Esporte

Esporte 1500

O Campeonato Carioca terá o clássico Fla-Flu na decisão. Depois do Fluminense passar pelo Vasco no último sábado, neste domingo foi a vez do Flamengo garantir presença na final do Estadual. Com dois gols do peruano Paolo Guerrero, o Flamengo derrotou o Botafogo por 2 a 1, no Maracanã, se classificando para a grande decisão do Carioca. Sassá, de pênalti, descontou para o Botafogo.

Após um primeiro tempo sem gols, o clássico ficou mais movimentado na segunda etapa. Logo aos 3 minutos, Éverton mandou a bola na área, Victor Luis tirou mal, e Guerrero pegou a sobra, finalizando para o fundo do gol.

Aos 20 minutos, o Flamengo chegou ao segundo gol. Éverton finalizou de dentro da área, a bola bateu na mão de Fernandes e o árbitro marcou a penalidade. Na cobrança, Guerrero chutou forte no meio do gol, deixando o Flamengo bem perto da decisão.

Na reta final do confronto, o Botafogo conseguiu descontar. Aos 40 minutos, Réver empurrou Sassá dentro da área e o árbitro assinalou a penalidade. O mesmo Sassá cobrou com categoria e diminuiu.

O clássico Fla-Flu ocorrerá na final do Campeonato Carioca pela primeira vez desde 1991. As decisões acontecem nos próximos dois domingos, sem vantagem para nenhuma das equipes.

"Será um jogo difícil, dureza, o Fluminense tem um ataque eficiente. Vamos procurar neutralizar, tivemos dificuldades na final da Taça Guanabara. Agora é esquecer o que ficou para trás. É uma nova decisão, onde realmente vale o título. Vamos em busca desse título no primeiro semestre", disse o zagueiro Réver.

Fonte: msn


As equipes italianas são conhecidas por suas fortes defesas e foi isso que garantiu o empate por 0 a 0 da Juventus contra o Barcelona no Camp Nou. Nesta quarta-feira, a equipe de Massimiliano Allegri foi consistente e conseguiu segurar o adversário, sem dar espaço para um novo milagre da equipe catalã.

Vale lembrar que no jogo de ida, no Juventus Stadium, a Velha Senhora contou com um show do argentino Paulo Dybala para construir uma ótima vantagem de 3 a 0.

A má notícia para a equipe de Turim é que o camisa 6, Sami Khedira, levou um cartão amarelo e, como estava pendurado, fica suspenso no primeiro jogo da semifinal da Liga dos Campeões. Os confrontos serão definidos através de um sorteio na próxima sexta-feira, às 7h (de Brasília). Real Madrid, Atlético de Madrid e Monaco são os outros classificados.

O JOGO

Com a difícil missão, o Barça passou o primeiro tempo com uma boa posse de bola e chutou mais vezes ao gol. Porém, a equipe teve problemas para acertar o alvo e muita dificuldade para furar o bloqueio bem armado dos adversários italianos.

Do outro lado, a Velha Senhora conseguiu o que queria na etapa inicial e saiu sem levar gols. Para isso, se manteve bem armada em campo, fechada e foi perigosa quando se lançou ao ataque, com Higuaín e Cuadrado sendo participativos.

No segundo tempo, Luis Enrique abriu mais o time, mas o time catalão continuou com dificuldades na pontaria, dando pouco trabalho para o goleiro Buffon. Para se ter ideia, das 17 primeiras finalizações do time da casa, apenas uma delas foi no alvo.

A consistência defensiva da Juventus, principalmente de Bonucci, pesou e a equipe treinada por Massimiliano Allegri conseguiu segurar a bola para diminuir o ritmo do jogo. Taticamente perfeita, a Juve cumpriu aquilo que se propôs e saiu da Espanha sem levar sustos.

