Redação do Portal

Redação do Portal

Vulnerabilidades no Tinder e na ferramenta Account Kit do Facebook permitiram a um hacker assumir o controle do Tinder de outros usuários – ganhando acesso até mesmo as mensagens privadas – usando apenas o número de telefone da vítima.

O problema foi descoberto por Anand Prakash, um pesquisador de segurança, e já foi corrigido tanto pelo Tinder quanto pelo Facebook.

Em vez de pedir que seus usuários cadastrem um nome e uma senha antes de começar a procurar por pretendentes, o Tinder usa o Account Kit, uma ferramenta para desenvolvedores da plataforma Facebook que, como explica a página oficial, as pessoas a se cadastrarem de forma rápida e fácil em aplicativos de terceiros usando o número de telefone ou endereço de email como credenciais, sem a necessidade de utilizar senhas. Usuários podem simplesmente inserir o número do próprio telefone para receber um código de verificação por SMS e usarem o serviço.

Mas Prakash encontrou vulnerabilidades nessa configuração que permitiram a ele logar na conta do Tinder de alguém – e uma vez logado, ele pode ler as mensagens e escolher novos pretendentes para o usuários invadido.

“Havia uma vulnerabilidade no Account Kit, ... que um invasor poderia ter usado para ganhar acesso a conta de qualquer usuário usando apenas o número de telefone dele. Uma vez dentro, o invasor poderia encontrar o token de acesso presente nos cookies do Account Kit de cada usuário”, explicou Prakash em seu blog. Disso, o hacker poderia utilizar o token de acesso para logar na conta do Tinder de alguém.

"A API do Tinder não checava o ID do cliente no token providenciado pelo Account Kit”, explicou o pesquisador. “Isso permitia ao invasor usar o token de acesso de qualquer outro aplicativo que fizesse uso do Account Kit para invadir as contas do Tinder de outros usuários”.

Felizmente, Prakash reportou suas descobertas para os programas de denúncia de bugs de cada companhia, que premiam pesquisadores de segurança com dinheiro em troca de informações sobre as vulnerabilidades que eles descobrem.

“Nós rapidamente corrigimos o erro e somos gratos ao pesquisador que a trouxe para nós”, disse um porta-voz do Facebook ao Gizmodo. Prakash diz que o Facebook o premiou com US$ 5 mil pelo seu programa de bugs. Ele também recebeu US$ 1.250 do Tinder.

Fonte: msn


A investigação do Ministério Público Federal sobre as contas bancárias na Suíça atribuídas a Paulo Vieira de Souza, o Paulo Preto, apontado como operador do PSDB, é marcada por lacunas e procedimentos que fogem à rotina de uma apuração do gênero.

Segundo decisão da Justiça Federal, uma firma offshore do Panamá da qual Souza é beneficiário, a Groupe Nantes, deteve durante dez anos contas no banco suíço Bordier & Cie.

Em junho de 2016, as contas atingiram R$ 113 milhões, em valores convertidos. Naquele mesmo ano, Souza havia declarado patrimônio de R$ 2,8 milhões no Brasil. Em fevereiro de 2017, os valores da Suíça foram transferidos para contas em Bahamas.

Souza foi diretor da Dersa, órgão estadual de obras viárias de São Paulo, de 2007 a 2010, durante a gestão do governador José Serra (PSDB). Delatores da Odebrecht disseram que Souza pedia e recebia recursos em propina e caixa dois em nome do PSDB em troca de obras viárias.

As perguntas que cercam as contas começam na Procuradoria-Geral da República. Apesar de haver inquérito sob seu controle no STF a respeito de Souza e de Serra, a procuradora-geral, Raquel Dodge, afirmou por escrito ao STF que não fará essa investigação, mas sim a Procuradoria da República em São Paulo.

Ao mesmo tempo, pediu ao tribunal que ordene à Justiça Federal da capital paulista permitir vista do caso, um procedimento até então sigiloso, à defesa do investigado.

Para fundamentar sua petição, Dodge argumentou que o caso se refere a um procedimento que investiga o papel de Souza em um suposto prejuízo estimado em R$ 10 milhões na desapropriação de imóveis em São Paulo – o valor, porém, é muito distante do apurado como saldo das contas suíças.

