Aline Wirley fala de assalto em carta aberta: ‘Somos vítimas das vítimas’

Aline Wirley, ex-Rouge, escreveu uma carta aberta ao filho, Antônio, no domingo (28), e falou sobre o assalto que ela e o marido, Igor Rickli, sofreram na própria casa.

Na publicação, a artista comentou sobre vulnerabilidade, desigualdade social e disse “ter revisado os valores” após a invasão domiciliar.

“Não podemos deixar de falar o quanto somos vulneráveis. Num instante estamos aqui e no próximo podemos não estar mais. E o que a gente pode fazer diante disso?! Nossa família viveu uma experiência que, mais uma vez, nos despertou pra uma realidade muito dura e cruel da nossa sociedade. Porém, entre tantas experiências que já tivemos, essa foi diferente… foi profunda e desafiadora demais. Ter a nossa casa invadida, uma casa que sempre foi nosso templo, nos fez literalmente rever nossos valores”, entregou.

Aline disse que a família se viu, durante o assalto, apegada “ao ego” e “aos bens materiais” que possuíam. Para ela, eles foram “vítimas das vítimas”.

“Enquanto a desigualdade social anula a existência da grande maioria da população, deixando-a a mercê da sua própria sorte e nos transformando em vítimas das vítimas”, afirmou.

A cantora já havia contado que tinha tido a casa invadida e que estavam usando o número de celular dela para pedir dinheiro. Aline alertou os seguidores para que nenhuma quantia fosse enviada.

Os fãs agradeceram pela artista e a família estarem bem depois do comunicado e da carta. Alcione, por exemplo, demonstrou apoio e gratidão à colega, assim como Fernanda Sampaio e Pathy de Jesus.

Fonte: R7

 

Notícias Relacionadas