Esporte

Esporte 1426

O lateral-esquerdo Filipe Luís será titular da seleção brasileira nesta segunda-feira (2), contra o México, pelas oitavas de final da Copa do Mundo, em Samara.

A confirmação foi dada pelo técnico Tite durante entrevista coletiva neste domingo, no palco do confronto. Com isso, o Brasil será o mesmo que bateu a Sérvia na última rodada da fase de grupos, em Moscou.

Titular da posição, Marcelo está recuperado de um espasmo na coluna, mas, mesmo assim, fica entre os reservas. A decisão foi tomada em conjunto pela comissão técnica.

"O que o técnico não pode é colocar um jogador em uma situação dessas para enfrentamento. Ele veio para campo, quer participar, isso mostra sua responsabilidade, seu comprometimento enquanto equipe. É uma das lideranças. Eu disse isso a ele, porém o técnico não pode, em cima de 45 ou 60 minutos, tempo de segurança, colocá-lo em um jogo dessa característica. Não pagamos preço de saúde. Vai para o treino, tal qual seja possível para apressar esse processo de confiança. Conversamos ao final do treino se poderia contar com ele. Ele disse que poderia contar, para esse tempo que foi dito", ponderou Tite.

Marcelo sofreu um espasmo na musculatura estabilizadora da coluna e foi substituído logo no começo do jogo contra os sérvios, cedendo sua vaga a Filipe. O lateral-esquerdo passou a semana em tratamento, na tentativa de estar à disposição para o jogo contra os mexicanos, mas, embora tenha condições de jogo, será preservado.

"Marcelo jogou pouquíssimo tempo no dia 27. No dia 26, véspera. No dia 28 e 29, o departamento médico não fez absolutamente nada. Ontem (30), veio a campo, fez trabalho com bola, um pouquinho específico, mas sem enfrentamento. Trabalho que foi feito hoje (1) também com baixo volume. Isso me faz ter a conclusão de que ele perde um pouco da velocidade de reação e faz com que fiquemos temerosos para um jogo que possivelmente tenha 120 minutos. Quando vou dar estimativa de tempo, não posso cravar que tenha capacidade para 120 minutos. Além disso, a previsão é de temperatura elevada, o que faz com que o desgaste físico seja muito grande. Ele vem de cinco dias de pouquíssima atividade. Mostrei tudo isso ao Tite, e nós chegamos a essa conclusão", explicou o preparador físico Fábio Mahseredjian.

Com isso, o Brasil terá em campo uma formação com Alisson; Fagner, Thiago Silva, Miranda e Filipe Luís; Casemiro; Willian, Paulinho, Coutinho e Neymar; Gabriel Jesus. O atacante Douglas Costa segue sem ficar à disposição do Tite, pois ainda está em fase final de recuperação de uma lesão muscular na coxa direita.

 

Fonte: R7


No dia 11 de agosto de 2012, o México vencia o Brasil por 2 a 1, em Wembley, a conquistava o inédito ouro olímpico. O título nos Jogos de Londres mudou o futebol mexicano, que viu a ascensão da sua seleção no cenário internacional. Dentre os campeões olímpicos de 2012, sete estão na Rússia, mas apenas o volante Hector Herrera é titular. Nesta segunda, México e Brasil se enfrentam pelas oitavas de final do Mundial, às 11h, em Samara. Para Herrera, a conquista do ouro olímpico não tem qualquer relação com a partida desta manhã.

- Tive a oportunidade de estar nessa geração da medalha de ouro. São lindas lembranças, mas é passado. Eles têm uma das equipes mais fortes do mundo. Esperamos que amanhã (hoje) nós façamos uma grande partida. Tenho muita confiança no nosso grupo e esperamos seguir no nosso sonho, que é ganhar a Copa do Mundo - disse Herrera, que tem 28 anos e joga no Porto, de Portugal.

