Entretenimento

Entretenimento 780

A estreia de "Segundo Sol" - nova trama das 21h da TV Globo -, na última segunda-feira (14), foi marcada por uma gafe. Um homem misterioso apareceu dentro do barco em uma cena entre Beto Falcão (Emilio Dantas) e Ícaro (Thales Miranda).

Na internet, claro, o deslize não passou despercebido e o folhetim foi alvo de alfinetadas: "Logo na estreia já dão uma dessas?", reclamou um internauta no Twitter. "Nossa, mancada das grandes", avaliou outro. Já um terceiro brincou: "Que trabalho terrível o deste homem".

Não se sabe, porém, a função do rapaz em questão. Especula-se que o 'invasor' possa ser um salva-vidas que participou da sequência no mar para assegurar o bem-estar do ator-mirim.

Oficialmente, a emissora carioca não se pronunciou acerca do 'esquecimento'.

 

Fonte: msn


Silvio Santos irá ganhar um filme sobre sua vida. De acordo com a colunista Mônica Bergamo, do jornal 'Folha de São Paulo', o dono do baú terá sua trajetória retratada em um longa-metragem que sairá do forno pelas mãos da produtora Filmland Internacional. O roteirista Paulo Cursino, autor de filmes que incluem 'De Pernas pro Ar', ficou encarregado de escrever o roteiro original sobre o apresentador.

Intitulado 'O Patrão', o filme será ambientado em um domingo e fará menção aos famosos programas de auditório comandados por Silvio Santos, além de contar sua biografia. O plano é escalar o ator que interpretará Silvio ainda em 2018, uma vez que as gravações do longa estão previstas para acontecer no primeiro semestre de 2019.

Enquanto isso, Silvio Santos decidiu recentemente que vai colocar sua estátua de cera na frente da entrada do SBT.

Segundo Gugu Liberato, que presenteou o dono do baú com a estátua, ele quer que todo mundo admire a obra feita por um artista renomado, responsável por trabalhos em Hollywood e no famoso museu Madame Tussauds.

"Ele gostou do presente, disse que vai colocar na entrada do prédio central do SBT para que todos possam admirar e fotografar", revelou Gugu.

Apesar de não ter dito quanto pagou pelo mimo personalizado, avalia-se que uma estátua dessas possa chegar a custar US$ 300 mil.

"Há mais ou menos 18 meses, recebi a ideia da amiga de longa data, Danielle Calamita, que é vizinha do Silvio em Orlando. A partir daí procurei várias pessoas em dois ou três países que trabalham com esse tipo de escultura. Recebi então a indicação de que havia um artista em Hollywood que já produziu inúmeros trabalhos famosos para o cinema (Homem Aranha, Batman, etc) e procurei por ele. Tive que enviar dezenas de fotos de todos os ângulos para que pudesse ser feito o primeiro molde. O Jassa (cabeleireiro), que tem contato com Silvio semanalmente, ajudou-me muito com fotos tiradas no salão. A maior dificuldade nestes casos é o fato de não termos as medidas exatas o Silvio. Teve que ser somente através de fotos e vídeos", contou Gugu.

 

Fonte: msn


O Outro Lado do Paraíso terminou nesta sexta-feira, e a pergunta que não quer calar é: onde foi parar o médico (e monstro) Renato (Rafael Cardoso)? No capítulo de quarta-feira, o vilão trocou tiros com a polícia, e com os bonitões Gael (Sérgio Guizé) e Patrick (Thiago Fragoso), ao final do sequestro do ex-enteado Tomaz (Vitor Figueiredo) e foi atingido, assim como os dois pretendentes de Clara.

Desde então, ninguém mais comentou sobre o personagem — supõe-se que ele morreu apenas porque não deu as caras no final da novela.

Enquanto sua comparsa na reta final da trama, a dondoca Fabiana (Fernanda Rodrigues), apareceu na cadeia, sendo calorosamente recebida como “patricinha” pela presas que a cercaram com sangue nos olhos, de Renato sequer se ouviu o nome depois do capítulo de quarta-feira. Se Gael e Patrick sobreviveram, ele também pode estar vivinho da silva por aí.

Resta aparecer, rastejando, nas terras da Grande Mãe (Zezé Motta).

