Policial

Policial 305

Doze pessoas foram presas nos últimos dois meses pela venda ilegal de passagens do transporte público, com uso de cartões eletrônicos do bilhete único e passe card, em Fortaleza. Mais de 400 cartões magnéticos foram apreendidos durante as fiscalizações, conforme a Polícia Civil.

A polícia intensificou as operações contra a comercialização irregular de passagens no Centro da capital e na entrada dos terminais do Siqueira e da Parangaba. Na última quarta-feira (18), três pessoas foram flagradas e autuadas por estelionato no 5º Distrito Policial, no Bairro Parangaba.

De acordo com o delegado Jaime de Paula, titular da Delegacia de Defraudações e Falsificações (DDF), quem compra ou vende o passe eletrônico para uso no transporte público pode responder pelos crimes de estelionato e falsidade ideológica. O delegado esclareceu que, em caso de perda ou roubo, a empresa do transporte público deve ser comunicada para fazer o bloqueio e solicitar a 2ª via do cartão.

Fiscalização

O Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Ceará (Sindiônibus) também realiza a checagem do uso dos bilhetes eletrônicos utilizados nos coletivos. Um sistema no interior dos veículos capta as imagens do passageiro, e técnicos comparam com as fotos cadastradas no documento.

Em caso de irregularidade, o documento é bloqueado por 24 horas. Em caso de reincidência, o benefício pode ser suspenso por até 180 dias ou ser bloqueado definitivamente. De acordo com o Sindiônibus, 200 cartões do bilhete únicos são bloqueados por dia em Fortaleza.

 

Fonte: G1-CE


O vereador de Aurora, no Ceará, Valmir Costa Gonçalves foi preso nesta terça-feira (24) suspeito de estuprar uma criança durante um plantão médico no hospital de Umari, onde o vereador trabalha como diretor clínico. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública do Ceará, o crime ocorreu no ultimo dia 11 de julho.

A Justiça da cidade de Ipaumirim determinou a prisão temporária do vereador, que tem prazo de 30 dias, podendo ser prorrogada por igual período.

Valmir Costa Gonçalves, vereador de Aurora, no Ceará, é suspeito de estuprar criança em Umari. (Foto: Divulgação/Câmara Municipal de Aurora)

Conforme o mandado de prisão, o vereador deve cumprir pena na Cadeia Pública do Cedro, única delegacia da região que tem uma sala de estado maior para manter o médico.

Dr. Valmir, como é conhecido na região, foi eleito vereador de Aurora em 2016 pelo PSL com 1.205 votos, 7,2% dos votos válidos no município.

 

Fonte: G1-CE


Um policial militar confessou que matou um homem dentro do apartamento dele em Vila Velha, no Espírito Santo, na madrugada desta segunda-feira (23). À polícia, o PM contou que a vítima era amante da esposa dele. Mas a mulher negou, alegando que se tratava de um amigo. A vítima tinha 31 anos e levou um tiro no queixo.

Versão do policial

O PM Iltemir de Araújo Machado disse que estava trabalhando, mas precisou voltar em casa, por volta de 1h da madrugada, para buscar um objeto que tinha esquecido e fez o flagrante.

Ao chegar em casa, Iltemir disse que encontrou a esposa em um tanque lavando o cabelo e escutou uma tosse masculina no banheiro. Ele perguntou para a mulher de quem era a tosse e ela desconversou.

O policial foi então até o banheiro, forçou a porta e encontrou o homem de 31 anos no local. Os dois começaram a trocar socos e agressões.

Segundo o policial, o homem tentou tirar a arma dele e foi aí que ele atirou no queixo da vítima. A bala atravessou a nuca e ele morreu no local.

Versão da mulher

A esposa negou que o homem morto era amante dela e disse ainda que se tratava de um amigo que tinha ido à casa dela para conversar.

Na delegacia

O policial e a esposa foram levados para a Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa, em Vitória, onde prestaram depoimento.

Parentes do homem morto também estiveram na delegacia, mas não falaram com a reportagem.

O que dizem as polícias Civil e Militar

A Polícia Civil informou que a ocorrência está em andamento.

A Polícia Militar disse que o policial foi autuado pelo crime de homicídio e, após a audiência de custódia, caso o juiz conforme a prisão, ele será encaminhado ao presídio militar, onde permanecerá à disposição da Justiça.

 

Fonte: G1/Tvgazeta


Um grupo de presos da Cadeia Pública de São Benedito, no interior do Ceará, iniciou um motim nesta quarta-feira (18), logo após o horário do banho de sol. O tumulto teve início quando os agentes penitenciários determinaram o retorno às celas. Segundo a polícia, os presos desacataram os agentes e a confusão começou, por volta do meio-dia, sendo controlada após a chegada de reforço policial.

Com capacidade para 36 presos, a Cadeia Pública de São Benedito abriga 87 detentos, 51 a mais do que o limite, de acordo com o promotor de Justiça Oigrésio Mores. De acordo com a polícia, os detentos quebraram cadeiras, rasgaram lençóis e tentaram derrubar o portão da entrada principal da cadeia pública.

