Do 5º ao 9º ano, o Estado apresenta a melhor avaliação da rede pública

Os anos finais do Ensino Fundamental da rede pública no Ceará, do 5º ao 9º ano, registraram o melhor resultado entre os estados do Brasil no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), com índice 5,2, em 2019. O estado de São Paulo alcançou o mesmo, mas não atingiu a meta esperada para 2019, que era de 5,6. O Ceará superou em 0,6 a meta de 4,6 – cada unidade da federação tem seu patamar a ser alcançado de acordo com estatísticas.

Mesmo com melhora significativa de desempenho em 2019 nos anos finais, com índice de 4,9, a meta proposta para o País não foi alcançada, que era de 5,2. Apenas sete unidades da federação alcançaram a meta esperada para 2019. Amazonas, Piauí, Ceará, Pernambuco, Alagoas, Paraná e Goiás.

No panorama geral, o Ceará alcançou índice de 5,4. A meta era 4,9. De acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Alagoas e Ceará tiveram os progressos mais expressivos. No contexto geral, o Estado ficou com segundo melhor desempenho, atrás apenas de São Paulo.

Em relação à rede privada, os resultados no Ceará não foram tão expressivos. Com índice de 6,1, as escolas particulares figuraram entre os oito mais baixos. Aquém do esperado para o ano passado, que era de 6,9.

Cada meta a ser batida é definido pelo Ministério da Educação (MEC), de forma que haja progresso em todos os cenários. Seja por escola, município, estado ou País.

O índice foi divulgado na manhã desta terça-feira, 15, pelo MEC. A expectativa é de que o Governo do Estado comente os dados em live no início da tarde.

Composição do Ideb

O indicador é composto por dois tipos de dados: aprovação escolar, obtidos no Censo Escolar, e desempenho dos estudantes no Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb) em língua portuguesa e matemática.

O Ideb é calculado de modo a equilibrar aprovação e desempenho, então, o peso de um afeta o outro. Ou seja, para atingir um bom Ideb, é preciso ter bons resultados tanto na aprendizagem (desempenho no Saeb) quanto nas taxas de aprovação.

Como resultado do cálculo, é obtido um valor de 0 a 10.

 

Fonte: Opovo

Notícias Relacionadas