Renato surgiu na trama como um médico bonzinho, apaixonado por Clara (Bianca Bin). Mas, lá pelo meio da novela, o personagem revelou suas verdadeiras intenções: como Sophia (Marieta Severo), ele estava apenas interessado nas esmeraldas das terras da mocinha. Foi ele, inclusive, quem financiou a explosão que matou o pai de Clara.

Caída a máscara de bom moço, ele tentou tomar o dinheiro da ex por outros meios.

O Outro Lado do Paraíso terminou nesta sexta-feira, e a pergunta que não quer calar é: onde foi parar o médico (e monstro) Renato (Rafael Cardoso)? No capítulo de quarta-feira, o vilão trocou tiros com a polícia, e com os bonitões Gael (Sérgio Guizé) e Patrick (Thiago Fragoso), ao final do sequestro do ex-enteado Tomaz (Vitor Figueiredo) e foi atingido, assim como os dois pretendentes de Clara.

Desde então, ninguém mais comentou sobre o personagem — supõe-se que ele morreu apenas porque não deu as caras no final da novela.

Enquanto sua comparsa na reta final da trama, a dondoca Fabiana (Fernanda Rodrigues), apareceu na cadeia, sendo calorosamente recebida como “patricinha” pela presas que a cercaram com sangue nos olhos, de Renato sequer se ouviu o nome depois do capítulo de quarta-feira. Se Gael e Patrick sobreviveram, ele também pode estar vivinho da silva por aí.

Resta aparecer, rastejando, nas terras da Grande Mãe (Zezé Motta).

Renato surgiu na trama como um médico bonzinho, apaixonado por Clara (Bianca Bin). Mas, lá pelo meio da novela, o personagem revelou suas verdadeiras intenções: como Sophia (Marieta Severo), ele estava apenas interessado nas esmeraldas das terras da mocinha. Foi ele, inclusive, quem financiou a explosão que matou o pai de Clara.

Caída a máscara de bom moço, ele tentou tomar o dinheiro da ex por outros meios.

 

Fonte: msn


Johnny Depp foi acusado de agredir um funcionário no set de filmagens de City of Lies, após beber e fumar durante o dia todo no set. O ator teria tentado socar o membro da produção ao ser avisado que deveria encerrar a cena.

De acordo com o site PageSix, uma testemunha revelou que o problema no set, descrito por ela como "tóxico", começou quando Depp assumiu a direção de uma cena na qual dois amigos seus estavam escalados como um policial e um morador de rua. "Os amigos de Johnny estavam na cena, e isso acabou se tornando muito mais do que deveria ter sido", revelou uma fonte.

Uma rua do centro de Los Angeles foi fechada para as gravações, mas quando o horário permitido de fechamento acabou, Depp quis manter as câmeras rodando. "Os produtores continuavam pedindo que o tempo fosse prolongado", explicou uma fonte próxima à produção. Finalmente, um gerente de locação informou ao diretor do filme, Brad Furman, que a cena tinha que ser encerrada, mas o cineasta interveio: "Diga isso a Johnny Depp!".

O gerente de locação teria dito, então, ao ator: "Esta é a última tomada". Porém, Depp ficou irritado e bateu no rosto do funcionário. "Ele estava a 15 cm de distância, gritando: 'Quem é você? Você não tem direito!', disseram as fontes. Quando o trabalhador disse a Depp: "Eu estou apenas fazendo meu trabalho", Depp teria tentado socar as costelas dele e gritado "Eu te dou US$ 100 mil para me dar um soco agora!" O funcionário atordoado ficou parado, e Depp foi finalmente retirado do local.

© Fornecido por Adorocinema_pt-br

Segundo a pubilicação, o representante de Depp não comentou o caso. Enquanto isso, o diretor Brad Furman insistira que o suposto incidente foi exagerado. "Johnny Depp é um profissional consumado, grande colaborador e um defensor de outros artistas", disse ele em um comunicado. "Ele sempre trata a equipe e as pessoas ao seu redor com o maior respeito. Filmes podem ser estressantes, e eventos não frequentes costumam ser exagerados. Nós todos amamos histórias — não há uma aqui."

City of Lies, cujo título de trabalho é LAbyrinth, segue um detetive da polícia de Los Angeles responsável por investigar um dos casos mais emblemáticos de violência dos Estados Unidos: a morte dos famosos rappers Notorious B.I.G. e Tupac Shakur.