"Com a chegada de policiais da região - integrantes do Raio, Polícia Militar e Cotar - o motim foi controlado. Foi realizado um procedimento de segurança com o uso de armas não letais e tudo voltou à normalidade. Os mais exaltados foram identificados e vão responder por desacato e desobediência", explica o promotor.

Quando o motim foi controlado, os policiais fizeram uma primeira revista nas celas onde foram encontrados aparelhos celulares e drogas. "Apesar da lotação excessiva, a Cadeia Pública de São Benedito opera com certa normalidade. Mesmo abrigando facções rivais, não temos tido problemas com elas, pois ficam em alas separadas", afirma o promotor Oigrésio Mores.

 

Fonte: G1-CE


A polícia prendeu três pessoas após encontrar cinco armas em uma casa no Bairro Bom Jardim, em Fortaleza, na noite desta quarta-feira (18).

Segundo as informações do 32º Distrito Policial, para onde eles foram levados, as prisões ocorreram em duas abordagens diferentes. A princípio, agentes do Comando Tático Motorizado (Cotam) foram chamados para dar reforço a ação contra homens que ativam contra outros agentes policiais na Comunidade Sete de Setembro. Lá, eles conseguiram prender um dos envolvidos.

Ao interrogar o suspeito e verificar o celular do mesmo, os policiais encontraram mensagens e fotos sobre negociações de venda de armas. Ele, então, conduziu os agentes ao local onde as armas estavam guardadas. Na casa em questão, a polícia encontrou uma espingarda, três revólveres e uma pistola, todos com numeração raspada, além de munições.

Ainda conforme o 32º DP, ainda será investigado se os homens têm ligação com outras duas mortes ocorridas no Bairro Bom Jardim. A região é alvo de disputa entre duas facções criminosas.

 

Fonte: G1-CE


Um dos homens mais procurados pela polícia do Ceará foi preso nesta segunda-feira (16). Antônio Mardônio Lopes Alves, conhecido como Cancão, estava foragido há pelo menos 10 anos.

De acordo com a Polícia Civil, Mardônio usava um disfarce inspirado em Pablo Escobar, megatraficante colombiano morto em 1993 em confronto com policiais.

Mardônio, de 35 anos, é suspeito de participar de vários roubos a banco no interior do estado e ataques a carros-fortes.

Conforme a Polícia Civil, ele mudou "drasticamente" a aparência para tentar não ser identificado por policiais. Ele chegou a ser capturado anteriormente, mas apresentou documento falso e foi liberado.

Dessa vez, Mardônio foi preso em Fortaleza, próximo a uma agência bancária. Ele apresentou documento falso mais uma vez, mas acabou confessando a identidade original.

 

Fonte: G1-CE


Treze mandados de busca e apreensão e cinco autorizações para ingresso domiciliar na cidade de Boa Viagem foram cumpridos durante a Operação Strike, pelo Ministério Público do Ceará (MPCE) e Comando Tático Rural (Cotar), na manhã desta sexta-feira (13). Na cidade, foram identificados vários pontos de drogas, em sua maioria, nos bairros de Fátima e na Vila Holanda.

Durante a operação, foram apreendidos dois revólveres calibre 38, diversos celulares, cadernos de anotações, balanças de precisão, munições, animais silvestres, drogas, dentre outros itens. Ao todo, cerca de 50 policiais militares participaram da operação.

Participação popular

De acordo com o Ministério Público, além das investigações, a participação da população por meio de denúncias contribuiu para que as prisões fossem realizadas.

"A população de Boa Viagem tem sido uma grande parceira do nosso trabalho, pois contribuem muito para o sucesso das operações. Neste caso, recebemos denúncias informando a localização de alguns suspeitos", disse o promotor de Justiça Alan Moitinho.

O nome da operação está relacionado com o jogo de boliche e significa a derrubada de todos os pinos; no caso da ação policial, aplica-se à prisão de todos os integrantes do tráfico de drogas.

 

Fonte: G1-CE


Dois mandados de busca e apreensão e um de prisão foram cumpridos em Fortaleza e Caucaia, na Região Metropolitana de Fortaleza, durante a Operação “Hefesto” deflagrada pela Polícia Federal em conjunto com a Secretaria de Previdência e o Ministério Público Federal (MPF) na manhã desta sexta-feira (13).

A operação, que teve como base São Luís e o município de São José de Ribamar objetivou reprimir crimes previdenciários no estado do Maranhão.

Nas duas cidades cearenses foram apreendidos documentos e equipamentos de informática. Três pessoas foram indiciadas por fraude previdenciária, associação criminosa e falsificação de documento público.

Uma mulher teve a prisão preventiva decretada e, após passar por exames de corpo de delito, foi encaminhada para a Superintendência Regional da Polícia Federal no Ceará, onde segue detida.

Investigações

Segundo a PF, as investigações foram iniciadas em 2013 e levaram à identificação de um esquema criminoso responsável pela inserção de vínculos trabalhistas fictícios no Cadastro Nacional de Informações Sociais (CNIS).

