Fortaleza não ficava dois jogos seguidos sem marcar gol há mais de um ano

O Fortaleza desembarcou na Capital cearense com um peso a mais na bagagem. Após perder para o rival Ceará por 1 a 0, o Tricolor do Pici deu adeus à Copa do Nordeste e voltou para casa trazendo, não somente a eliminação, mas também dois placares negativos e sem gols em seus dois últimos jogos.

Com um time que já marcou 38 gols neste na temporada 2020, fazia pouco mais de um ano que o Fortaleza não ficava dois jogos sem vencer e sem balançar as redes. A última vez que isso havia acontecido foi em junho de 2019. Na ocasião, a equipe comandada por Rogério Ceni tinha sido eliminada pelo Athletico na Copa do Brasil após perder por 1 a 0 e, três dias depois, pelo Campeonato Brasileiro, sofreu o mesmo placar adverso, mas contra o Grêmio.

Em ambos os jogos, o Fortaleza não só tomou gol nos minutos finais, como acabou por jogar sob o erro do adversário, o que não propiciou espaços para o Leão abrir o marcador. A semelhança entre os duelos de 2019 e os jogos contra Sport e Ceará está, também, na baixa produção ofensiva.

Embora esta seja uma marca forte dos times de Rogério Ceni, a busca mais aguda e efetiva por tentos foi uma característica pouco vista nos dois últimos jogos. Contra o Sport, havia muita posse de bola, mas pouca criação de chances reais de gol; além disso, a postura acabou por dar mais espaços para jogadas de contra-ataque do Rubro-Negro. Já no Clássico-Rei, o Tricolor do Pici esbarrou na encaixada marcação do Alvinegro e, quando ganhou espaço, apresentou estratégias ofensivas falhas que, mesmo com substituições feitas por Ceni, não fizeram efeito.

Fonte: Opovo

Notícias Relacionadas