Telescópio espacial Kepler, da NASA, está ficando sem combustível e pode ter pouco tempo restante

Published in Tecnologia Julho 08 2018
Rate this item
(0 votes)

O famoso Telescópio Espacial Kepler, da NASA — a nave que descobriu milhares de exoplanetas desde o seu lançamento, em 2009 — está entrando na fase de aposentadoria de sua vida útil. A NASA anunciou na sexta-feira (6) que a equipe do Kepler "recebeu uma indicação de que o tanque está muito baixo" e "colocou a espaçonave em estado de hibernação, em preparação para baixar os dados científicos coletados em sua mais recente campanha de observação".

O Kepler sofreu um defeito mecânico em seu sistema de direção em 2013, forçando os cientistas a desenvolverem um inteligente plano alternativo no qual eles usaram a pressão dos raios do Sol para agir como um substituto para uma de suas rodas de reação que falharam. Essa nova fase, chamada K2, é imperfeita, e a NASA inicialmente acreditava que ela só permitiria dez campanhas de observação com o combustível restante. No entanto, ela funciona e permite que o Kepler observe pedaços do espaço por aproximadamente 83 dias por vezDe acordo com a NASA, enquanto a missão original Kepler descobriu 2.244 candidatos a exoplanetas e 2.327 exoplanetas confirmados, a missão estendida do K2 conseguiu identificar 479 candidatos e confirmar 323 outros. A nave está atualmente em sua 18ª campanha de observação do K2.

A NASA é incapaz de determinar a quantidade exata de combustível restante dentro do Kepler, já que não há um medidor de gás a bordo. No entanto, uma vez que está no espaço profundo da órbita da Terra, a cerca de 151,2 milhões de quilômetros de distância, e não há risco de atingir outro corpo astronômico potencialmente vivo, como uma lua gelada, a agência está livre para continuar trabalhando na espaçonave até que ela morra.

Segundo a NASA, a equipe do Kepler colocou a nave em modo de hibernação até agosto, quando planeja ligá-la novamente e usar a Deep Space Network, também da agência, para transferir dados de missão de volta à Terra. Se isso for bem-sucedido, eles planejam iniciar uma 19ª campanha de observação com o combustível restante.

O Kepler descobriu que o nosso Sistema Solar é único em comparação com outros, que incluem gigantes gasosos em proximidade perigosa de suas estrelas hospedeiras, sistemas estelares binários e anãs vermelhas orbitadas por diversos mundos rochosos. O telescópio encontrou também um planeta que espelha estranhamente muitas das características da Terra. Embora ainda esteja em operação limitada, a NASA já lançou um sucessor, o Transiting Exoplanet Survey Satellite, que enviou de volta uma incrível imagem de milhares de estrelas em março de 2018.

Fonte: msn

Read 87 times

Commentários

Share on Myspace

Compartilhar

COMPARTILHAR

Previsão do Tempo em Mauriti-CE

Agenda Cultural do Cariri

  • bosco.jpg
  • master.jpg
  • 13.jpg
  • 15.jpg
  • 25.jpg
  • 42.jpg
  • damiao2.jpg
  • lora.jpg
  • lovyle.jpg
  • marcio.jpg
  • moto2.jpg
  • net.jpg
  • real2.jpg