O esquema contava com a participação de um advogado, sócio de duas empresas utilizadas nas fraudes, de uma técnica em contabilidade, de duas assistentes sociais e de diversos agenciadores e intermediários.

O prejuízo inicialmente identificado com a concessão de 127 benefícios fraudulentos aproxima-se de R$ 13,6 milhões. O valor evitado com a consequente suspensão dos benefícios ativos, levando-se em consideração a expectativa de vida média da população brasileira, é de aproximadamente R$ 28 milhões, segundo a PF.

Operação

A operação contou com a participação de 82 policiais federais – dos quais 10 no Ceará - e de um servidor da Inteligência Previdenciária (COINP). Ao todo, foram cumpridos 17 mandados judiciais, sendo dois de prisão preventiva e 15 de busca e apreensão.

Os envolvidos foram indiciados pelos crimes de estelionato previdenciário e associação criminosa, cujas penas máximas acumuladas podem chegar a nove anos e oito meses de prisão, sendo que um dos investigados também foi indiciado pelo crime de falsificação de documento público para fins previdenciários.

Operação Hefesto

O nome da operação é uma alusão ao deus grego do trabalho, que segundo os relatos, tinha grande capacidade de criação. Trata-se de uma referência a tipologia da fraude perpetrada: vínculos empregatícios fictícios.

 

Fonte: G1-CE


A Polícia Militar apreendeu de 3,5 mil cápsulas de munição de diversos calibres nesta quinta-feira (12) em um comércio na cidade de Crateús, no Sertão dos Inhamuns, interior do Ceará. O proprietário do estabelecimento foi preso em flagrante.

Segundo a polícia, o local foi encontrado após uma denúncia anônima. Equipes do Batalhão de Policiamento de Rondas de Ações Intensivas e Ostensivas (BPRaio) vistoriaram o comércio, que vendia fogos de artifício, e encontraram diversas caixas com as balas.

Na casa do suspeitos, os policiais também encontraram mais cápsulas de arma de fogo, caixas de cigarro, 98 quilos de pólvora e mais de uma tonelada de chumbo.

O comerciante foi conduzido para a Delegacia de Crateús, onde foi autuado por comércio ilegal de arma de fogo. A PM informou que esta foi a maior apreensão de munição ocorrida na cidade.

 Cápsulas de diversos calibres foram achadas dentro do comércio.  (Foto: Reprodução/TVM)

Cápsulas de diversos calibres foram achadas dentro do comércio. (Foto: Reprodução/TVM)

 Suspeito foi preso com as munições dentro de comércio em Crateús.  (Foto: Reprodução/TVM)

Suspeito foi preso com as munições dentro de comércio em Crateús. (Foto: Reprodução/TVM)

 

Fonte: G1-CE


Pai e filho foram presos pela Delegacia de Investigações Criminais (Deic) e Grupo de Operações Táticas Especiais (GOTE) suspeitos de furtar gado em fazendas do Tocantins. Eles foram detidos na manhã desta segunda-feira (9) e levados para o complexo de delegacias da Polícia Civil, em Palmas.

João Antônio da Silva, de 59 anos e João Antônio da Silva Júnior, de 36 anos, foram detidos por furto qualificado de gado e associação criminosa. Segundo a polícia, havia mandado de prisão contra eles desde 2017 e os dois eram considerados foragidos.

Eles teriam participado de um roubo a uma fazenda de Paraíso do Tocantins. Na época, foram furtados 19 animais da propriedade. O crime ocorreu em novembro de 2016 e os dois foram denunciados pelo Ministério Público Estadual (MPE) no ano passado.

De acordo com o delegado Wanderson Chaves, da DEIC, o pai fazia um 'estudo' de quais fazendas eram mais vulneráveis e o filho realizava os furtos. Com os suspeitos a polícia encontrou um caminhão, um carro de passeio e duas armas.

"Estávamos há algum tempo na busca dos acusados e nesta manhã conseguimos capturá-los em uma fazenda próxima de Porto Nacional", afirmou. Ainda de acordo com o delegado os dois não resistiram à prisão.

Os dois foram detidos na região do distrito de Luzimangues, distrito de Porto Nacional. A polícia ainda não sabe se o caminhão encontrado era usado por eles para o transporte do gado. Após serem ouvidos, os dois serão levados para a Casa de Prisão Provisória de Palmas.

G1 ainda tenta contato com a defesa das vítimas.

 

Fonte: G1-Tocantins


Página 3 de 22

Commentários

Share on Myspace

Compartilhar

COMPARTILHAR

Previsão do Tempo em Mauriti-CE

Agenda Cultural do Cariri

  • felix.jpg
  • juazeiro.jpg
  • 13.jpg
  • 15.jpg
  • 25.jpg
  • 42.jpg
  • damiao2.jpg
  • lora.jpg
  • lovyle.jpg
  • marcio.jpg
  • moto2.jpg
  • net.jpg