Guga completa 20 anos do topo do mundo e ganha mensagens de Zico, Kaká, Giba e outros craques

Em 3 de dezembro de 2000, há exatamente 20 anos, Gustavo Kuerten se tornava o primeiro –e até hoje único, em simples– brasileiro a ser número um do tênis mundial. Para celebrar a data, alguns dos principais atletas do país, que também alcançaram o topo do mundo durante a carreira, enviaram mensagens para Guga, exaltando a conquista durante aquela Masters Cup de Lisboa, em Portugal, e também a importância do tenista para o esporte nacional. No próximo domingo, o Esporte Espetacular exibe uma entrevista exclusiva com Guga e com outros envolvidos naquele feito épico de 2000.

– Nossa, Guga, já faz 20 anos que você deixou o Brasil inteiro ligado na televisão torcendo e se emocionando – lembra Hortência, campeã mundial e medalhista olímpica com a seleção brasileira de basquete.

– O Guga foi a pessoa que transformou o tênis, o cara que fez todo mundo acreditar que nosso sonho era possível – diz o tenista Bruno Soares, que fechou 2020 formando a melhor dupla do mundo ao lado do croata Mate Pavic.

– Eu estava lá, assisti a partida e vibrei muito. O Guga conseguiu se superar e vencer esses dois americanos (Agassi Agassi e Pete Sampras), foi realmente muito especial – recorda o velejador Robert Scheidt, bicampeão olímpico, referindo-se à semifinal com Sampras e à final com Agassi, ambos ex-número um do mundo também.

– Você chegar a ser o número um no esporte que você pratica é um feito maravilhoso – afirma Kaká, eleito o melhor jogador de futebol do planeta em 2007.

– Foi marcante, eu lembro exatamente do momento, a gente ficou muito feliz, isso incentivou demais demais nós, tenistas, a continuar em busca dos nossos sonhos, um brasileiro chegar a número um do mundo – destaca o tenista Marcelo Melo, que também já foi número um do mundo em duplas.

– O Guga é um grande fenômeno do nosso esporte brasileiro e a gente se orgulha bastante. Sou muito fã, e acho que se o tênis é o que é hoje no Brasil tem muito a ver com o Guga – conclui Zico, campeão do mundo com o Flamengo em 1981.

– Um ídolo que chegou no momento em que o Brasil precisava muito de ídolos – diz Falcão, por muitos anos o melhor jogador do mundo de futsal.

– Pode ter certeza que você é exemplo para muita gente dentro e fora das quadras e até mesmo dentro das piscinas – afirma Cesar Cielo, nadador mais rápido do mundo e campeão olímpico em 2008.

– Parabéns pela pessoa que você é. Muito mais do que um ótimo jogador, o melhor jogador do mundo, tu és demais -define Giba, campeão olímpico e mundial no vôlei.

Fonte: Globo Esporte

Notícias Relacionadas