ELEIÇÕES MUNICIPAIS/Vazamento de áudio do Whatsapp não condiz com a realidade da política de Mauriti.

Diante do momento de PANDEMIA, passamos muito tempo utilizando as redes sociais. Aproveitando-se dessa situação, muitos utilizam dos meios tecnológicos para fazerem pré-campanhas eleitorais.

O ÁUDIO. No dia de ontem (24/07), circulou nas redes sociais um áudio de 1 minuto e 42 segundos em que supostamente relata que o Pré-Candidato do PT, Isaac Júnior, venceria as eleições 2020 sem se aliar a nenhuma liderança da atual situação.

MANO SEMELHANTE A EVANILDO. Por outro lado, segundo o áudio, Mano Morais (PDT) estaria em situação semelhante ao candidato petista Evanildo Simão em 2016. Evanildo tentou a reeleição, porém foi derrotado pelo atual prefeito Mano Morais. Havia muita rejeição à gestão de Evanildo. Em 2020, Mano seria o Evanildo de 2016.

FAKE NEWS. Ainda de acordo com o áudio, foi realizada uma pesquisa de intenção de votos à prefeitura, o que não corresponde à realidade dos fatos, pois a legislação eleitoral proíbe qualquer divulgação de pesquisa sem registro prévio. A propósito, vale destacar que a prática de divulgar pesquisas sem registro prévio pode gerar uma multa de até 106 mil reais para quem divulgar, sem prejuízo da possibilidade de responsabilização criminal com detenção de seis meses a um ano.

A REALIDADE. O que se ver hoje na cidade de Mauriti é uma disputa eleitoral bastante acirrada, em que se trabalha uma com a possibilidade de três pré-candidaturas (PT – PDT – PROS) e a possibilidade uma quarta com o PSL.

Por isso, faltando ainda quase 4 meses para as eleições é muito cedo afirmar qualquer favoritismo para 2020, tendo em vista que a última pesquisa registrada no TSE na cidade de Mauriti não condiz com o áudio publicado.

Áudio que circula nos grupos do WhatsApp

Notícias Relacionadas