FICHA TÉCNICA:

BARCELONA 0X0 JUVENTUS

DATA/HORA:

19/04/2017, às 15h45 (de Brasília)

LOCAL: Camp Nou, Barcelona (ESP)

ÁRBITRO: Björn Kuipers (HOL)

GOLS: -

CARTÕES AMARELOS: Iniesta (39'/1ºT), Neymar (42'/1ºT), Chiellini (11'/2ºT), Khedira (18'/2ºT)

CARTÕES VERMELHOS: -

BARCELONA: Ter Stegen; Sergi Roberto (Mascherano - 32'/2ºT), Piqué, Umtiti, Jordi Alba; Busquets, Iniesta, Rakitić (Paco Alcácer - 13'/2ºT); Messi, Suárez, Neymar. Técnico: Luis Enrique.

JUVENTUS: Buffon; Daniel Alves, Bonucci, Chiellini, Alex Sandro; Khedira, Pjanic; Cuadrado (Lemina - 38'/2ºT), Dybala (Barzagli - 29'/2ºT), Mandzukic; Higuain (Asamoah - 42'/2ºT). Técnico: Massimiliano Allegri.

Fonte: msn


Um dos principais jogadores em campo, Neymar não se escondeu e fez de tudo para reverter a vantagem da Juventus nesta quarta-feira, no Camp Nou. Não deu: com o empate em 0 a 0, o Barcelona deu adeus mais cedo da Champions League e foi eliminado ainda nas quartas de final. O craque brasileiro desabou ao apito final e chorou na saída de campo após o fim do sonho.

O atacante de 25 anos foi consolado inicialmente pelo compatriota Daniel Alves, ex-colega de Barça.

Logo em seguida, também se juntaram ao lateral direito o colombiano Cuadrado e o também brasileiro Alex Sandro. A cena chamou a atenção de todos ao fim do jogo.

Neymar tentou cobrir o rosto com a camiseta e deixou o gramado desolado com a desclassificação precoce na Liga dos Campeões.

Em caso de novo 'milagre' e classificação após a derrota de 3 a 0 no primeiro jogo, ele estaria de fora do primeiro confronto das semifinais após levar amarelo ainda no primeiro tempo.

A Juventus aguarda agora o sorteio das semifinais da LC na sexta-feira ao lado de Real Madrid, Atlético de Madri e Monaco.

Fonte: msn


Ter um lateral brasileiro parece significar sucesso aos candidatos ao título da Uefa Champions League. Lógico que não se trata de um fato, mas a coincidência chama atenção. Nada menos que sete jogadores da posição estão nos quatros semifinalistas do principal torneio de clubes da Europa.

O Atlético de Madri, único com apenas um nome, tem Filipe Luís como titular absoluto. Em sua segunda passagem pelo clube, o lateral esquerdo de 31 esteve em todas as convocações de Tite na eliminatória sul-americana da Copa do Mundo de 2018 na condição de reserva.

O titular do time verde e amarelo é Marcelo, outro nome presente na semi da Champions. Um dos destaques do Real Madrid, o jogador de 28 anos é um dos líderes do elenco e vive grande fase, como bem mostrou a bela assistência que deu no último gol da vitória sobre o Bayern de Munique por 4 a 2 na prorrogação na terça-feira. Os merengues também com o lateral direito Danilo, que é reserva de Daniel Carvajal.

Já pelo lado direito, o titular da seleção também confirmou passagem à semifinal. Daniel Alves ajudou a Juventus a eliminar o Barcelona, seu antigo clube e seguir adiante no torneio. O atleta faz sua primeira temporada na Velha Senhora, após ter sido ídolo na Catalunha.

Ainda na equipe de Turim, Alex Sandro é titular absoluto pela esquerda e tenta usar o bom futebol apresentado e a boa campanha de seu clube, que lidera o Campeonato Italiano, para conseguir uma chance na seleção brasileira.

Por fim, o Monaco com um jogador de cada lado. O lateral esquerdo Jorge, contratado em janeiro junto ao Flamengo, é reserva. Já Fabinho é titular absoluto, mas virou volante no time francês, mostrando-se uma opção versátil.

Os confrontos das semifinais da Uefa Champions League serão definidos em sorteio na sexta-feira, às 7h (de Brasília).

