Tecnologia 977

Published in Tecnologia Maio 26 2018

 

Uma mensagem tem sido compartilhada largamente em grupos do WhatsApp em todo o Brasil nos últimos dias afirmando que o governo “cortaria todos os sinais de internet” no país nesta sexta-feira (25) com o objetivo de desarticular a greve dos caminhoneiros, que vem tendo impacto no abastecimento de combustível e de vários outros bens. Essa afirmação, contudo, é mentirosa.

 

De acordo com a reportagem do G1, a Anatel nega que o governo tenha qualquer intenção de cortar a internet. “O governo ou a Anatel não têm a capacidade de causar a queda ou corte do sinal de internet no Brasil. Assim, não há intenção de um corte na internet programado para hoje ou para os próximos dias”, disse a agência em um comunicado oficial.

 

Seria preciso bloquear todas as operadoras do país e dependeria de uma ordem judicial

 

Especialistas consultados pela publicação embasaram a afirmação da Anatel, indicando que não seria possível fazer esse suposto corte sem que a população ficasse sabendo por meios oficiais, uma vez que a justiça deveria ser envolvida. “Para fazer isso, seria preciso bloquear todas as operadoras do país e dependeria de uma ordem judicial. Para fazer com que todas as operadoras não trafegassem mais na intente, teria que existir uma ação com todas elas. Não há menor chance de isso ser algo viável”, explicou Demi Getschko, diretor presidente do NIC.br (Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR) ao G1.

 

Qualquer pessoa que tenha algum conhecimento, por mínimo que seja, sobre o funcionamento da internet no mundo já poderia descreditar esse rumor. A rede mundial de computadores é bastante descentralizada, e para que haja algum bloqueio dessa dimensão — em redes via rádio, fibra, satélites e redes celular, como diz o boato no WhatsApp —, seria necessária uma cooperação entre praticamente todos os governos no mundo.

 

 whatsapp boato

 

Mas caso algo do tipo realmente acontecesse, a repercussão negativa para o governo seria ainda maior do que tem sido a greve dos caminhoneiros. Ao longo dos anos, a economia brasileira passou a depender profundamente da internet. Um corte, mesmo que por um dia, geraria prejuízo inimaginável em todos os setores produtivos e de serviços, causando ainda mais descontentamento com o atual governo. Isso, claro, sem falar na ilegalidade da coisa toda, assim como as possibilidades de censura.

 

 

Fonte: TecMundo

 

Published in Tecnologia Maio 26 2018

Você já parou para pensar se seria capaz de aguentar todas as condições necessárias para viajar rumo a Marte? Não são apenas condições físicas complicadas que os astronautas precisam tolerar, mas, também, condições psicológicas, uma vez que a viagem de longa duração não permite que você "dê um tempo" de seus colegas de viagem caso se canse de suas companhias.

Sendo assim, a psicóloga do Centro Espacial Johnson da NASA, Lauren Blackwell Landon, desenvolveu um artigo chamado "Por que não vamos chegar a Marte sem trabalho em equipe" citando as habilidades necessárias e traços de personalidades exigidos para embarcar na viagem.

A missão envolve conviver com os colegas por nove meses, muitas vezes em localizações bem próximas, e por isso os astronautas que são "adaptáveis, agradáveis, conscientes, altamente estáveis emocionalmente, resilientes e não excessivamente introvertidos ou extrovertidos" são os que terão melhores chances de obter sucesso no longo caminho que será percorrido até o Planeta Vermelho.

A psicóloga nota também que os tripulantes vão passar por um longo período sem comunicação com a Terra, e que será fundamental um bom relacionamento com a equipe, com muita confiança para enfrentar possíveis conflitos. "Negociar com sucesso com o conflito, planejar juntos como um time, tomar decisões como uma equipe e praticar a liderança compartilhada exigem muita atenção muito antes de um time ser lançado em uma missão espacial", revela Landon.

O documento completo de Landon, explicando o que é necessário para ter uma viagem pacífica rumo a Marte, está disponível no site da American Psychological Association.

 

Fonte: msn

Published in Tecnologia Maio 25 2018

A OpenSignal divulgou o seu último relatório sobre a cobertura de rede móvel 4G no Brasil e o grande destaque ficou para a TIM. Segundo a pesquisa, a operadora oferece a melhor experiência de cobertura desse tipo de conexão, com disponibilidade de 74,4% (ou seja, pelo menos 7 a cada 10 acessos conseguem encontrar uma rede 4G da TIM). Em segundo lugar, sete pontos percentuais abaixo da TIM, está a Vivo.

Os especialistas indicam ainda que o sinal da TIM não só é encontrado com mais frequência, mas também está disponível em um número maior de localidades no Brasil. Com isso, a TIM pode ser considerada a “vencedora” do ranking elaborado pela empresa de pesquisa.

