Policial

Policial 195

Dois homens foram presos em Maranguape suspeitos de usar notas de dinheiro falso, neste domingo (31). Os dois foram detidos em uma blitz de rotina da Polícia Rodoviária Estadual.

De acordo com a PRE, foram encontrados R$ 470 em notas falsas no veículo. O motorista do carro disse que estava trabalhando, fazendo uma corrida por meio de um aplicativo, e não conhecia o passageiro.

Os dois foram encaminhados para a sede da Polícia Federal, em Fortaleza, para prestar esclarecimentos.

 

 Fonte: G1


O desembargador do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios George Lopes Leite concedeu na nesta sexta-feira (28) liminar para libertar a arquiteta Adriana Villela, presa na quinta (27), em Ipanema, no Rio de Janeiro e transferida para um presídio de Brasília no mesmo dia. Segundo a assessoria do TJDFT, ela pode ser solta a qualquer momento.

Ela é acusada de participação no assassinato do pai, o ex-ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) José Guilherme Villela, da mãe, Maria, e da empregada da família Francisca Nascimento, mortos com 73 facadas dentro de casa, em Brasília, em agosto de 2009.

Para a polícia do Distrito Federal, a filha do ex-ministro teria tido “envolvimento direto" no crime. Ela sempre negou as acusações.

A decisão foi assinada pelo juiz pouco antes do meio dia desta sexta. Adriana foi detida no Rio e transferida para Brasília. Desde a noite de quinta, ela está no Presídio Feminino do DF, conhecido como Colmeia.

O Ministério Público, que foi quem fez o pedido da prisão de Adriana, agora só pode recorrer ao Supremo Tribunal Federal  (STF) da decisão do desembargador - e não a instâncias inferiores.

 

 Fonte: G1


Uma agência bancária foi atacada na madrugada desta segunda-feira (11) no município de Aurora, na região do Cariri, interior do Ceará. Segundo a polícia, criminosos abriram o cofre usando um maçarico e fugiram com o dinheiro do banco.

O grupo era formado por quatro suspeitos. Eles fizeram um buraco nos fundos da agência e conseguiram invadir o prédio. No local, eles utilizaram maçarico para violar o cofre e ter acesso ao dinheiro.

A polícia não divulgou a quantia levada pelos assaltantes. A Delegacia de Roubos e Furtos (DRF) iniciou as investigações sobre o caso.

Segundo o Sindicato dos Bancários do Ceará, o estado registrou 63 ataques a bancos neste ano, entre explosões, furtos e assaltos a clientes.

 

 

 

 

 

Fonte: G1


O Estado do Ceará deve pagar R$ 29 mil de indenização por danos morais para uma família, vítima de agressão de policiais militares. A decisão foi proferida nessa quarta-feira (29/11), pela 2ª Câmara de Direito Público do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE), com a relatoria da desembargadora Maria Iraneide Moura Silva. “Houve flagrante ato arbitrário e abusivo por parte dos policias militares, conduta que em muito se distancia do estrito cumprimento do dever legal”, disse a relatora.

De acordo com o processo, em 8 de novembro de 2008, a família (um casal e dois filhos), estava na Praia de Iracema, na companhia de amigos quando, em razão da desobediência de uma das crianças, o pai deu-lhe umas palmadas. Nesse momento, um policial militar teria considerado aquele ato como desacato à autoridade e ameaçou prendê-lo.

Ao se dirigir ao seu carro na companhia do amigo, o homem foi novamente abordado pelo referido policial com arma em punho. Sem oferecer resistência, foi agredido com socos e pontapés, algemado e levado em viatura ao 2º Distrito Policial, sendo conduzido por cinco policiais. Em seguida, foi liberado pelo delegado por não haver motivo para lavratura do flagrante.

Sentindo-se prejudicada, a família ajuizou ação na Justiça contra o Estado. Alegou o constrangimento que o pai sofreu na frente dos filhos, esposa e amigos. Informou que tanto ele como a filha precisaram fazer uso de calmantes e acompanhamento psicológico depois do ocorrido, tendo, inclusive, que ficar afastado do trabalho.

Na contestação, o Estado defendeu que não houve abuso policial, pois os agentes agiram no estrito cumprimento do dever legal, o que afasta a sua responsabilidade.