Hector Herrera na final olímpica de 2012: remanescente (Foto: Steve Christo/Corbis via Getty Images)

Hector Herrera na final olímpica de 2012: remanescente (Foto: Steve Christo/Corbis via Getty Images)

Apesar da confiança, o volante pede atenção redobrada durante todos os 90 minutos do duelo contra o Brasil. Para sustentar sua posição, Herrera lembra da Copa do Mundo de 2014, quando o México fez 1 a 0 sobre a Holanda e levou a virada no fim após dominar a maior parte do jogo.

- Acredito que um jogo não se acaba enquanto não se faz um gol. O jogo tem 90 minutos e não se pode desconcentrar em momento algum. A partida contra a Holanda é uma experiência que nós temos que lembrar. Temos que estar sempre concentrados e juntos para levarmos um bom resultado - opinou.

Natural de Tijuana, Herrera espera que o México finalmente supere o trauma das oitavas de final, uma vez que a equipe tricolor caiu nesta fase nos últimos seis Mundiais.

- Confiamos plenamente na qualidade do nosso trabalho. O grupo é excelente, tem união e alegria. Isso nos faz pensar que podemos conquistar coisas juntos como jogadores. A confiança que temos é algo muito importante e pode nos levar a um outro patamar - concluiu.

 

Fonte: globoesporte


Paulinho marcou seu primeiro gol na Copa do Mundo da Rússia na vitória do Brasil sobre a Sérvia por 2 a 0. Titular da equipe de Tite, seu destino depois do Mundial pode não ser mais vestindo a camisa do Barcelona.

Ao menos é o que aponta o diário espanhol Mundo Deportivo, que revela, neste domingo, uma possível proposta “irrecusável” pelo meia brasileiro. De acordo com a reportagem, o clube catalão receberia mais dinheiro do que os 40 milhões de euros que gastou para contratar o jogador junto ao Guangzhou Evergrande, da China.

A especulação é de que o valor chegaria aos 50 milhões de euros, algo visto com bons olhos pelo time catalão por se tratar de um jogador de 30 anos. O nome do “pretendente” não foi revelado, mas o diário relatou que Kia Joorabchian visitou o Barça recentemente para falar de alguns assuntos, incluindo a proposta por Paulinho.

O meia chegou à Espanha em meio a muitas críticas, já que se tratava de um jogador veterano, que tinha uma passagem ruim pelo futebol da Europa, e que já estava no futebol chinês, visto como um destino para aqueles que já estão em fim de carreira.

Se acontecer, a venda pode ajudar o Barcelona em outras negociações, como a do meia Willian, do Chelsea, jogador desejado pelo técnico Ernesto Valverde.

Fonte: msn


Emerson Sheik anunciou que irá se aposentar em dezembro. Aos 39 anos, o atacante renovou nesta sexta-feira com o Corinthians por mais seis meses. Ele diz que este é o último contrato que assinará como jogador de futebol.

- Hoje renovei meu contrato com o Timão até o fim do ano e quero deixar aqui meus mais sinceros agradecimentos por todos estes anos de Corinthians e anunciar que este é o último contrato que eu assino enquanto atleta de futebol. Vou encerrar minha carreira aqui no Corinthians, lugar que eu amo, onde fui feliz durante todos estes anos e obrigado a vocês todos pelo carinho de sempre. Vai, Timão! - disse o jogador, à TV Corinthians.

Ídolo da torcida, Sheik está em sua terceira passagem pelo Corinthians (foi emprestado em 2014 e retornou). Nela, soma 23 jogos e dois gols, contra o Mirassol, no Paulistão, e Deportivo Lara, da Venezuela, pela Copa Libertadores. Ele fez parte do elenco campeão estadual.

Entre 2011 e 2015, foram mais 157 jogos e 26 gols. Foi bicampeão brasileiro (2011 e 2015), campeão paulista (2013), da Recopa Sul-America (2013), Libertadores (2012) e Mundial (2012). No segundo jogo da final da Libertadores contra o Boca Juniors (ARG), em 2012, marcou os dois gols da vitória por 2 a 0, resultado que garantiu o título inédito.