 OpenSignal

Segundo a OpenSignal, a TIM investiu de forma agressiva na expansão de sua rede 4G e, no ano passado, anunciou a presença em 1.580 cidades brasileiras. Também em 2017, TIM e Vivo investiram em inovação com a tecnologia voice-over-LTE (VoLTE), de serviços de sobre a rede 4G, o que acabou se refletindo no ótimo desempenho de ambas em comparação com as principais rivais. O 5G vem aí:Especificações padrão de hardware são aprovadas em reunião 

A Claro ficou em terceiro lugar, equanto o pior desempenho medido pelos especialistas ficou com a Oi. A explicação para isso é simples: a frequência de banda usada pela companhia. Enquanto as rivais utilizam a faixa de 700 MHz, de baixa frequência, a Oi opta por uma faixa intermediária para alta, o que prejudica o alcance de sua rede 4G.

 

Fonte: TecMundo

Published in Tecnologia Maio 25 2018

A supremacia da Amazon no mercado de speakers inteligentes chegou ao fim. De acordo com informações do instituto de pesquisas Canalys, o número de vendas de dispositivos da linha Echo (o que inclui a versão tradicional e as variantes Echo Dot e Echo Plus) foram ultrapassadas pelos modelos Google Home durante o primeiro trimestre deste ano. Os resultados incluem a edição original, a Home Max e a Home Mini, mais compacta e barata.

Enquanto a Gigante das Buscas vendeu 3,2 milhões de Homes nesses primeiros meses de 2018, a Amazon comercializou 2,5 milhões de Echos — uma diferença considerável e que coloca a Google como a nova rainha de um segmento bastante jovem. Seu marketshare passou de 19,3% para 36,2% em comparação com o mesmo período de 2017.

No total, globalmente falando, foram vendidos 9 milhões de smart speakers neste trimestre. Além da Google e da Amazon, a Apple também aparece em destaque com seu HomePod; Xiaomi e Alibaba também não fazem feio, dominando o mercado asiático com seus modelos indisponíveis para o resto do globo.

 

Fonte: msn

Published in Tecnologia Maio 24 2018

A faculdade de ciência da computação do Instituto Politécnico e Universidade Estadual de Virgínia, o Virginia Tech, nos Estados Unidos, se juntou a companhia especializada em gerenciamento de senhas Dashlane para investigar 61 milhões de senhas vazadas na web e encontrar possíveis vícios na hora de criar uma palavra-passe.

a conclusão, por incrível que pareça, não é muito animadora do ponto de vista de segurança. Segundo concluiu o estudo, ainda é comum encontrar pessoas usando caracteres sequenciais em suas senhas — coisas como “12346”, “qwerty”, “zxcvbn” ou “1qaz2wsx” — marcas, palavras simples e conhecidas e tantas outras obviedades.

Mais comuns

Advertisement

End of break ads in 14s

A Dashlane organizou um ranking por categoria com as palavras mais comumente utilizada nesse universo imenso de senhas vazadas que eles obtiveram. Quando se trata de times da Liga dos Campeões da Europa, “liverpool”, “chelsea” e “arsenal” foram os mais comuns. Se o tema são marcas conhecidas, “myspace”, “mustang” e “linkedin” ficam nas três primeiras posições.

O mais curioso aqui é que MySpace e LinkedIn são a fonte de dois dos maiores conjuntos de dados obtidos pelos pesquisadores. Isso sugere ser relativamente comum a utilização como senha do nome do próprio site no qual se cadastra.

Filmes e músicas contam com “superman”, “pokemon” e “slipknot” no topo”, enquanto frases de amor e de ódio contam com “iloveyou”, “fuckyou” e “asshole” no pódio. Realmente, a criatividade não parece ser o forte de muita gente.

Base de dados

No estudo, os pesquisadores afirmam que as senhas analisadas foram obtidas em fóruns que comercializam esse tipo de informação. Eles compraram uma série de conjuntos de senhas de 107 serviços virtuais de diversas categorias e priorizaram aquelas em texto simples (ou seja, sem nenhum tipo de codificação). Algumas, porém, estavam protegidas e levaram alguns dias para serem descobertas por meio de sistemas offline de tentativa e erro.

Para saber mais sobre a pesquisa, é possível conferi-la na íntegra neste link (PDF em inglês).

 

Fonte: TecMundo 

Página 5 de 109

Commentários

Share on Myspace

Compartilhar

COMPARTILHAR

Previsão do Tempo em Mauriti-CE

Agenda Cultural do Cariri

  • bosco.jpg
  • master.jpg
  • 13.jpg
  • 15.jpg
  • 25.jpg
  • 42.jpg
  • damiao2.jpg
  • lora.jpg
  • lovyle.jpg
  • marcio.jpg
  • moto2.jpg
  • net.jpg
  • real2.jpg