Garotos marcam últimos quatro gols e pedem passagem no Inter de Abel Braga

adiamento do duelo de ida das oitavas de final da Libertadores com o Boca Juniors dá a Abel Braga alguns dias a mais de trabalho para encontrar soluções aos (muitos) problemas do Inter. O caminho para escapar da crise recente pode passar por um sopro de juventude à equipe.

Após quatro jogos, o treinador ainda busca um padrão de jogo que faça o time render. Mas já vê os garotos darem boas respostas dentro de campo. Os dois gols da equipe com Abel foram marcados por dois atletas de 19 anos: Mauricio e Yuri Alberto.

O momento dos mais jovens vem de antes até da chegada do atual comandante. Os últimos quatro gols da equipe foram marcados por atletas com idade olímpica. Na despedida de Coudet, Yuri e Nonato fizeram os gols do empate em 2 a 2 com o Coritiba.

Aposta em Mauricio

O brilho mais reluzente é do recém contratado Mauricio. Após ficar no banco contra o Coxa, ele estreou sob o comando de Abel Braga na derrota por 2 a 0 para o Santos, na Vila Belmiro.

O meia já fez o primeiro gol em sua segunda partida com a camisa do Inter, a derrota por 2 a 1 para o Fluminense. Canhoto, Mauricio atuou aberto pela direita, para puxar para o meio e buscar finalizações.

Foi assim que balançou as redes: saiu da beirada, recebeu de Thiago Galhardo e finalizou. Muriel deu rebote, e ele insistiu em nova finalização para abrir o placar.

 Os últimos quatro gols marcados pelo Inter

“Cadê o Nonato?”

Recuperado de Covid-19, Nonato voltou direto como titular na função de meia central – uma posição para a qual Abel ainda busca o dono. O meia teve atuação regular contra o Fluminense, mas recebeu o terceiro cartão amarelo e desfalca o Inter contra o Atlético-GO no próximo sábado.

A suspensão freia o processo de retomada de espaço do jovem, num ano em que ainda não conseguiu se firmar. Mas não apaga a admiração do treinador por seu futebol.

Na primeira conversa com o grupo do Inter, Abel perguntou: “Cadê o Nonato?”. O jovem ergueu a mão, e o técnico lembrou o gol marcado por ele em 2019 contra o Cruzeiro, então sob seu comando.

Yuri decide, mas não convence

A ausência de Yuri Alberto diante do Fluminense também chamou atenção. O garoto deixou o banco de reservas para dar sobrevida ao Inter com um gol no último lance diante do América-MG, na eliminação na Copa do Brasil, no jogo anterior.

Havia expectativa de que ele até começasse a partida do domingo passado. Mas a comissão técnica optou por outro garoto em nova tentativa de solução: Caio Vidal, que atuou aberto pela esquerda. Yuri entrou apenas para os cinco minutos finais, com a derrota já decretada.

O atacante foi contratado na metade do ano, com o pagamento de R$ 10 milhões à vista aportados por um investidor. Até o momento, Yuri soma três gols em 12 jogos pelo clube.

– Em relação ao Yuri, foi uma opção da comissão de ele não começar. Mas com o garoto, o Caio, que é um jogador de velocidade, e um mais técnico, o Maurício – explicou o auxiliar Leomir de Souza.

Após o adiamento da partida contra o Boca Juniors para a próxima quarta-feira devido à morte de Diego Maradona, o Inter teve um dia a mais de treino em preparação para enfrentar o Atlético-GO.

Mauricio tem vaga praticamente garantida para ganhar sequência na equipe. Yuri Alberto, por sua vez, disputa uma posição aberta no sistema ofensivo. Ele pode aparecer na referência do ataque, com Thiago Galhardo recuado.

O Inter enfrenta o Atlético-GO neste sábado, às 21h, no Estádio Olímpico, pela 23ª rodada do Brasileirão. O Colorado é quarto colocado com 36 pontos e não vence há cinco jogos na competição.

Fonte: Globo Esporte

Notícias Relacionadas