Fonte: msn


Que tarde fabulosa para a torcida do Vasco! O Cruzmaltino venceu o Botafogo, na tarde deste domingo (16), por 2 a 0, e garantiu o título da Taça Rio. Douglas e Luis Fabiano marcaram os gols da partida disputada no Engenhão.

Com o resultado obtido neste fim de semana, os comandados de Milton Mendes faturam a Taça Rio. A equipe já estava classificada para a semifinal do Campeonato Carioca. Contudo, buscava um título para elevar o moral do elenco.

O primeiro tempo da partida foi muito sonolento. Sem grandes chances para os dois lados, Vasco e Botafogo fizeram uma partida bastante morosa. Os homens de frente foram pouco acionados nos 45 minutos finais e precisaram correr bastante para dar algum trabalho.

A partida foi completamente distinta na volta do intervalo. Mais disputado, o duelo foi bastante movimentado. Marcelo foi expulso por falta no meio de campo, o que deixou o Vasco mais à vontade para atacar. O mandante, contudo, só balançou a rede nos minutos finais. Douglas aproveitou sobra em escanteio e abriu o placar. Luis Fabiano, no último lance do jogo, deixou o seu primeiro desde a chegada a São Januário. Após o apito final, Bruno Silva chutou a bola na direção do árbitro e também foi expulso.

Fonte: msn


Romário por onde passou deixou seu nome gravado na história do clube e um desses times poderia ter sido o Corinthians. O 'Baixinho' revelou que gostaria de ter jogado no Clube do Parque São Jorge e que quase jogou no clube em duas oportunidades, uma delas no ano do pentacampeonato brasileiro do time, em 2005.

Convidado do Resenha ESPN, deste domingo, Romário afirmou que por quase ter jogado no Corinthians ficou com essa vontade de vestir o manto alvinegro.

"Teve um determinado momento da minha carreira que eu pensei que fosse jogar no Corinthians. Teria sido legal se tivesse jogado no Corinthians, mas acabou não dando certo", disse. "Foi quando aquele iraniano (Kia Joorabichian) estava lá, o Andrés (Sanchez) também estava lá, o (Antônio) Lopes e o Ademar Braga, Paulo Angioni, essa galera toda... E por incrível que pareça foram os 'amigos' que não quiseram que eu fosse para o Corinthians. Não é que não quiseram, mas se eles tivessem feito uma forcinha maior, a coisa aconteceria. Então acabou não acontecendo", completou.

Romário ainda afirmou que houve outra oportunidade em que também chegou a receber uma proposta do Corinthians.

"Se não me engano o Oswaldo era treinador. (Na verdade) Teve uma outra época que Oswaldo era treinador e eu estava para ir para lá", revelou Romário, que garante que ia se dar bem em São Paulo. "Eu ia me dar super bem, eu ia ser o rei", brincou o atual Senador.

Fonte: msn


Com mais um gol do "Senhor dos Clássicos", o Corinthians saiu na frente no confronto contra o São Paulo por uma vaga na final do Campeonato Paulista.

Jogando no Morumbi, o Corinthians construiu o placar com uma ótima apresentação na primeira etapa, enquanto o São Paulo, apesar da pressão na segunda etapa, não conseguiu evitar a derrota por 2 a 0.

O jogo da volta acontece no próximo domingo (23), às 16 horas (de Brasília), em Itaquera. Com a vantagem conquistada, o Corinthians jogará em frente à sua torcida podendo até perder por um gol de diferença para chegar à final.

O São Paulo, que terá que reverter uma derrota também por 2 a 0 contra o Cruzeiro no meio da semana, pela Copa do Brasil, vai precisa vencer por três gols em Itaquera. Vitória do time tricolor por dois gols de diferença leva a decisão para os pênaltis.

  • É clássico? Então é Jô

Depois de marcar contra o Palmeiras, Santos e no encontro com o São Paulo na primeira fase do Paulista, Jô manteve sua sequência positiva em clássicos desde que voltou ao Corinthians.

Foi o camisa 7 quem abriu o placar do Morumbi, aos 20 minutos do primeiro tempo. Rodriguinho viu a infiltração do atacante no meio da defesa do São Paulo e Jô, que estava um pouco na frente da linha dos zagueiros no momento do passe, recebeu para tocar na saída do goleiro.