Além disso, a Polícia Federal não foi avisada pela PGR sobre a existência das contas, segundo a reportagem apurou. Em conversa reservada, um policial federal destacou surpresa com a informação sobre as contas, que estava em poder do Ministério Público desde agosto do ano passado e não foi compartilhada. A PF só soube delas a partir de reportagem divulgada pela Folha de S.Paulo em 29 de janeiro passado.

Um terceiro ponto nebuloso é que a informação de que existia uma cooperação internacional em andamento autorizada pela 5ª Vara Federal Criminal de São Paulo vazou para a defesa de Souza de forma não explicada.

Após terem acesso ao pedido do MPF para cooperação internacional com a Suíça, os advogados de Souza passaram a peticionar no gabinete do ministro no STF Gilmar Mendes, a fim de suspender o acordo com os suíços e reunir ali todas as investigações.

DOIS FLANCOS

Souza é alvo dos procuradores em duas frentes simultâneas: o inquérito no STF, ao lado de Serra, conduzido pela PGR a partir das delações da Odebrecht, e pelo menos cinco procedimentos na Procuradoria da República em SP, incluindo o processo sigiloso sobre as contas suíças.

A informação sobre as contas, enviada pelo Ministério Público da Suíça, chegou ao MPF de São Paulo em agosto de 2017, remetida pela própria PGR, então na gestão do procurador Rodrigo Janot.

Em outubro, a Procuradoria em SP obteve decisão favorável da juíza federal Maria Isabel do Prado para iniciar o acordo internacional. A decisão foi então remetida à Secretaria Internacional da PGR, para continuidade do acordo. O órgão acionou o Ministério da Justiça, que legalmente é responsável pela mediação com outros países.

Nesse meio tempo, o advogado de Souza, o ex-procurador José Roberto Santoro, obteve a informação sobre as contas. Ele usou, em petição ao STF, termos genéricos para explicar como soube que a Suíça passara a informação ao Brasil. À reportagem, disse que foi por meio judicial.

Apesar do carimbo de sigilosa, a decisão da juíza foi anexada ao inquérito no STF pela defesa sem explicação sobre a origem. Os advogados dizem apenas que a decisão foi "disponibilizada" a eles.

A sequência dos eventos revelou que a "disponibilização" não partiu da juíza. Em um episódio narrado por Santoro em outra petição ao STF, advogados de Souza disseram ter ido à vara de Justiça Federal de SP para exigir o acesso à íntegra da cooperação.

OUTRO LADO

A defesa de Paulo Vieira de Souza afirmou, em nota à imprensa, que ainda não teve acesso aos documentos da investigação em São Paulo que contêm as informações sobre contas atribuídas ao cliente fora do Brasil, e espera que o procedimento seja anulado.

"Essa investigação feita em São Paulo afronta decisão anterior proferida em reclamação perante o STF e, por isso, a defesa aguarda decisão sobre requerimento pedindo a avocação desse procedimento à corte e, igualmente, o reconhecimento da nulidade de seus atos e decisões", disse o advogado Daniel Bialski.

A assessoria do senador José Serra (PSDB-SP) afirmou em nota que, "como o fato não tem relação com o senador, ele não irá se manifestar".

A Procuradoria-Geral da República informou, via assessoria, que tudo o que o órgão tem a dizer está na manifestação de Raquel Dodge ao Supremo.

No documento, a procuradora-geral considerou que os dados bancários enviados pela Suíça dizem respeito à investigação em curso em São Paulo sobre supostos desvios em desapropriações para as obras do Rodoanel Sul.

Para Dodge, tais informações bancárias não são de interesse da PGR para a elucidação dos supostos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro investigados no inquérito no STF que tem como alvos Souza e o senador Serra.

A PGR entende que a investigação sobre os valores encontrados na Suíça deve seguir somente em São Paulo.

O MPF-SP não comentou o caso sob o argumento de que "procedimentos de cooperação internacional são sigilosos e, por isso, o MPF é impedido legalmente de comentar, independentemente de a defesa de Paulo Vieira de Souza ter revelado parte desses documentos" ao STF.

Procurada, a 5ª Vara Federal de SP informou que "o processo permanece resguardado sob segredo de justiça e, neste momento, encontra-se no Ministério Público Federal. O fornecimento de mais informações depende do eventual retorno dos autos e de deliberação sobre o sigilo do inteiro teor do feito".

