

O suspeito foi autuado em flagrante por corrupção ativa, que é o oferecimento ou a promessa de vantagem indevida a funcionário público, e pelo crime de descaminho, que é a introdução de mercadoria no país sem o pagamento do tributo devido. Ao todo, 114 maços de cigarros importados foram apreendidos.

A Polícia Civil abriu inquérito policial para investigar a origem da mercadoria e a participação de outras pessoas envolvidas no crime. O caso foi transferido para o 23º Distrito Policial, que dará continuidade às investigações.

Fonte: G1

Notícias Relacionadas