Policial

Policial 305

Uma perseguição na Via Dutra que durou cerca de 8 km terminou com a prisão de um homem de 33 anos que transportava 150 tabletes de maconha em um carro. Tudo começou quando o motorista ignorou a ordem de parada dos agentes que trabalhavam na Operação Égide, com posto de fiscalização instalado em Itatiaia.

Uma viatura da Polícia Rodoviária passou a seguir o veículo até a entrada de Penedo, quando o suspeito bateu na mureta central da pista. O automóvel tinha placa do município de Coronel Fabriciano, em Minas Gerais. No total, foram apreendidos 114,7 kg da droga.

O homem foi levado para a delegacia de Itatiaia, onde foi indiciado por tráfico de drogas. Após consulta no banco de dados, foi constatado que o motorista já tinha uma passagem pela polícia pelo msmo crime.

 

Fonte: G1 Sul do Rio e Costa Verde, Itatiaia, RJ


Uma mulher foi assassinada na madrugada desta quinta-feira (8) dentro do banheiro da casa dela, em Juara, a 690 km de Cuiabá. Segundo a Polícia Civil, Izabel Aparecida do Amaral, de 31 anos, foi degolada. O namorado dela, Magno Aparecido Reato, de 33 anos, também foi esfaqueado. O principal suspeito de cometer o crime é o ex-namorado de Izabel. Ele foi identificado, mas não foi encontrado pela polícia.

Magno Aparecido Reato foi esfaqueado e socorrido para hospital em Juara (Foto: Facebook/Reprodução)

O crime ocorreu após a meia-noite, em uma residência no Bairro Jardim Ubirajara. De acordo com a Polícia Civil, o corpo de Izabel foi encontrado degolado dentro do banheiro da casa. Ela já estava morta quando os policiais chegaram. A vítima tomava banho no momento em que foi atacada.

Magno foi esfaqueado, mas não foi encontrado no local. Ele foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e levado para o Hospital Municipal de Juara. Magno passou por cirurgia e não há informações sobre o atual estado de saúde dele.

Testemunhas disseram à polícia que o suspeito que matou Izabel é o ex-namorado dela, de 28 anos. O corpo de Izabel foi levado para necrópsia em Juína, a 737 km de Cuiabá, e deve retornar ao município de Juara para o velório. Izabel trabalhava em uma loja em Juara.

 

Fonte: G1-MT


A gentes penitenciários realizaram uma vistoria não programada na Região Norte do Estado, nessa quinta-feira (8), em continuidade a operação deflagrada pelo Ministério Público, em atendimento a solicitação do Judiciário.

Na vistoria os agentes apreenderam 30 aparelhos celulares, 12 baterias, 7 pen drives, 3 Chips, substâncias análogas a maconha, blocos de anotações com movimentação e articulações de crimes.

O trabalho foi realizado pelo Grupo de Operações Regionalizadas (GORE) do Sistema Penitenciário, da Célula Regional Norte, em conjunto com Agentes Penitenciários lotados na região Norte que se disponibilizaram voluntariamente na folga para participação do procedimento disciplinar.

A unidade conta com uma população carcerária de 110 internos distribuídos em 5 celas sob a custódia de um agente penitenciário por plantão. A equipe realizou, também, o procedimento de segurança na unidade prisional de São Benedito. A ação teve início às 8 e seguiu até às 23h.

Na vistoria os agentes apreenderam 30 aparelhos celulares, 12 baterias, 7 pen drives, 3 Chips, substâncias análogas a maconha. (Foto: Sindasp/CE)

 

Vistoria em cadeia no Ceará apreende 30 celulares, 12 baterias e drogas. (Foto: Sindasp/CE)

Fonte: G1-CE


Dois homens e uma mulher foram presos suspeitos de tráfico de drogas em Uberlândia, durante a noite desta terça-feira (6). Com eles, a Polícia Militar (PM) apreendeu cerca de 260 kg de maconha.

O trio tem entre 28 e 39 anos de idade. A primeira abordagem ocorreu a um motociclista, no Bairro Vigilato Pereira, onde um dos envolvidos estava com dois tabletes da droga. Diante aos fatos, a polícia deslocou até o local de onde a maconha teria saído, no Bairro Laranjeiras, e no imóvel foram encontrados mais 227 barras da mesma substância.