  • Rodrigo Caio exemplar

Apesar da apresentação fraca do São Paulo na primeira metade do jogo, foi Rodrigo Caio quem chamou a atenção de todos. Não por uma jogada, mas sim por uma atitude cada dia mais rara de se ver.

O atacante ainda ficou perto de ficar de fora do jogo da volta já que, pendurado, recebeu cartão amarelo de Luiz Flavio de Oliveira ao tentar chegar em lançamento que Rodrigo Caio tomou a frente e Renan ficou com a bola. A arbitragem viu falta do atacante e deu o cartão, mas Rodrigo Caio, que foi quem realmente acabou tocando no goleiro, avisou o arbitro, que voltou atrás.

  • 2 a 0 antes do intervalo

O primeiro tempo do São Paulo foi de poucas oportunidades. Com dificuldades para furar o bloqueio defensivo do rival, os donos da casa só conseguiram ameaçar com uma bola alçada para Pratto, que finalizou completamente fora do alvo, e no chute de Thiago Mendes, que Cássio "bateu roupa" e foi salvo pelo zagueiro.

Para piorar, quando o Corinthians parecia apenas tocar a bola para administrar a vantagem conquistada no primeiro tempo, veio o segundo gol. Nos últimos segundos dos acréscimos, Rodriguinho experimentou de muito longe e o chute rasteiro entrou no canto direito do gol defendido por Renan Ribeiro, que não conseguiu chegar.

  • Cássio frustra a torcida

O São Paulo voltou dos vestiários com Gilberto no lugar de Luiz Araújo, e foi para o ataque. Mas Cássio estava lá para atrapalhar.

Aos 14 minutos, em cobrança de falta de muito longe, Maicon arriscou direto. A bola ia no canto direito, rasteiro, mas o goleiro do Corinthians conseguiu desviar para escanteio. Três minutos depois foi a vez de Gilberto arriscar no canto esquerdo, e Cássio apareceu mais uma vez.

Sem Jadson, que deixou o campo nos primeiros minutos do segundo tempo, contundido, o Corinthians aparecia menos no campo ofensivo e a primeira chegada com perigo foi aos 27, com um chute de Rodriguinho que passou muito perto do gol.

A última chance do São Paulo veio aos 42, mais uma vez com um cabeceio de Lucas Pratto, que acabou mandando justamente onde estava o goleiro do Corinthians.

  • Torcida na bronca

Após a segunda derrota seguida por 2 a 0 no Morumbi, a torcida do São Paulo demonstrou sua insatisfação com o time. Nos minutos finais do jogo, quando ainda buscavam ao menos um gol para melhorar a situação, as arquibancadas cantavam: "Vergonha! Vergonha! Time sem vergonha!".

Jô fez gol em todos os clássicos de 2017

Fonte: msn


A polícia de Dortmund ainda não sabe as causas das explosões que atingiram o ônibus do Borussia nesta terça-feira. Contudo, a procuradora Sandra Lücke revelou que uma carta foi achada perto do local e está sendo analisada. Para não prejudicar a investigação, ela não quis dar mais detalhes da pista.

- Uma carta foi encontrada, mas não posso dar mais informações por razões táticas. A autenticidade está atualmente sendo investigada. A carta toma responsabilidade sobre o ato, e eu não posso dizer mais nada - informou a procuradora, ao jornal "Ruhr Nachrichten", de Dortmund.

Gregor Lange - Chefe de polícia de Dortmund

Já o chefe de polícia local, Gregor Lange, disse que autoridades trabalham com a tese de um ataque direcionado ao ônibus do Borussia Dortmund. Ele preferiu não taxar o incidente como um ato terrorista.

- Não podemos dar muitos detalhes ainda, mas decidimos que deveríamos falar. Às 19h15 (do horário local), aconteceram três explosões nas proximidades do hotel do Borussia Dortmund, presumindo que foi um ataque direcionado. Não queremos excluir nada. As circunstâncias concretas ainda não estão claras – disse Lange.

