Pandemia da bala: em 24 dias de junho Ceará atinge a marca de 300 assassinatos

Fortaleza atingiu nesta quarta-feira (24) a marca de 100 homicídios neste mês de junho. O crime mais recente ocorreu na noite passada, quando a Polícia registrou um crime no bairro Paupina, na zona sul da Capital. Já em toda a Grande Fortaleza, compreendida entre a Capital e os demais municípios da faixa metropolitana, o número de assassinatos entre os dias 1º e 24 chega a 182. Se somados aos 118 casos do Interior, o Ceará já contabiliza 300 Crimes Violentos, Letais e Intencionais (CVLIs) no mês.

A maioria dos crimes de morte na Capital ocorreu em bairros já conhecidos com os mais vulneráveis da Segurança Pública na cidade, pela atuação intensiva de grupos criminosos que se auto-intitulam de facções. Exemplo disso sãos: Bom Jardim, Barroso, Barra do Ceará, Jangurussu e Vila Velha. Na zona metropolitana, os Municípios de Caucaia, Aquiraz, Pacajus, Maranguape, Cascavel, Horizonte e Maracanaú são os que apresentaram neste mês maiores índices de assassinatos.

Somente em Caucaia, 27 pessoas foram assassinadas em 24 dias de junho.

Nestes 24 dias de junho foram registrados em todo o Ceará 19 casos de duplos homicídios e mais dois triplos. Entre as vítimas da violência armada figuram na lista dos mortos 27 mulheres e 19 adolescentes.

Policiais assassinados

Também neste período, foram registrados oito latrocínios e destes, quatro vítimas eram policiais militares, que acabaram mortos ao reagir ao serem abordados por assaltantes. Os PMs mortos foram em casos de roubos ou tentativas foram: Francisco Augusto da Silva, Daniel Campos Menezes. Nilton César Vieira Lopes e Emerson Lima da Silva.

1 – (Dia 6/6) – FRANCISCO AUGUSTO DA SILVA, 46 anos, subtenente da (Ativa) da PM, era destacado no Batalhão de Operações Especiais (BOPE). Foi morto no começo da manhã quando seguia de casa para o Quartel. O crime de latrocínio (assalto seguido de morte)

2 – (Dia 12/6) – DANIEL CAMPOS MENZES, 35 anos, soldado (da Ativa) da Polícia Militar. Foi morto a tiros ao reagir a uma tentativa de assalto na porta de sua residência, na Rua 45 do Conjunto José Walter.

3– (Dia 13/6) – NILTON CÉZAR VIEIRA LOPES, sargento (da Ativa) da Polícia Militar, foi morto a tiros por criminosos na Avenida Dionísio Leonel Alencar, no bairro Messejana, por um grupo de criminosos. No momento do crime, o PM seguia para o trabalho-extra. Acabou morto e sua motocicleta roubada pelos assassinos.

4 – (dia 19/06) – EMERSON DA SILVA LIMA, 30 anos, soldado PM da Ativa, destacado no Comando de Rondas de Ações Intensivas e Ostensivas (CPRaio), foi morto, a tiros de revólver, numa tentativa de assalto contra ele e a namorada na faixa de areia na Praia do Cumbuco, em Caucaia. Trocou tiros com os bandidos e , mesmo ferido, conseguiu matar um deles, identificado como Gabriel dos Santos Galdino, 24 anos.

Fonte: Cn7

Notícias Relacionadas