Os próximos filmes de Johnny Depp incluem Gnomeu e Julieta: O Mistério do Jardim, previsto para 31 de maio, no qual ele dubla a versão original de Sherlock Gnomes; e Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald, com estreia marcada para 15 de novembro.

 

Fonte: msn


Veja um resumo dos principais filmes que estreiam no país na quinta-feira (10):

"A NOITE DO JOGO"

- Max (Jason Bateman) e Annie (Rachel McAdams) formam um casal perfeito, porque os dois são viciados em jogos, desde os de tabuleiros até charadas e mímica. Toda semana, recebem alguns amigos para partidas, nas quais perder não é uma opção para a dupla. A chegada de Brooks (Kyle Chandler), irmão do protagonista, transforma a brincadeira em algo mais arriscado e empolgante.

Brooks inova nos jogos. Voltou da Europa rico e contrata uma firma que encena sequestros e deixa pistas para que os demais jogadores encontrem a vítima e ganhem o prêmio. Porém, as coisas saem de controle quando o rapto acontece e pode não ser brincadeira.

O humor é bem-sucedido por levar a sério coisas impossíveis e transformá-las em algo cada vez mais absurdo. Bateman é conhecido por sua atuação em comédias, mas é McAdams quem rouba o show, como fez quando despontou em “Meninas Malvadas”.

"TODOS OS PAULOS DO MUNDO"

- É possível ler os movimentos de uma vida pelas palavras, atos, pensamentos. No caso do ator Paulo José, 81 anos, o mais simples é seguir as cenas de seus cerca de 50 filmes – aos quais se somam mais de 30 peças, 20 novelas e outro tanto de minisséries para a TV.

A partir de cenas de vários desses filmes, partindo do inaugural “O Padre e a Moça” (1965), o documentário “Todos os Paulos do Mundo”, de Gustavo Ribeiro e Rodrigo de Oliveira, compõe um impressionante e vivo mosaico da corporalidade desse ator que se emprestou a obras que percorreram o Cinema Novo (“Macunaíma” e “Todas as Mulheres do Mundo”) e todos os momentos seguintes no cinema brasileiro até agora.

Sem entrevistas ou depoimentos, as palavras, que são do próprio protagonista, são ouvidas de sua própria voz e de outros atores, como suas filhas Ana e Bel Kutner. Todos estes fragmentos encontram na tela uma surpreendente unidade.

Nem o desafio do mal de Parkinson, que o acomete há mais de 20 anos, foi capaz de detê-lo. O que perdeu em mobilidade e modulação da voz, ele compensa com uma energia sempre indomável. Este Paulo não poderia nunca ter nascido em nenhum outro lugar.

"ESPLENDOR"

- Premiado pelo júri ecumênico do festival de Cannes de 2017 e exibido na Mostra Internacional de São Paulo no mesmo ano, este singelo filme da diretora japonesa Naomi Kawase acompanha a relação delicada e conflituosa entre a jovem audiodescritora Misako (Ayame Misaki), empenhada em encontrar as palavras certas para descrever as cenas de filmes para plateias de deficientes visuais, e um fotógrafo, Masaya (Masatoshi Nagase), que já perdeu quase que completamente a visão. E de todos, Masaya é o mais crítico ao trabalho de Misako, de quem cobra rigor maior na escolha das palavras.

Para quem está prestes a perder a visão, a descrição de uma paisagem precisa ser rica e poética como a própria natureza. A diretora coloca frente a frente dois personagens que tem tudo para se completar: ele necessita da luz para enxergar, ela precisa encontrar as palavras certas para ajudá-lo a se mover na escuridão.

Tudo conspira para que ambos se aproximem e os sinais emitidos pelos demais sentidos de seus corpos são por demais evidentes. Mas não será fácil prosseguir nessa jornada entre luz e escuridão.

"DESEJO DE MATAR"

- Chega a ser injusto que esse filme tenha o mesmo nome do “clássico” de 1974 protagonizado por Charles Bronson, pois aqui tudo soa tão genérico que chamá-lo de remake chega a ser oportunismo. A história é mais ou menos a mesma, mas, nessas mais de quatro décadas, o tema foi tão copiado que se banalizou.

