CR7 marca, participa de dois gols e Douglas Costa dá assistência em goleada da Juventus sobre o Lecce

Depois de uma primeira etapa com muito equilibrada, a Juventus contou com a expulsão de um zagueiro do Lecce e um segundo tempo inspirado de Cristiano Ronaldo e Douglas Costa para golear o adversário. A equipe de Turim venceu o confronto por 4 a 0. Os gols foram marcados por Dybala, CR7, de pênalti, Higuaín e De Ligt.

A Juventus é líder do Campeonato Italiano e chegou aos 69 pontos, abrindo sete em relação à Lazio, que ainda joga na rodada. O próximo compromisso dos comandados de Maurizio Sarri será contra o Genoa, fora de casa. O Lecce segue na zona de rebaixamento com 25 pontos e vai receber a Sampdoria.

Juventus tem trabalho

Os 45 minutos iniciais em Turim foram muito equilibrados. O Lecce, que briga para se salvar do rebaixamento, não se intimidou com a líder da competição e assustou em duas boas chegadas. Na primeira, Rispoli recebeu livre pela direita e bateu para fora. Na segunda, após troca de passes rápida, Mancosu finalizou e Szczesny defendeu.

A Juventus respondeu em cabeçada de Bentancur, depois de cobrança de escanteio, para fora e Rabiot, que mandou um chutaço de longe e o goleiro brasileiro Gabriel fez linda defesa. Donati bateu de fora da área e a bola subiu muito, sem muito perigo para o gol dos donos da casa. Mais Lecce no ataque e Rispoli chutou para a defesa segura de Szczesny. Cristiano Ronaldo apareceu ao tentar bicicleta, mas a bola saiu à direita da meta.

O português tentou novamente, dessa vez de pé esquerdo, de longe, mas também jogou para fora. Aos 30 minutos, Lucioni bobeou, perdeu para Bentancur e fez a falta. Como era o último homem, acabou expulso. A reta final foi um verdadeiro lá e cá. Tachtsidis e Brayan Vera, ambos em chute para fora, arriscaram para o Lecce. A Juve quase marcou em cabeçadas de De Ligt e CR7. As duas saíram. A grande chance veio com Bernardeschi. Cristiano Ronaldo cruzou rasteiro e o italiano, dentro da pequena área, tocou por cima.

Juve mata o jogo

Dybala levantou na área e Bonucci testou à queima-roupa para defesaça de Gabriel. Porém, quando o Lecce tentou sair jogando, o zagueiro tocou errado nos pés de Cristiano Ronaldo. O português rolou para Dybala, que ajeitou e mandou no ângulo, para fazer 1 a 0. Matuidi chutou de fora da área e Gabriel espalmou. Em outra oportunidade, CR7 girou rápido e finalizou por cima.

Aos 15, o camisa 7 foi derrubado dentro da área. Pênalti que ele mesmo cobrou no meio do gol e ampliou para 2 a 0. O craque quase fez mais um. Após cruzamento da esquerda, Cristiano cabeceou da pequena área e Gabriel, novamente, fez um milagre. Szczesny acompanhava a partida tranquilamente e De Ligt foi para o ataque e chutou forte da entrada da área. Gabriel se esticou e colocou para escanteio.

Só dava Juventus e Douglas Costa deu um lindo passe entre os marcadores e deixou Ramsey cara a cara com Gabriel. Porém, o galês não superou o brasileiro. Higuaín, em seu primeiro toque na bola, finalizou rasteiro tirando tinta da trave. Mas na segunda, o argentino não perdeu. Cristiano Ronaldo foi lançado, partiu para cima da marcação, cortou para a perna direita e tocou de calcanhar. A bola sobrou para Higuaín finalizar no alto, sem chances para Gabriel.

Ainda houve tempo para mais. Douglas Costa cruzou e De Ligt, na pequena área, colocou para o fundo do gol. O brasileiro tentou um chute forte, mas parou no compatriota Gabriel, que mandou para escanteio, na última oportunidade da partida.

Fonte: Msn

Notícias Relacionadas