 

Fonte: R7


Além de ter o Brasil pela frente, nas oitavas de final da Copa do Mundo, outro adversário vem dando dor de cabeça aos mexicanos. Segundo o jornal “El Universal”, do México, uma “epidemia de gripe” está afetando o elenco e, agora, também o técnico Juan Carlos Osorio. O periódico chamou atenção para o fato de treinador ter tossido bastante na derrota para a Suécia.

O problema teria iniciado antes da segunda rodada da fase de grupos, quando o México venceu a Coreia do Sul. A partida foi realizada em Rostov e a temperatura local estava muito elevada, contrastando com o ar-condicionado do hotel da delgação. O intenso choque-térmico desencadeou a doença, que está sendo passada de jogador para jogador. “Quando um melhora, já contagiou outro”, diz a publicação do jornal.

Técnico Osorio está sempre acompanhado por um lenço nos últimos dias (Foto: Reprodução)

Técnico Osorio está sempre acompanhado por um lenço nos últimos dias (Foto: Reprodução)

Segundo colocado do Grupo F, o México pega o Brasil nas oitavas de final do Mundial. O confronto está marcado para a próxima segunda-feira, às 11h (horário de Brasília), em Samara. Quem vencer enfrenta o ganhador da partida entre Bélgica e Japão, que jogam no mesmo dia, às 15h, em Rostov.

 

Fonte: globoesporte


O novo contrato de Gustavo Scarpa com o Palmeiras foi registrado pela CBF e publicado no Boletim Informativo Diário (BID) da entidade, nesta sexta-feira. O jogador, assim, está autorizado a disputar novamente partidas pelo Verdão.

O meia de 24 anos voltou ao clube depois de conseguir um habeas corpus no Tribunal Superior do Trabalho (TST) que o libera do Fluminense. Scarpa havia perdido em primeira instância o processo que move contra a equipe das Laranjeiras, mas obteve a liberação em um tribunal acima. O Flu ainda pode recorrer, mas precisa apresentar uma novidade ao processo para tentar derrubar esta liberação.

Scarpa assinou novamente por cinco anos com o Verdão, nas mesmas bases do contrato acertado em janeiro. O clube vai pagar 6 milhões de euros (R$ 27 milhões) para adquirir 100% de seus direitos econômicos. O valor será pago ao atleta e ao seu estafe, não ao Fluminense.

Convocado por Roger Machado para a intertemporada do Palmeiras, o camisa 14 já viajou com o grupo para o Panamá, onde fará treinos e dois amistosos. Gustavo Scarpa não joga há mais de três meses - sua última partida foi no dia 11 de março. Desde então, ele vinha mantendo a forma com um preparador físico particular, em Hortolândia (SP).

 

Fonte: msn


A Bélgica venceu a Inglaterra por 1 a 0, nesta quinta-feira (28), em Kaliningrado, e terminou a primeira fase na liderança do Grupo G da Copa do Mundo. O gol foi marcado pelo meio-campista Januzaj, no segundo tempo da partida.

Com o resultado, os belgas enfrentarão o Japão, segundo colocado do Grupo H, na próxima segunda-feira, às 15 horas, em Rostov. Já a Inglaterra, segunda colocada da chave, terá pela frente a Colômbia, na terça-feira que vem, também às 15 horas, na Arena Spartak, em Moscou.

O confronto

Já classificadas, as duas equipes entraram em campo com times mistos. Ambos os treinadores decidiram poupar os principais jogadores para os duelos da próxima fase do Mundial. Os artilheiros Harry Kane (Inglaterra) e Romelu Lukaku (Bélgica) começaram o jogo no banco de reservas.

O jogo começou morno. Os times pareciam pouco interessados em atacar. Mas, aos 6 minutos, o goleiro inglês Pickford teve que se esticar para espalmar o belo chute de Tielemans, da Bélgica, no primeiro grande lance da partida.