Bruce Willis assume o papel do vingador solitário que fará de tudo para um acerto de contas com os homens que mataram sua mulher (Elisabeth Shue) e deixaram a filha (Camila Morrone) em coma. De um médico pacífico, que não dá bola para provocações, a matador destemido é um passo no filme dirigido por Eli Roth.

Reacionário até a medula, “Desejo de Matar” funciona como mídia espontânea contra o controle de armas nos Estados Unidos e na defesa da justiça com as próprias mãos, quando o Estado parece não dar conta do combate à criminalidade sem ajuda externa.

"ACERTANDO OS PASSOS"

- Sabe aquelas comédias inglesas, de humor refinado, elenco afinado, que faz o espectador sair da sala de exibição com um sorriso no rosto? É esse o clima de “Acertando os Passos”, que narra as desventuras da aristocrática Sandra Abbott (Imelda Staunton), que descobre durante uma festa que seu marido, com quem é casada há 40 anos, tem um caso com sua melhor amiga.

Ao sair de casa para morar com a irmã (Celia Imrie), bem-humorada e completamente zen, Sandra encontra na dança de salão um estímulo para reorganizar a vida, convivendo agora com pessoas completamente diferentes de seu meio social.

O filme dirigido por Richard Loncraine tem um olhar carinhoso com a trupe, composta por homens e mulheres com mais de 60 anos, que enfrentam o envelhecimento com bom humor e solidariedade, artigos tão em falta no antigo mundo de Sandra.

 

Fonte: msn


Um dos assuntos mais comentados nos últimos tempos é a questão racial levantada por conta da nova novela das nove da Globo, a qual se passa na Bahia, mas conta com poucos atores negros no elenco.

E na noite de lançamento da nova atração, no Circo Voador, no Rio de Janeiro, não poderia ser diferente. O evento aconteceu na última terça-feira, dia 8, e as mudanças na trama depois que a Globo admitiu que haviam poucos negros no elenco foi levantado pelos atores que ali estiveram.

Roberta Rodrigues, por exemplo, disparou: - Essa ausência de negros está em vários produtos e não só nessa novela. Ainda contamos com pouca representatividade. Precisamos sempre estar na luta para que a mudança aconteça. No caso de Segundo Sol, isso chamou atenção por ser na Bahia.

Fonte: msn


Paulo Ricardo agradou os jurados ao imitar os trejeitos de Dinho, do Mamonas Assassinas, no “Show dos Famosos”, do “Domingão do Faustão”, neste domingo (6). O cantor levou até uma brasília amarela ao palco do programa.

“Tem que perder a vergonha. Vou continuar te provocando”, disse Boninho. “Eu te devo reverência com esse quadro maravilhoso que você trouxe. Você nos arrebatou, dou nota 10”, completou Claudia Raia.

Silvero Pereira, que costuma ser ovacionado pelo público em suas apresentações não se saiu tão bem na pele de Gal Costa. “Semana passada eu te dei 9.9 e fui crucificada. O Brasil te ama, e eu te amo também, sou super sua fã, mas para fazer a Gal [Costa], precisa ter uma pegada mais aguda. Teve algo que me incomodou, por isso vou dar 9,5”, analisou Raia.

Ao imitar Aretha Franklin, Sandrá de Sá foi muito elogiada pelos jurados: “Estou te dando 9.9 para você melhor ainda mais”, disse Boninho.

Helga Nemeczyk cantou “Voz Arranha” de Ana Carolina e agradou muito Miguel Falabela. “Estou vendo uma amiga interpretando uma outra amiga. Fez com muita propriedade. Só não vou dar 10, porque eu conheço muito a Ana, então darei 9,9”, disse o autor.

Claudia Raia também gostou muito da apresentação e deu a nota máxima: “Eu sou apaixonada por talento, e sou mais apaixonada ainda por quem estuda como você [...]. Dou nota 10”.

Vale destacar que após a apresentação deste domingo (6), Helga acumulou média de 118 pontos, Sandra de Sá ficou com 117,5, Paulo Ficardo totalizou 117,2, e Silvero Pereira ficou em quarto lugar com 117. 

Fonte: msn


Para interpretar uma personagem na próxima novela das 19h, “O tempo não para”, da TV Globo, Adriane Galisteu trocou as madeixas loiras, sua marca registrada, por longos fios de cabelo castanhos.