As buscas foram feitas na casa, localizada na Rua Joseph Smith, e o casal também preso em flagrante. O homem, de 30 anos, confessou à polícia que teria sido contratado para levar a droga de Uberaba até Uberlândia.

Os três foram conduzidos para a Delegacia da Polícia Federal junto aos materiais apreendidos. Além dos 229 tabletes de maconha, foram apreendidos um carro de passeio que estava na residência do casal e a motocicleta do terceiro suspeito.

 

 Fonte: G1-Triângulo Mineiro

 


Um jovem de 18 anos, que seria usuário de drogas e estaria vendendo entorpecentes, foi assassinado com dois tiros, no fim da noite de terça-feira (6), no bairro Cidade de Deus, na Zona Norte de Manaus. Eduardo da Rocha Coutinho foi surpreendido por uma dupla. Os criminosos teriam ainda levado porções de drogas e dinheiro que estavam nos bolsos do jovem.

O crime ocorreu em uma área considerada perigosa na rua Corinthians, por volta das 23h40. Segundo familiares do jovem, que preferem não se identificar, Coutinho costumava frequentar o local para consumir entorpecentes. Ele também morava na comunidade.

Testemunhas relataram para a Polícia Civil que ele estava sentado em uma carcaça de geladeira na rua e jantando. Dois homens teriam saído de um beco nas proximidades e atiraram sete vezes na direção dele. Coutinho foi atingido com dois tiros nas costas e morreu no local.

De acordo com testemunhas, a dupla ainda teria se aproximado do corpo e revistado os bolsos da bermuda do jovem. Os dois homens teriam encontrado porções de drogas e dinheiro. A dupla fugiu, em seguida, levando os entorpecentes e a quantia de dinheiro não informada.

A Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) investiga o crime. A principal linha de investigação será a ligação da vítima com o tráfico de drogas.

 

 Fonte: G1-AM


A terça-feira (6) de guerra no Rio de Janeiro foi ainda mais dolorosa para as famílias da Emily e do Jeremias - uma menina de 3 anos e um adolescente de 13 - vítimas da violência no estado. A menina foi a primeira criança morta vítima de bala perdida este ano no Rio. A lista de crianças e adolescentes vítimas de violência cresce a cada dia.

Emily e Jeremias foram mortos no mesmo dia. E entraram para um triste estatística feita pela ONG Rio de Paz. A de crianças vítimas de balas perdidas. Desde 2007, 44 crianças morreram assim no Rio de Janeiro. Em 2017, dez crianças foram mortas violentamente no Rio.

Jeremias foi morto a tiros na Maré (Foto: Reprodução/Redes Sociais)

Emily estava no carro dos pais que foi abordado por criminosos, ao sair de uma lanchonete num posto de gasolina em Anchieta, na Zona Norte da cidade, na madrugada de terça-feira. O pai se assustou, acelerou e os criminosos atiraram várias vezes e fugiram sem nada levar. Os pais ficaram feridos e a morreu.

Menina de três anos morreu após ser atingida por tiros. Mãe e pai também foram atingidos em Anchieta (Foto: Reprodução/ TV Globo)

Horas depois, um segundo caso foi registrado na cidade, na Favela Nova Holanda, no Complexo da Maré, na Zona Norte do Rio. Jeremias, de 13 anos, tinha saído de casa para jogar futebol, e acabou baleado durante um confronto entre traficantes e policiais.

 

No ano passado, Maria Eduarda, de 13 anos, foi atingida dentro do pátio da escola, em Acari, na Zona Norte. O bebê Arthur foi baleado dentro da barriga da mãe. Vanessa Vitória, de 10 anos, foi baleada dentro de casa.

Fonte: G1-RJ


Um funcionário de uma loja de instrumentos musicais foi assaltado nesta quinta-feira (1º), no Centro de Presidente Prudente, enquanto seguia até uma agência bancária para fazer um depósito para a empresa. Dois bandidos em uma motocicleta abordaram a vítima e levaram um malote contendo R$ 6,3 mil entre dinheiro e cheques, conforme consta no Boletim de Ocorrência.

O funcionário caminhava do local onde trabalha até o banco, quando na esquina das ruas Ribeiro de Barros e Rui Barbosa foi abordado por dois indivíduos estranhos em uma motocicleta de cor vermelha.

