Em prisão domiciliar, militante bolsonarista Sara Winter fica noiva em Brasília

A militante bolsonarista Sara Fernanda Giromini, conhecida por Sara Winter, que está em prisão domiciliar, em Brasília, ficou noiva na noite desse domingo, 28. Ela mesma divulgou a novidade em seu perfil no Twitter e disse que o casamento com Giovane Rodrigues acontece no próximo fim de semana. Winter foi presa pela Polícia Federal (PF) na investigação que apura ataques a instituições democráticas, como pedidos de intervenção militar e o fechamento do Congresso Nacional e do Supremo Tribunal Federal (STF).

Na legenda da publicação, ela comemora o noivado. “Depois da tormenta, vem a paz. Hoje fui oficialmente pedida em casamento e claro, ao homem da minha vida, disse SIM. Tentaram me destruir, mas construíram uma pessoa 10 vezes mais forte. Enquanto uns babam de ódio, eu transbordo de amor. O casamento fica pro próximo fim de semana”, escreveu.

Dez dias depois de ser presa, em 15 de junho, Winter ganhou o direito de cumprir prisão domiciliar sendo monitorada por uma tornozeleira eletrônica. A prisão foi decretada pelo ministro do STF Alexandre de Moraes, a pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR) no inquérito que apura manifestações antidemocráticas

Fonte: Opovo

Notícias Relacionadas