RECEIO

Auxiliares dos caciques tucanos paulistas José Serra, Geraldo Alckmin e Aloysio Nunes reagiram com preocupação à revelação de que Paulo Vieira de Souza, o Paulo Preto, apontado como operador do PSDB, tinha R$ 113 milhões na Suíça.Teme-se que o detalhamento das transações que resultaram nesse saldo seja trazido à tona.

Como o Ministério Público da Suíça enviou espontaneamente a pares brasileiros dados sobre quatro contas em banco suíço atribuídas a Vieira, há expectativa de que agora seja revelado o caminho do dinheiro.

Reservadamente, aliados de uns atribuem aos outros o elo com Paulo Preto, amigo de longa data do ministro Aloysio Nunes Ferreira (Relações Exteriores) e diretor da Dersa nos governos Alckmin, em 2005 e 2006, e Serra, de 2007 a 2010.

A avaliação feita no tucanato é que a revelação é grave porque dificilmente incontestável e o volume de dinheiro, alto. O montante é maior que o dobro encontrado no bunker ligado ao ex-ministro Geddel Vieira Lima (R$ 51 milhões em dinheiro vivo).

Investigado sob suspeita de ser operador do hoje senador José Serra (PSDB-SP) em desvios de recursos do Rodoanel, Paulo Preto, por meio de sua defesa, anexou decisão que estava sob sigilo no inquérito que tramita no STF (Supremo Tribunal Federal).

A informação sobre as contas bancárias foi citada pela juíza Maria Isabel do Prado, da Justiça Federal em São Paulo, por isso ela veio a público nesta terça-feira (21). Os R$ 113 milhões foram contabilizados em junho de 2016 e, em fevereiro de 2017, transferidos para um banco em Nassau, nas Bahamas, no período em que a delação da Odebrecht estava em processo de homologação no STF.

REAÇÕES

No entorno de Serra, considera-se que o dano de imagem ao senador é grave, ainda que juridicamente possa haver saídas, inclusive a prescrição.Investigado na Operação Lava Jato, o tucano desistiu de disputar eleições neste ano. Ele era cotado para o governo paulista, mas ainda tinha desejo de concorrer à Presidência. Seu mandato no Senado está na metade.

Auxiliares lamentam que Serra seja associado a Paulo Preto, quando, dizem, ele o "herdou" do governo Alckmin e nunca teve a mesma relação que tem com Aloysio.Assessores de Alckmin, porém, dizem que as acusações têm delimitação temporária clara. Vão de 2007 a 2010, quando Serra estava à frente do Palácio dos Bandeirantes.

Para o grupo do governador, será inevitável que o noticiário da Lava Jato e correlatos se intensifiquem conforme avança o calendário eleitoral. Alckmin deve ser o candidato do PSDB à Presidência.

Interlocutores de Aloysio, que se prepara para deixar o governo e disputar a reeleição no Senado, lembram que o tucano sempre reafirma a sua amizade com Paulo Preto, independentemente das acusações. Mas mostram irritação com a associação feita entre ambos –o ministro teve inquérito desmembrado. Com informações da Folhapress.

 

Fonte: msn


O atacante belga do Borussia Dortmund Michy Batshuayi acusou nesta quinta-feira os torcedores do Atalanta de atitudes racistas durante a partida desta quinta-feira pela Liga Europa, na qual o empate por 1 a 1 classificou os alemães.

O jogador belga denunciou no Twitter que na arquibancada torcedores italianos imitaram "sons de macacos".

No mês passado, o Atalanta foi punido com uma partida sem torcida após o defensor do Nápoles Kalidou Koulibaly sofrer o mesmo tipo de agressão racista.

O Dortmund se classificou para as oitavas de final da Liga Europa graças a vitória por 3 a 2 no jogo de ida, no qual Batshuayi marcou duas vezes.

O presidente do Atalanta, Antonio Percassi, pediu desculpas ao jogador: "Vou ser sincero e dizer que não escutei isto, mas se ocorreu, me deixa muito triste e tenho que me desculpar com Batshuayi. Isto jamais deveria acontecer".

 

Fonte: msn


Aberta na manhã dessa segunda-feira, 19, no Centro Social Urbano, a Jornada Pedagógica 2018, recebeu um grande público formado por e professores, diretores e coordenadores da rede municipal de ensino. Promovida pela Secretaria de Educação, o momento objetiva momentos de partilha de conhecimento e preparação para início do ano letivo.