No entanto, aos 9 minutos, Pickford quase entregou o ouro. Thorgan Hazard fez um cruzamento e Felaini ajeitou de cabeça para Batshuayi, que estava na pequena área. Pickford se antecipou e defendeu, mas soltou na sequência e deu um susto em Cahill, que tirou em cima da linha.

A Bélgica dominou os primeiros 15 minutos do duelo. Os ingleses tentaram algumas investidas, mas tiveram apenas um bom momento em uma falha do goleiro Courtois.

Aos 19 minutos, Tielemans fez uma falta dura em Rose e recebeu o cartão amarelo — um dos critérios de desempate — e que poderia decidir o primeiro lugar do grupo devido ao equilíbrio entre ingleses e belgas até aquele momento.

Pouco depois, Felaini dominou no peito e disparou para o gol, a bola explodiu na zaga e voltou para Tielemans, que também tentou emendar, mas não foi bloqueado. Na sequência do lance, a defesa da Inglaterra conseguiu afastar o perigo.

Aos 30 minutos, o lateral-direito Alexander-Arnold recebeu na intermediária, avançou alguns metros e chutou em direção ao gol. A bola passou muito perto da trave direita de Courtois. No entanto, ficou a dúvida se a intenção do lateral inglês teria sido bater direto no gol ou fazer o cruzamento.

A Inglaterra teve outra boa descida com o meio-campista Loftus-Cheek, que tentou uma cabeçada com perigo, aos 34 minutos, mas errou o alvo.Fechar anúncio

O jogo cresceu em emoção nos minutos finais da primeira etapa. Ingleses e belgas se alternaram em bons lances.

Por outro lado, os dois times mostraram que a pontaria não era o forte de ambos. Talvez faltasse a presença dos artilheiros Kane e Lukaku para mudar tal panorama no segundo tempo.

Etapa final

Na volta do intervalo, a Inglaterra foi o primeito time a buscar o gol. Aos 2 minutos, Rashford dominou no bico esquerdo da área e tentou tocar no ângulo de Courtois, mas chutou alto demais.

Porém, três minutos mais tarse, o meia Januzaj abriu o placar com um golaço em Kaliningrando. O jogador belga recebeu do lado direito da área, limpou o zagueiro inglês e bateu de esquerda, cruzado, no ângulo de Pickford: 1 a 0.

Os ingleses partiram para o ataque após sofrerem o gol. Aos 21 minutos, Vardy fez um belo lançamento para Rashford. O atacante avançou sozinho e tentou tirar de Courtois, que saía do gol, mas errou o alvo. Foi uma chance incrível perdida pela Inglaterra.

Logo após o lance, o técnico Gareth Southgate colocou o artilheiro Harry Kane no aquecimento. Do lado belga, Eden Hazard, camisa 10 e craque do time, irmão de Thorgan, também começou a se preparar para entrar. Mas nenhum deles entrou em campo.

Mas as primeiras trocas não trouxeram a campo os artilheiros. Na Inglaterra, o lateral Alexander-Arnold, do Liverpool, deu lugar ao atacante Welbeck.

A Inglaterra seguiu pressionando. Aos 37 minutos, um chute forte da entrada da área tinha endereço certo, mas Felaini cortou e cedeu o escanteio para os ingleses.

O meia Dries Mertens, astro do Napoli, ainda teve uma grande oportunidade de ampliar. O jogador chutou forte, mas Courtois fez grande defesa. A Bélgica ainda teve mais dois ataques importantes com Felaini, mas não conseguiu marcar.

O duelo entre Inglaterra e Bélgica não foi aquele esperado pelo público. Mas a partida foi bem disputada e demonstrou que as duas seleções podem surpreender os considerados favoritos ao título da Copa do Mundo.

