“Encaixa bem no que a gente quer”, diz Sérgio Papellin sobre Franco Fragapane; argentino está em Fortaleza

argentino chegou. Tendo sido cooptado do país hermano para atuar no Fortaleza, o atacante Franco Fragapane já está na Capital cearense e cumpre, durante esta quinta-feira, 6, os primeiros compromissos para agilizar a regularização junto ao Leão. Franco, que era até então titular do Talleres, veio ao Brasil em voo fretado, com ajuda do Tricolor do Pici e será o terceiro estrangeiro em atuação no time. Exames, assinatura de contrato e trâmites para regularização estão entre as demandas iniciais. O time deve oficializar Fragapane a qualquer momento.

De acordo com o executivo de futebol do Fortaleza, Sergio Papellin, os esforço são para regularizar o atleta até esta sexta-feira, 7. A pressa em trazê-lo se deve ao fato de que, como vem de clube estrangeiro, o atacante precisa ser regularizado até segunda-feira, 10, quando fecha a janela de transferências.

Franco tem 27 anos e 1,67 m, e atua pelos dois lados, com predileção pelo lado esquerdo. Nesta temporada, no Talleres, que é 12º colocado na elite do Argentino, jogou 23 partidas, marcando três gols e dando três assistências.

“É um jogador de lado, rápido, habilidoso, fez um bom Campeonato Argentino. O pessoal do Cifec (Centro de Inteligência do Fortaleza Esporte Clube) monitora muito o mercado sul-americano, e, então, quando surgiu a possibilidade da vinda dele, preparamos o material, passamos pro Rogério (Ceni), para ele ver se encaixava dentro do que ele queria”, detalhou o executivo, que indicou que, quando o atleta já estava no radar do Fortaleza, foi oferecido pelo empresário.

A necessidade de mais um atacante no elenco se dá, conforme Papellin, pelo uso intenso dos extremos no esquema de jogo de Rogério Ceni. “Exige-se muito, é muita intensidade. E não há nenhum que aguente jogar os 90 minutos não, porque é muito exigido. Precisamos de opção para dar sequência nas partidas, agora com cinco substituições tem de ter um elenco mais qualificado e ele encaixa no que a gente quer”, explicou.

No Fortaleza, Fragapane chega como reforço reivindicado por Rogério Ceni para o setor de criação e deve disputar vaga na frente com Osvaldo, Yuri César, David, Orobó, Marlon, Madson, e, principalmente, pela atuação mais à esquerda, com compatriota Mariano Vazquez . Contudo, com futebol argentino inoperante desde março, o atleta precisará passar tanto por treinamento para recuperar ritmo de jogo, quanto para se adaptar ao estilo do técnico, que preza por jogadores que desempenhem mais de uma função em campo e reforcem a recomposição na defesa.

Fragapane tem vínculo ativo com o Talleres até junho de 2022, e chega no Fortaleza com contrato de empréstimo para o restante até 31 de dezembro de 2020, mesmo com o Brasileirão Série A se estendendo até meados de fevereiro, devido a reorganização de calendário com a paralisação impulsionada pela pandemia de Covid-19. “Ele fica até o fim ano, porque em janeiro recomeça o futebol na argentina. Eles só emprestavam nessa condição. A principio não (fica o Fortaleza até o fim do Brasileirão), a não ser que no fim do empréstimo o Fortaleza arrume dinheiro pra comprar”, pontuou Papellin.

O POVO conversou com jornalistas argentinos que informaram ser de 1 milhão de dólares o valor fixo da compra – cerca de R$ 5,3 milhões no câmbio atual. A exemplo dos demais jogadores estrangeiros no Pici, ele deverá receber em dólar. Os valores, contudo, não foram confirmados.

O argentino chegou. Tendo sido cooptado do país hermano para atuar no Fortaleza, o atacante Franco Fragapane já está na Capital cearense e cumpre durante esta quinta-feira, 6, os primeiros compromissos para agilizar a regularização junto ao Leão. Franco, que era até então titular do Talleres, veio ao Brasil em voo fretado, com ajuda do time. Exames, assinatura de contrato e trâmites para regularização estão entre as demandas iniciais.

Fonte: Opovo

Notícias Relacionadas