A Jornada Pedagógica teve início com as bênçãos e acolhida do Padre Ronaldo Oliveira, pároco da Matriz de Nossa Senhora dos Milagres, contando com a presença do Prefeito Lielson Landim, da Primeira dama Elisângela Crisostomo, Secretários Municipais, Vereadores, Diretores de Escolas Públicas Estadual, representantes de Sindicatos da categoria, além de Técnicos da CREDE 20. 

O Prefeito Lielson em suas palavras desejou um ano letivo de grandes resultados, a partir do empenho e união de todos em prol de uma educação de qualidade, mencionando o Projeto TOPEI – Todos por uma educação Integrada. Já a Secretária de Educação Francisca Glaucineide, ressaltou os desafios e o compromisso da gestão municipal pela melhoria contínua dos resultados, com a valorização permanente da figura do professor.

O evento contou com palestras ministradas pela Doutora Lindaura Pinheiro, do CELP – Centro de Educação Lindaura Pinheiro e do Centro Universitário Leão Sampaio, além da Professora Rozimar Belém Morais, Diretora da Escola Estadual de Educação Profissional Irmã Ana Zélia da Fonseca. O evento prossegue até a próxima sexta-feira, 23, com atividades específicas de cada área e descentralizadas.

Assessoria de Comunicação

 


Um grupo armado explodiu uma agência dos Correios em Itatira, região Norte do Ceará, na madrugada deste sábado (17). Os criminosos usaram dinamite e levaram material da agência, que ficou em parte destruída. Um homem foi feito refém na fuga.

De acordo com a Secretaria de Segurança do Ceará, o grupo chegou dividido entre dois carros e uma moto. O homem feito refém na fuga foi liberado e teve o veículo incendiado. A secretaria não confirma se os criminosos levaram quantia em dinheiro, mas afirma que foi levado um "material" da agência.

Os criminosos fugiram abandonando um dos carros, uma S10 com placas de Independência e com queixa de roubo.

Segundo a secretaria, policiais militares e composições do Raio e Força Tática, dos municípios de Santa Quitéria e Madalena, foram mobilizados para a busca dos suspeitos. Ninguém foi preso. A Polícia Federal está investigando o caso.

 Fonte: G1-CE


Um homem de 18 anos suspeito de praticar assaltos morreu em troca de tiros com a polícia, no Iguape, neste sábado (17). A família dele foi presa por suspeita de dar apoio aos crimes.

Segundo informações da polícia, o rapaz teria praticado vários assaltos durante o carnaval e foi reconhecido por algumas vítimas. Ao ser encontrado pelos policiais, o suspeito fugiu, e na perseguição foi atingido por tiros.

Mãe, irmão e namorada da vítima foram detidos e encaminhados para a Delegacia Metropolitana do Eusébio e devem ser transferidos para a Cadeia Pública de Aquiraz.

 

Fonte: G1-CE


Na noite da última sexta-feira (16), iniciaram-se as aulas da turma de Educação Física da Universidade Estadual do Ceará – UECE, Polo UAB de Mauriti-CE. Nesse primeiro momento, aconteceu o encontro da disciplina HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO FÍSICA com o Prof. Ms. Bruno Feitosa Policarpo e o apoio do tutor presencial Jarisvaldo.

O curso veio ampliar e interiorizar a oferta de cursos e Programas de Educação Superior, por meio da Educação à Distância, priorizando a formação inicial a professores em efetivo exercício na Educação Básica Pública, como também incluir os jovens do nosso município ao acesso a universidade sem ter que se deslocar-se aos grandes centros.

A equipe do Polo UAB de Mauriti-CE, com o apoio da Secretaria Municipal de Educação e o Governo Municipal vem trabalhando incansavelmente na melhoria e oferta de cursos em diversos níveis como os Cursos Técnicos, de curta e longa duração, Graduações e Pós-graduações.

.


O Governo Municipal de Milagres vem a público esclarecer sobre conteúdo que trata de “irregularidade”, quanto ao Portal da Transparência do município. A fiscalização realizada mensalmente pelo Tribunal de Contas do Estado analisa a transparência da gestão, padrão mínimo de qualidade e divulgação de informações orçamentárias e financeiras em tempo real.