Ficha técnica
28/6 – Estádio de Kaliningrado (Kaliningrado)
INGLATERRA 0 x 1 BÉLGICA

Árbitro: Damir Skomina (Eslovênia); Gol: Januzaj, aos 6 minutos do 2º tempo; Cartões amarelos: Tielemans e Dendoncker (Bélgica)
INGLATERRA: Pickford; Jones, Stones (Maguire, no intervalo) e Cahill; Alexsander-Arnold (Welbeck, aos 32 do 2º), Loftus-Cheek, Delph e Rose; Rashford e Vardy. Técnico: Gareth Southgate.
BÉLGICA: Courtois; Dendoncker, Boyata e Vermaelen (Kompany, aos 28 do 2º); Dembelé, Felaini, Chadli e Thorgan Hazard; Januzaj (Mertens, aos 40 do 2º), Batshuayi e Tielemans. Técnico: Roberto Martinez.

 

Fonte: R7


A Câmara Nacional de Resolução de Disputas (CNRD) da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) decidiu por incluir o Cruzeiro como assistente do atacante Fred no processo que o Atlético-MG move contra o jogador, cobrando uma multa de R$ 10 milhões por ele ter rescindido com o clube alvinegro e ido direto para o celeste, em dezembro do ano passado.

Em março, o Cruzeiro solicitou a ingressão no processo. Agora, a Câmara deferiu o pedido, incluindo o clube celeste na condição de assistente. Com isso, os clubes acreditam que o processo pode ser acelerado e, caso o veredito final condene o jogador a pagar a multa, o Cruzeiro não poderá recorrer, já que não é réu.

O Cruzeiro tem dez dias para se manifestar. A partir da resposta do clube sobre a decisão, a Câmara definirá a próxima etapa. Segundo apurou o GloboEsporte.com com fontes ligadas ao processo, a tendência é que a CNRD ainda solicite alguns posicionamentos das partes envolvidas, antes de marcar a data da primeira audiência - o julgamento já foi solicitado pelo Atlético-MG. Com isso, a etapa de instrução (argumentação) segue em andamento.

Denúncia rejeitada

Em março, o Atléticio-MG havia denunciado o Cruzeiro pelo fato de o clube rival ter recorrido à Justiça comum para depositar o valor da multa. Esta semana, a CNRD rejeitou o pedido do clube alvinegro e arquivou o processo.

A determinação de pagamento em juízo foi feita após pedido da WRV, então credora do Galo, que recorreu à Justiça para que o valor da multa fosse bloqueado e usado para pagamento da dívida. No entanto, o Atlético-MG conseguiu uma liminar impedindo que o depósito fosse feito na Justiça comum. Posteriormente, assinou acordo com a construtora para pagamento dos débitos e, com isso, deixou de existir a possibilidade de bloqueio do valor na Justiça.

Entenda o caso

Ao acertar a rescisão do contrato com Fred, no dia 22 de dezembro, o Atlético-MG impôs uma condição: se ele fosse para o Cruzeiro, deveria pagar uma multa de R$ 10 milhões. Atleta e representantes aceitaram o acordo. Quando assinou com o Cruzeiro, no dia seguinte, o atacante informou sobre a multa e deixou claro que só assinaria contrato caso a clube celeste assumisse a dívida. Ciente da situação, a diretoria contratou Fred e se responsabilizou pelo pagamento.

A multa deveria ter sido paga no dia subsequente à publicação do contrato no BID, da CBF - o que ocorreu no dia 16 de janeiro. Não houve o depósito. A diretoria cruzeirense decidiu levar o caso para análise do departamento jurídico. O Atlético-MG ingressou com uma ação na Câmara Nacional de Resolução de Disputas (CNRD) cobrando de Fred o pagamento dos R$ 10 milhões.

 

Fonte: globoesporte


Na última terça-feira (26), Argentina e Nigéria protagonizaram uma grande partida pela última rodada do Grupo D da Copa do Mundo. Mas Maradona foi uma atração à parte nas tribunas do estádio de São Petersburgo. Ele fez caras e bocas, poses, interagiu com outros torcedores argentinos e ainda xingou e fez gestos ofensivos com as mãos. Veja na galeria acima.