Fonte: msn

 


O argentino Matías Defederico chegou ao Corinthians em 2009, vindo do Huracán, com o status de "Novo Messi", mas não apresentou futebol convincente e deixou o clube sob forte pressão. Hoje na Índia, com 27 anos, ele contou à Fox Sports da Argentina uma história curiosa: o modo como Ronaldo Fenômeno deixou a concentração do Alvinegro, em 2010, para fazer um churrasco.

+ Rodada desta quarta tem superjogo na Europa, Libertadores e mais

"Estávamos em pré-temporada (em Itu). Entramos de manhã e o técnico Mano Menezes nos deu folga até as 10 da noite. Não havia nada lá, estava morto e o 'Gordo' odiava isso. Ele disse que ia para São Paulo. Chegou um helicóptero e foi até o prédio dele, que saiu com mais alguns companheiros para fazer um churrasco", revelou.

Os companheiros em questão eram o zagueiro William, os volantes Edu Gaspar e Elias e o atacante Dentinho.

Na volta a Itu, ainda segundo Defederico, os jogadores não conseguiram utilizar o helicóptero e tiveram de retornar de carro, à noite. Na chegada ao hotel, Ronaldo teve de entrar à frente dos demais para aguentar a possível bronca de Mano Menezes.

Fonte: msn


Após um primeiro tempo perfeito, o Grêmio quase complicou o que seria uma tranquila vitória contra o Iquique, do Chile, na noite desta terça-feira, pela fase de grupos da Libertadores. O time gaúcho venceu por 3 a 2, em Porto Alegre, após ter feito três gols ainda no primeiro tempo. Os dois gols do rival vieram na etapa final, em que os chilenos pressionaram muito.

O triunfo ficou como lição para os gremistas, que se animaram com a facilidade inicial, despediçaram muitas chances para ampliar e quase acabaram empatando. O resultado também mantém o time com 100% de aproveitamento no Grupo 8 da Libertadores, com duas vitórias em dois jogos e seis pontos conquistados. O Iquique é o lanterna sem ponto.

Os dois primeiros gols do Grêmio foram marcados pelo atacante Luan. O primeiro foi aos 15 minutos, quando encobriu o arqueiro rival após um bom passe de Bolaños. Aos 23, ele recebeu a bola de Léo Moura e finalizou na saída do goleiro Cortéz.

O terceiro foi marcado por Bolaños, aos 28, em cobrança de pênalti. Ele bateu no canto esquerdo de Cortéz, que pulou para o lado oposto. A penalidade foi sofrida por Pedro Rocha, derrubado na área ao invadí-la com velocidade.

Sustos na etapa final

O primeiro tempo foi concluído assim, com amplo domínio gremista e muita festa nas arquibancadas da Arena do Grêmio. A expectativa era ver o time repetir a goleada do último sábado, quando bateu o Veranópolis por 5 a 0, pela semifinal do Gaúcho.

Chances não faltaram na segunda etapa. O time tricolor perdeu gols com Luan, Pedro Rocha (três vezes) e Bolaños. Em um descuído viu o rival diminuir.

Foi aos 15 minutos, quando Caroca marcou de cabeça após escanteio cobrado. Sete minutos depois novo susto e o Iquique fez o segundo. Uma tabela bem construída por Álvaro Ramos e Dávila resultou em gol deste último, em chute rasteiro na área.

Próximos compromissos

O Grêmio volta a campo no próximo domingo para enfrentar o Novo Hamburgo, em Porto Alegre, no primeiro jogo da semifinal do Campeonato Gaúcho.

Fonte: msn


Página 82 de 108

Commentários

Share on Myspace

Compartilhar

COMPARTILHAR

Previsão do Tempo em Mauriti-CE

Agenda Cultural do Cariri

  • felix.jpg
  • juazeiro.jpg
  • 13.jpg
  • 25.jpg
  • 42.jpg
  • damiao2.jpg
  • lora.jpg
  • lovyle.jpg
  • moto2.jpg
  • net.jpg