O Portal eletrônico do município (www.milagres.ce.gov.br), depois de sanadas as pendências, está recebendo novo layout. Com as adequações em andamento, acarretou ao visitante erro ao clicar no link que dá acesso aos dados contábeis, sendo este, direcionado ao acesso de Relatório Resumido da Execução Orçamentária – RREO e para o Relatório de Gestão Fiscal – RGF.

Após a verificação do erro que gerou a irregularidade apresentada pelo TCE, a Equipe Contábil e de Manutenção do Endereço Eletrônico do Governo Municipal de Milagres, informa que já está sendo solucionada a problemática, ao mesmo tempo em que pede desculpas pelos transtornos causados.

Assessoria de Comunicação.


 

A população do município de Mauriti vem ficando cada vez mais assombrada com os acontecidos, vários homicídios vem ocorrendo na cidade deixando os moradores com muito medo e sensação de insegurança.

 

Mesmo com a presença constante da Policia Militar fazendo ronda em duas viaturas nos locais mais movimentados da cidade, a ousadia dos criminosos não tem limites. Nos últimos dias vários homicídios vêm ocorrendo de forma inesperada e com muita violência.

 

Ontem (12/02) por volta das 21h foi assassinado o jovem JOÃO SALES SOUSA COSTA, 24 anos, natural da cidade de Quixadá-CE, mas que residia a cerca de um mês no bairro Bela Vista município de Mauriti-CE.

 

Segundo a Policia Militar, a vítima encontrava-se em uma Pizzaria no Centro da cidade na Pracinha do Sindicato, quando após fazer o pagamento de sua conta, observou algumas movimentações estranha e se dirigiu a seu veiculo um corola de cor bege, mas os dois homens já se aproximaram em uma moto HONDA BROS e fizeram vários disparos em sua direção,  o mesmo veio a óbito no local. Ainda de acordo com as informações, a vítima estava acompanhada da jovem Zilmara Brito de Almeida, 22 anos, natural de Quixadá-CE e de uma criança, ambas não sofreram nada.

 

A Policia Militar fez consulta junto ao SIP e foi constatado que a vítima tinha diversas passagens pela polícia, sendo elas por homicídio doloso, roubo e receptação, respectivamente oriundas das Delegacias de Quixadá/CE, Banabuiú/CE e Iguatu/CE.

 

Não se sabe ainda sobre a autoria como também sobre a motivação do crime, a PM fez diligências no intuito de identificar e prender os autores do crime, mas até o presente momento sem sucesso.

 

 


Na manhã dessa quinta-feira (08), o Prefeito Municipal de Milagres, Lielson Macêdo Landim (PDT), esteve reunido em seu gabinete com representantes, professores e diretores do Sindicato dos Professores e Servidores da Educação e Cultura do Estado e dos Municípios do Ceará – APEOC.

 

Na pauta, Lielson Landim tratou sobre os repasses do FUNDEB a prefeitura no exercício de 2017, destacando a realidade financeira atual, a ser exposta para toda a categoria durante a realização da Semana Pedagógica de 2018. Outro ponto tratou-se sobre o pagamento da folha relativa aos últimos 12 meses, considerando a situação encontrada no município.

O Secretário Executivo de Educação, Júnior Lima, se comprometeu com o sindicato de manter o diálogo permanente, inclusive com reuniões documentadas oficialmente, para que todo e qualquer esclarecimento seja feito por parte da prefeitura aos professores, bem como, fazer todo o acompanhamento dos recursos do FUNDEB junto à categoria.

Ainda durante a reunião, foi deliberado sobre a formação de uma mesa de negociação para definição do reajuste concedido anualmente, diante a observância dos recursos da educação, além da reformulação do Plano de Cargos, Carreiras e Remunerações – PCCR, após a apresentação e discussão durante a realização de uma assembléia.

Presentes estiveram Vanda Freitas, Presidente do Sindicato APEOC, o Vice presidente Marcondes da Silva, o Tesoureiro Gilberto Carvalho, a Secretária Elda Laurentino, e representando a categoria os professores Antônio Cassiano e Adelaide Malheiro.

Assessoria de Comunicação


Página 5 de 35

Previsão do Tempo em Mauriti-CE