Na noite desta sexta-feira (5), a agora morena compartilhou um clique exibindo o novo visual para os fãs no Instagram. “Mudei! E quer saber? Estou feliz demais… que venham todas as novidades!”, escreveu Galisteu na legenda.

Slide 1 de 15: Para interpretar uma personagem na próxima novela das 19h, “O tempo não para”, da TV Globo, Adriane Galisteu trocou as madeixas loiras, sua marca registrada, por longos fios de cabelo castanhos. ++ Haja disposição! Adriane Galisteu compartilha malhação de sábado: “Bora treinar”Na noite desta sexta-feira (5), a agora morena compartilhou um clique exibindo o novo visual para os fãs no Instagram. “Mudei! E quer saber? Estou feliz demais… que venham todas as novidades!”, escreveu Galisteu na legenda. Aos 45 anos, Adriane continua linda. Ela é casada com Alexandre Iódice e tem um filho, Vittorio Galisteu, de 7 anos. Ela comanda o programa “Papo de Almoço”, às quartas, na Rádio GloboNão deixe de curtir nossa página no Facebook e também no Instagram para mais notícias do JETSSEssa foi a única imagem divulgada do novo visual de Adriane

Aos 45 anos, Adriane continua linda. Ela é casada com Alexandre Iódice e tem um filho, Vittorio Galisteu, de 7 anos. Ela comanda o programa “Papo de Almoço”, às quartas, na Rádio Globo

 

Fonte: msn


O apresentador Luiz Gasparetto morreu nesta quinta-feira aos 68 anos. Filho da best-seller Zíbia Gasparetto e médium como a mãe, ele lutava contra um câncer de pulmão. A informação foi divulgada no perfil do apresentador no Facebook. “No mundo espiritual, tudo tem começo e meio. O fim só existe para quem não percebe o recomeço. Nosso espírito é eterno”, diz o texto.

Gasparetto apresentou entre 2005 e 2008 o programa Encontro Marcado, na RedeTV!, onde tentava conciliar famílias brigadas. Também escreveu dezenas de livros sobre espiritismo e autoajuda.

Gasparetto revelou sua luta contra a doença em um vídeo publicada em fevereiro. “Eu não tenho medo de morrer. Eu convivo com fantasma o dia inteiro, como vou ter medo de morrer?”, afirmou ele na época. “A única coisa é essa escuridão que apareceu forte na minha vida e que me desafia. Muda tudo. Você reavalia tudo. A comida. As pessoas, como elas agem. O serviço, o trabalho. O amanhã.”

 

Fonte: msn


Pabllo Vittar caiu no gosto dos produtores da Rede Globo e vai gravar uma participação especial na novela "O Outro Lado do Paraíso" nessa sexta-feira, 4.

Segundo o colunista Flávio Ricco, a cantora aparecerá como ela mesma no velório-homenagem da Caetana, personagem de Laura Cardoso, ao lado de outras drags e convidados.

O convite surgiu depois do sucesso da música "K.O.", que integra a trilha sonora da trama.

Além disso, especula-se que Pabllo também apareça cantando no velório.

Muitos atores estiveram presentes na gravação do velório da personagem, que foi todo produzido no feriado do dia 1º de maio.

Até mesmo atores que não estavam envolvidos na cena foram ver a gravação, haja visto que ela foi considerada como um grande evento dentro dos Estúdios Globo.

Quando a novela terminar, Pabllo vai emplacar outra música nas novelas, agora na próxima trama das nove, "Segundo Sol".

A cantora gravou em inglês uma versão do hit "Swing da Cor", clássico de Daniela Mercury, especialmente para a história de João Emanuel Carneiro, que estreia no dia 14 de maio.

Além de Pabllo, a trama vai contar com músicas como "O Mais Belo dos Belos", também de Daniela Mercury mas na voz de Alcione; e "Beleza Rara", da extinta Banda Eva, na interpretação de Thiaguinho.

 

Fonte: msn


Página 3 de 56

Compartilhar

COMPARTILHAR

Previsão do Tempo em Mauriti-CE

Agenda Cultural do Cariri

  • bosco.jpg
  • master.jpg
  • 13.jpg
  • 15.jpg
  • 25.jpg
  • 42.jpg
  • damiao2.jpg
  • lora.jpg
  • lovyle.jpg
  • marcio.jpg
  • moto2.jpg
  • net.jpg
  • real2.jpg