Após 100 dias de caçada, Polícia prende acusado de matar a ex-esposa a tiros

Policiais civis capturaram nesta segunda-feira (30), um homem que era procurado pelas autoridades da Segurança Pública há cerca de 100 dias, numa intensa jornada de diligências na região dos Sertões de Crateús, no Ceará. Trata-se de João Vieira Cavalcante Júnior, 45, acusado de matar friamente sua ex-esposa, a técnica de Enfermagem, Maria Gomes de Lima, 44, após o fim do relacionamento.

O crime de feminicídio aconteceu na manhã do dia 22 de agosto último, no bairro de Fátima I, na periferia da cidade de Crateús (a 345Km de Fortaleza).  Maria saía do plantão no Hospital Municipal de Crateús e seguia para casa na garupa de uma motocicleta pilotada pelo filho,  quando foi surpreendida pelo ex-marido que estava em outra moto, pilotada por Francisco Neyvisson Pereira, 23.

Os dois suspeitos se aproximaram da vítima e “Júnior” passou a atirar nas costas da mulher, que caiu e foi executada com mais tiros. Em seguida, a dupla fugiu da cidade, mas logo foi identificada pela Polícia. À pedido da Polícia Civil, a Justiça decretou a prisão dos assassinos.

No dia 3 de setembro último, Francisco Neyvisson, o piloto da moto que deu fuga ao assassino foi capturado e mandado para o presídio. Faltava, porém, prender o assassino da ex-esposa. Ele foi localizado na zona rural de Crateús quando participava de uma pescaria em um açude.

Prisão

Ontem, após várias semanas de buscas incessantes pelo criminoso, a Polícia prendeu “Júnior”. Ele foi localizado no bairro São José. Uma denúncia anônima levou os inspetores da Delegacia Regional de Crateús ao assassino.

De acordo com as investigações, “Júnior” não aceitava o fim do relacionamento e já havia tentado matar Maria com golpes de faca.

 

 

Fonte: Cn7

Notícias Relacionadas