Gerente de loja é morta em carro de aplicativo quando ia trabalhar

Subiu para 17 o número de mulheres assassinadas no Ceará em apenas 19 dias de 2021. Na manhã desta terça-feira (19), uma jovem de 28 anos foi morta, a tiros, no interior de um carro de aplicativo. O crime aconteceu na zona Sul de Fortaleza e o caso já é objeto de investigações por parte do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), da Polícia Civil

De acordo com as primeiras informações repassadas pela Polícia, o crime aconteceu no bairro Planalto Ayrton Senna, antigo Pantanal do José Walter. Uma mulher identificada inicialmente como Denise Alves Pereira, 28, era passageira de um veículo de chamadas por aplicativo, que foi atingido por vários tiros quando passava pela Avenida Orquídea Verdes.

A mulher  estava a caminho do trabalho. Ela era gerente de uma loja de roupas no Centro de Fortaleza. “Ela mal entrou no carro e, logo ali, outro carro cruzou na frente do que ela estava e dois homens desceram. Eles foram logo atirando”, contou um familiar da vítima, que preferiu não se identificar por temer represálias dos assassinos. Acrescentou que o carro onde estavam os atirados é de cor branca. “é só o que sei”, disparou.

Denise foi atingida por tiros de pistola na cabeça quando estava no banco traseiro do automóvel.  O motorista ainda socorreu a passageira ferida. Ela foi levada para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro, onde morreu na Emergência.

Outro parente de Denise fez questão de afirmar no hospital,  que ela era uma mulher honesta, não tinha nenhum envolvimento com crimes e que morava em um apartamento com a mãe e um irmão.

O corpo da mulher foi  removido para a Coordenadoria de Medicina Legal (Comel) da Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce).

 

Fonte: Fernando Ribeiro

Notícias Relacionadas