O bandido que estava na garupa afirmou estar armado, anunciou o assalto e pediu o dinheiro e o celular da vítima. O funcionário entregou os itens e os ladrões fugiram em alta velocidade com a motocicleta, segundo o registro policial.

No malote haviam R$ 4 mil em dinheiro e vários cheques que totalizavam R$ 2,3 mil, conforme consta na ocorrência.

A vítima relatou à polícia que não viu arma alguma com os criminosos e também não soube dar mais características da dupla. Ela afirmou que um dos indivíduos estava de camiseta de cor azul e o outro de camiseta regata branca, conforme o boletim.

A Delegacia de Investigações Gerais (DIG) foi informada sobre o caso.

 

 Fonte: G1 Presidente Prudente

 


Três adolescentes foram apreendidos por escrever o nome de uma facção criminosa na calçada do 22º Batalhão de Polícia Militar (BPM), no Bairro Papicu, em Fortaleza.

De acordo com a polícia, os jovens utilizaram tijolos da calçada do Batalhão da PM. Um jovem retirou pedras da calçada da Rua Prisco Bezerra e as utilizou para construir a frase enaltecendo a fação criminosa.

A polícia informou que eles foram identificados, levados para a Delegacia da Criança e do Adolescente e, em seguida, liberados.

 

 Fonte: G1-CE


Uma mulher foi presa e dois adolescentes, entre eles a filha de 13 anos da suspeita, foram detidos em uma casa na noite deste domingo (28), no bairro Jardim Satélite, zona sul de São José dos Campos (SP). Os suspeitos utilizavam o imóvel como ponto de venda dos entorpecentes, de acordo com a Polícia Militar.

Segundo a PM, os agentes faziam patrulhamento na região, quando viram o jovem pulando o muro de uma casa.

Ele foi detido e a polícia foi até o imóvel de onde ele havia saído. No local, foram encontrados seis tabletes de maconha, 153 pinos e 600 gramas de cocaína. A mulher disse que sua filha e o adolescente flagrado pulando o muro a auxiliavam na venda dos entorpecentes. Ela foi presa.

 

 Fonte: G1 Vale do Paraíba e Região

 


Dois homens foram acusados de participar de uma organização criminosa responsável pela morte do policial civil Tonny Ítalo, em 2015. Diego Nunes Costa, de 27 anos e Yuri Nogueira Correia, de 21, anos foram presos nesta segunda-feira (22), durante operação policial no município de Quixeramobim, no Sertão Central do Ceará.

Considerado o chefe da quadrilha, Diego Nunes Costa possui mandado de prisão em aberto no estado de Minas Gerais por tráfico de drogas e associação para o tráfico. O segundo suspeito, identificado por Yuri Nogueira Correia, também tem mandado de prisão em aberto e era foragido da Unidade Prisional Agente Luciano Andrade Lima (CPPL 1), em Itaitinga, onde cumpria pena pela morte do policial Civil.

A ação ocorreu na localidade conhecida por Fazenda 109. Por meio de diligências, os policiais civis chegaram aos suspeitos; na abordagem, os suspeitos apresentaram cédulas de identidade falsa. No local, foram apreendidos uma balança de precisão, R$ 478 em espécie, aparelhos celulares, cadernos contendo anotações diversas, um canivete, além de dois veículos, que serão periciados em razão da suspeita de clonagem de placas.

Os dois foram encaminhados para a Delegacia Municipal de Quixeramobim, onde foram autuados por tráfico de drogas, associação para o tráfico e uso de documentos falsos. A Polícia Civil segue em busca de outros envolvidos com o grupo criminoso. O assassinato do policial civil Tonny Italo completa três anos nesta quarta-feira (24).

 

 Fonte: G1-CE


Página 8 de 22

Commentários

Share on Myspace

Compartilhar

COMPARTILHAR

Previsão do Tempo em Mauriti-CE

Agenda Cultural do Cariri

  • felix.jpg
  • juazeiro.jpg
  • 13.jpg
  • 15.jpg
  • 25.jpg
  • 42.jpg
  • damiao2.jpg
  • lora.jpg
  • lovyle.jpg
  • marcio.jpg
  • moto2.jpg
  • net.jpg