Segundo o jornal britânico Daily Mail, a comoção exagerada do ex-atacante foi motivada pelas filmagens de um documentário sobre a vida dele. O ídolo argentino estava sob as lentes das câmeras do cineasta Asif Kapadia, responsável pelas cinebiografias de Ayrton Senna e Amy Winehouse. Pelo segundo filme, ele venceu o Oscar de Melhor Documentário em 2016.

A cinebiografia de Maradona deve chegar aos cinemas em 2019. Ainda de acordo com a imprensa inglesa, o ex-craque fala sobre bebida, vício em drogas e sobre os bastidores de sua carreira.

 

Fonte: msn


A Suécia venceu o México por 2 a 0 e conseguiu a classificação do para oitavas de final, no estádio de Ecaterimbugo, nesta quarta (27). Os gols foram de Augustinsson e Granqvist. 

Mesmo com a derrota, o México está nas oitavas porque a Alemanha perdeu  para a Corei do Sul por 2 a 0, para alívio dos mexicanos.

Jogo equilibrado

A Suécia precisava da vitória e logo no segundo minuto de jogo tomou a iniciativa. Larsson cobrou falta na área, Berg cabeçeou sozinho e Granqvist errou finalização. 

Aos 12 minutos, Augustinsson cobrou escanteio, Granqvist cabeçeou e Berg chutou para fora, mas passou pertinho do gol de Ochoa. 

A primeira descida do México com qualidade foi aos 17 minutos. A Suécia errou e a bola ficou para Lozano, que tocou para Carlos Vela. Ele chutou e quase abriu o placar para os mexicanos. 

Chicharito toca o braço na bola dentro da área e a bola sai para escanteio. O árbitro argentino Néstor Pitana usa o VAR e não dá o pênalti. Depois da cobrança de escanteio, Herrera tirou muito mal e a bola sobrou para Berg finalizar. Ochoa defendeu. 

Aos 39 minutos, Vela recebeu na área, ele tirou de três jogadores suecos e chutou bonito. Mas a bola foi para fora. 

No último minuto da primeira etapa. Forsberg tocou para Berg na área. Ele tirou de Salcedo e chutou na rede pelo lado de fora. 

Suécia forte

 

Suecos comemoram gol de Granqvist, o segundo da Suécia

Só a vitória interessava a Suécia. Então, logo aos cinco minutos do segundo tempo, Claesson tentou chutar, furou e a bola sobrou para Augustinsson abrir o placar. 

Três minutos depois, quase Augustinsson fez o segundo. 

México errou feio no meio-campo e a bola ficou com a Suécia. Berg avançou no contra-ataque e Moreno o derrubou na área. Pênalti para a Suécia, que Granqvist bateu com perfeição. 

A primeira chance do México no segundo tempo foi de Chicharito aos 25 minutos. 

O México se abateu muito com os dois gols suecos e levou o terceiro. Depois de cobrança de escanteio, Toivonen tentou desviar e a bola bateu em Alvarez e entrou. 

Aos 35 minutos, o México quase diminuiu a diferença. Corona tocou para Chicharito, que matou no peito e chutou cruzado. Vela desviou, mas a bola foi para fora 

Aos 47 minutos, Lozano chutou de fora e Olsen defendeu em dois tempos. 

Classificação Grupo F

A classificação do Grupo F ficou: Suécia em primeiro, México em segundo, Coreia em terceiro e Alemanha em último.

 

Fonte: R7


Página 9 de 102

Commentários

Share on Myspace

Compartilhar

COMPARTILHAR

Previsão do Tempo em Mauriti-CE

Agenda Cultural do Cariri

  • felix.jpg
  • juazeiro.jpg
  • 13.jpg
  • 15.jpg
  • 25.jpg
  • 42.jpg
  • damiao2.jpg
  • lora.jpg
  • lovyle.jpg
  • marcio.jpg
  • moto2.jpg
  • net.jpg