O Juízo da 10ª Vara da Fazenda Pública de Fortaleza determinou o pagamento R$ 29 mil à família, a título de danos morais. Para reformar a decisão, as partes apelaram (nº 0025405-81.2009.8.06.0001) ao TJCE. A família pediu a majoração do valor, enquanto o Estado argumentou que não houve ofensa à honra ou imagem das vítimas, pois os policiais agiram no estrito cumprimento do dever legal, reagindo à agressão física praticada inicialmente pelo homem, que desafiou a autoridade policial, afirmando que assim faria na presença de qualquer pessoa.

Ao julgar o caso, a 2ª Câmara de Direito Público negou provimento aos recursos. “É inadmissível situação dessa natureza, principalmente, quando praticada por quem tem o dever de, no exercício de suas funções, proteger o cidadão/civil, aqui representado pelo autor, esposa e filhos”, destacou a relatora. A desembargadora acrescentou ainda que a ação “não só lhe causou lesões à sua integridade física, como, principalmente, sequelas psicológicas em toda a família, testemunha desse triste evento”.

 

 

 

 

 

 

Fonte: Ceará Agora


No objetivo de reforçar a Segurança Pública no combate à criminalidade, o Governo do Ceará adquiriu novas 205 motocicletas para a Polícia Militar. A ação envolveu investimento de R$ 5,5 milhões. Os veículos Honda de 300 cilindradas irão incrementar a frota com mais agilidade e fortalecer o policiamento ostensivo na Capital e no Interior.

O governador Camilo Santana entregou os equipamentos para os policiais nesta terça-feira (28), em evento realizado na Praça do Ferreira, no Centro de Fortaleza.

Na Capital, parte das motocicletas será distribuída entre uma das companhias do Batalhão de Policiamento de Rondas e Ações Intensivas e Ostensivas (BPRaio) e a próxima Unidade Integrada de Segurança a ser implantada, a Uniseg 4, na região do grande Bom Jardim.

Camilo Santana detalha que a compra de mais motos faz parte do plano de dar maior mobilidade no atendimento policial, garantindo assim mais tranquilidade e segurança para a população. Além disso, o governador lembrou que o Estado tem assumido a Segurança Pública como pauta prioritária nos investimentos estaduais.

“O que temos aqui é mais um reforço. Temos feito vários investimentos na área de segurança. Esses equipamentos vão ajudar no patrulhamento motorizado da polícia, principalmente em Fortaleza. A motocicleta tem maior mobilidade, mais facilidade para entrar em determinadas áreas. É por isso que o Raio todo é motorizado. Recentemente, nós lançamos 14 equipes do Raio em Fortaleza. Agora ainda em dezembro vamos lançar a Uniseg do Bom Jardim e, na quinta-feira, será aula inaugural da terceira turma do concurso PM. Então, essa de hoje é mais uma ação dentro de diversas que o Estado tem feito”, expôs.

Acompanharam o chefe do Executivo na cerimônia o secretário adjunto da Segurança Pública e Defesa Social, coronel Alexandre Ávila; o secretário da Casa Civil, Nelson Martins; o deputado estadual e vice-presidente da Assembleia Legislativa, Tin Gomes; o comandante Geral da Polícia Militar, coronel Ronaldo Viana; o comandante Geral do Corpo de Bombeiros, coronel Heraldo Pacheco, o perito Geral da Perícia Forense, Ricardo Macêdo; e o deputado estadual Jeová Mota; entre outras lideranças políticas e autoridades das Forças de Segurança do Estado.

Mais mobilidade nas ações

Secretário adjunto da Segurança Pública e Defesa Social, Alexandre Ávila destaca que os policiais destinados a pilotar as novas motos são treinados para realizar abordagens ostensivas mais técnicas, com condução mais rápida e de melhor trânsito nas ruas e avenidas de maior tráfego. “Fortaleza é a quinta maior cidade do Brasil e conta com muitos corredores em suas vias. Com as motos vamos fazer uma ação preventiva mais efetiva, chegando a áreas de maior incidência de delitos de forma mais rápida e agindo com mobilidade mesmo diante de horários de trânsito mais complicados”, relatou

Tranquilidade no cotidiano

O assistente social Marcos Paulo, 30, tem o Centro de Fortaleza como destino comum em seu dia a dia. Durante a semana, por exemplo, realiza atividades bancárias e vai a zonas de comércio da região. Para ele, os reforços policiais e de estrutura do policiamento são de grande valor para levar mais paz ao povo cearense. “Esse reforço policial feito pelo Governo do Ceará nos últimos tempos tem nos dado uma sensação de maior segurança. É disso que estamos precisando, nos sentirmos mais tranquilos nas nossas atividades diárias aqui”, contou Marcos.

