Tecido que “mata” coronavírus funciona? Entenda a tecnologia

A máscara já virou parte do nosso vestuário pós-covid há meses, mas a indústria têxtil já está na próxima fase: roupas que prometem nos proteger de diversas bactérias e até o novo coronavírus. Esses novos materiais também já servem para revestir veículos e locais públicos; há testes do tipo com os ônibus do transporte público de São Paulo. Mas não corra ainda para trocar todo o seu guarda-roupa. Apesar de ser uma boa notícia, especialistas consultados por Tilt sugerem cautela sobre a eficácia desse tipo de tecido.

Há diferenças nos materiais usados por cada fabricante, mas todos eles usam a mesma lógica: colocam na estrutura do tecido materiais capazes de destruir as camadas protetoras do coronavírus, da mesma forma que o sabão ou álcool em gel. Ainda assim, servem só para proteção individual, e não para esterilizar ambientes contaminados.

 

Fonte: Uol

Notícias Relacionadas