Outros investimentos

As motocicletas são o segundo investimento do Governo do Ceará voltado para o reforço da frota policial neste mês de novembro. No último dia 14, o governador Camilo Santana entregou 18 novas viaturas, entre caracterizadas e descaracterizadas, para a Polícia Civil do Estado Ceará (PCCE). O valor gasto na aquisição dos veículos, de modelo Jeep Renegade, foi de R$ 1.824.000,00. Em agosto último foram entregues 329 viaturas para diversas forças de segurança do Estado.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: Ceará Agora


O delegado de Polícia Civil de Quixeramobim, Cláudio Martins, revelou em entrevista à Rádio Campo Maior AM 840, nesta segunda-feira, 20, o novo número do WhatsApp da Delegacia para recebimento de denúncias.

O número é o (085) 9.9702.6379 e poderá ser adicionado pela população para o repasse de informações que ajudem na elucidação de crimes. A Polícia orienta aos usuários do serviço que evitem adicionar o número em grupos do aplicativo. O sigilo é garantido.

 

 

 

 

 

 

Fonte: Sertão Alerta


A Polícia Civil do Ceará prendeu nesta terça-feira um homem suspeito de falsificar documentos de aposentados para realizar empréstimos fraudulentos. O homem é investigado por aplicar golpes em, pelo menos, 9 pessoas. O total fraudado ainda não foi contabilizado, mas em apenas duas ações os valores chegariam a quase R$ 20 mil.

A equipe policial foi acionada por um agente financeiro que foi procurado pelo suspeito e desconfiou da atitude do mesmo. O agente financeiro revelou que os valores de dois empréstimos solicitados geraram desconfiança.

Um era de quase R$ 10 mil e outro de R$ 10 mil. Segundo a Polícia, a pessoa verificou as fotografias dos documentos que foram entregues como sendo dos aposentados e constatou que as imagens não eram condizentes com as idades dos supostos signatários dos empréstimos.  A Polícia continua trabalhando para identificar e localizar as supostas vítimas e acredita que o número possa aumentar. A participação de uma segunda pessoa também está sendo apurada.

 

 

 

 

 

 

Fonte: Ceará Agora


O Centro de Fortaleza vai ganhar um reforço policial permanente, com mais 160 policiais que estarão diariamente em pontos fixos da Malha Central patrulhando a área e impedindo a ação de assaltantes e autores de pequenos furtos. A decisão foi anunciada nesta terça-feira (21), num encontro entre o secretário da Segurança Pública do estado, André Costa, e representantes dos lojistas do Centro.

Os 160 homens da PM fazem parte da recente turma de soldados incorporada ao efetivo do Policiamento Ostensivo Geral (POG). Segundo dados da SSPDS, somente entre os meses de janeiro e setembro, nada menos, que 3.966 casos de roubos e furtos foram registrados no Centro, conforme Boletins de Ocorrência (B.O).

De acordo com André Costa, até janeiro próximo, o Centro conta com um reforço policial de aproximadamente 400 homens, das polícias Civil e Militar e do Corpo de Bombeiros Militar. Eles participam da operação anual batizada de “Centro Seguro”. O objetivo é garantir a segurança e tranquilidade para as pessoas que vão ao centro comercial da Capital realizar as suas compras de Natal e Ano-Novo. Mas, com o fim da “Operação Centro Seguro”, o reforço é retirado.

Flutuante

No entanto, conforme a medida anunciada ontem (20), dos 400 agentes que estão trabalhando neste período natalino, 160 ficarão definitivamente no trabalho de patrulhamento das ruas do bairro.

Segundo os lojistas, em dias úteis normais, o Centro recebe uma população flutuante de até 350 mil pessoas/dia. No entanto, neste período natalino, esta população passa para até 600 mil pessoas nos dias mais próximos ao Natal.

As vias e logradouros com maior intensidade de fluxo de pessoas são as ruas 24 de Maio, General Sampaio, senador Pompeu, Barão do Rio Branco, Floriano Peixoto, Guilherme Rocha, Liberato Barroso, São Paulo, Pedro Pereira, Pedro I, Senador Alencar e Castro e Silva; e além das praças José de Alencar, Lagoinha, do Ferreira, dos Leões, da Estação (Castro Carreira), Coração de Jesus, do Carmo,  e no entorno da Catedral, se estendendo até a Rua José Avelino, onde está localizado um centro de venda de confecções e o Mercado Central de Fortaleza.

 

 

 

 

 

 

Fonte: Ceará News 7


Nesta segunda-feira, equipes da DHPP e do Departamento de Inteligência Policial (DIP) capturaram mais dois suspeitos de envolvimento no assassinato de quatro menores no Centro Mártir Francisca, há uma semana

Uma semana após o massacre de quatro adolescentes que estavam recolhidos em um centro de semiliberdade do estado, a Polícia informa que já deteve três pessoas – entre elas um menor – suspeitos  de envolvimento na chacina.  Nesta segunda-feira, um adulto e um adolescente foram detidos pelas equipes da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

A chacina ocorreu no último dia 13, quando foram executados a tiros de pistolas e escopetas (calibre 12) os adolescentes Douglas Lemos de Lima, 13 anos; Lucas da Silva Pascoal, 15; George Alves de Oliveira, 18; e Edgleisson Oliveira de Sousa, 16 anos.  Os quatro estavam cumprindo medida socioeducativa no Centro de Semiliberdade Mártir Francisca, no bairro Sapiranga-Coité (zona sul de Fortaleza), quando foram retirados dali à força, durante a madrugada, por um grupo armado, e executados numa comunidade próxima.

O diretor da DHPP, delegado Leonardo Barreto; e  a presidente do inquérito policial, delegada Évna América, informaram que além dos três detidos – dois adultos e um menor – outras oito pessoas já foram identificadas como envolvidas na chacina, inclusive o mandante, que seria um chefe de quadrilha ligado à facção criminosa Comando Vermelho (CV).

A identidade do chefe da facção CV no bairro Sapiranga-Coité, que está sendo caçado pelas equipes da DHPP e do Departamento de Inteligência Policial (DIP), não foi, ainda, revelada. Sabe-se que ele forneceu as armas para que os “soldados” da facção praticassem o crime.

Um dos detidos já confessou  participação no crime. Já o primeiro menor a ser apreendido informou que esteve na cena do crime, mas não atirou nas vítimas.

Executados

Segundo denúncia do juiz Manuel Clístenes, titular da 5ª Vara da Infância e da Adolescência de Fortaleza – e responsável pelo julgamento e a aplicação da medida contra os menores infratores – os  internos do Centro Mártir Francisca já haviam denunciado o clima de medo, com ameaças deque poderiam ser mortos pelos membros do CV, já que alguns, mesmo não sendo daquela área da cidade, seriam integrantes ou simpatizantes da facção rival, a Guardiões do Estado (GDE).

As ameaças se concretizaram na madrugada do dia 13.

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: Ceará News 7


Quatro servidores da Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Semace) foram presos e outros seis afastados de suas funções, nesta terça-feira (21) durante uma operação do Ministério Público do Ceará (MPCE), em conjunto com a Polícia Civil. O superintendente do órgão foi afastado.

De acordo com o MPCE, a operação apura crimes de corrupção passiva, concussão, advocacia administrativa, inserção de dados falsos em sistemas de informação da administração pública e organização criminosa por parte de servidores. Além das prisões, também foram apreendidas 3 armas de fogo e R$ 200 mil em espécie.

Segundo informou o Grupo de Combate às Organizações Criminosas (GAECO) do MPCE, “uma organização criminosa composta por sua maioria de servidores comissionados denominados ‘articuladores’ atua há vários anos na Semace, emitindo pareceres técnicos que omitem propositadamente informações relevantes, com a intenção de criar dificuldades inexistentes a empreendedores de diversas áreas, em troca de vantagem indevida”

O órgão acrescentou que os membros da organização atuam ao mesmo tempo na fiscalização e emissão de pareceres, bem como na orientação e assessoria às empresas que buscam licenciamento ambiental. Em troca dos serviços, os servidores recebiam pagamento de propina.

Além das prisões, foram cumpridos mandados judiciais de busca e apreensão em diversos endereços dos investigados, além das dependências da própria Semace. As equipes da Polícia Civil, promotores de Justiça do Gaeco e técnicos de informática da Procuradoria Geral de Justiça (PGJ) apreenderam equipamentos de informática. Todos os objetos apreendidos seguem para análise a fim de reforçar a investigação.

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: Ceará Agora


Página 2 de 14

Commentários

Share on Myspace

Compartilhar

COMPARTILHAR
  • jc.png
  • marcio.jpg
  • moto2.jpg
  • parceiros2017.gif
  • real2.jpg