Fortaleza ocupa a segunda posição no número de seguro DPVAT pago Featured

Últimas Noticias Julho 03 2018

Fortaleza foi a segunda capital em número de indenizações pagas pelo seguro DPVAT em 2017, perdendo apenas para São Paulo. Na capital cearense, o DPVAT pagou 7.395 indenizações, 2354 menos que a cidade de São Paulo, onde o número de indenizações pagas somou 9.749.

As indenizações cobrem despesas hospitalares, invalidez permanente ou morte para vítimas de acidentes de trânsito no estado.

Em 2008, Fortaleza aparecia em 7º lugar no ranking, atrás de Curitiba, São Paulo, rio de Janeiro, Porto Alegre, Goiânia e Belo Horizonte. As informações foram divulgadas nesta segunda-feira (2) pela Líder, que administra o consórcio de seguradoras.

Considerando o tipo de reembolso, de 2008 para 2017 houve uma queda do pagamento de seguro por mortes: de 408, em 2008, para 338, em 2017, o que representa uma redução de 21% em 10 anos. Já as indenizações por invalidez cresceram 1.039%, em Fortaleza: passaram de 613, no ano de 2018, para 6.370, no ano passado.

Nessa categoria, Fortaleza também aparece na 2ª posição no país, perdendo apenas para a capital paulista que, em 2017, pagou 6.480 indenizações por invalidez.

As indenizações por despesas com assistências médica e suplementares (DAMS) com lesões de menor gravidade causadas por acidentes de trânsito somaram 687, em 2017, contra 661, no ano de 2008.

Neste período, a região Nordeste teve a maior evolução no número de veículos no país: 126,7%. No Brasil, a frota de veículos teve crescimento de 77,5%, nestes 10 anos.

Brasil

Em 10 anos, mais de 4,5 milhões de indenizações do Seguro DPVAT foram pagas para vítimas de acidentes de trânsito no Brasil. Os pedestres são a segunda categoria mais atingida, de acordo com a seguradora Líder; motociclistas ocupam a primeira posição no ranking.

Nesse período, foram 1.068.996 indenizações pagas a pedestres nos três tipos de cobertura: morte, invalidez permanente e despesas médicas e hospitalares. As vítimas também ocupam o segundo lugar nas indenizações pagas por acidentes fatais, num total de 167.290. Mais de 757 mil pessoas foram indenizadas por invalidez permanente.

Apenas este ano, de janeiro a maio, foram pagas 35.437 indenizações a pedestres. O número corresponde a quase 24% do total de indenizações pagas, neste mesmo período, para todos os tipos de vítimas (148 mil).

Entre os principais motivos da falta de atenção do pedestre ao caminhar nas ruas está o uso do celular. Digitar, ler, falar e usar o fone de ouvidos aumentam as chances de acidentes em até 80%.

O que é DPVAT

O seguro DPVAT (Danos Pessoais causados por Veículos Automotores de Via Terrestre) cobre casos de morte, invalidez permanente ou despesas com assistências médica e suplementares (DAMS) por lesões de menor gravidade causadas por acidentes de trânsito em todo o país.

O recolhimento do seguro é anual e obrigatório para todos os proprietários de veículos. A data de vencimento é junto com a do IPVA, e o pagamento é requisito para o motorista obter o licenciamento anual do veículo.

Vítimas e seus herdeiros (no caso de morte) têm um prazo de três anos após o acidente para dar entrada no seguro. Informações de como receber o DPVAT podem ser obtidas pelo telefone 0800-022-1204.

 

Fonte: G1-CE

Read 20 times

Commentários

Share on Myspace

Compartilhar

COMPARTILHAR

Previsão do Tempo em Mauriti-CE

Agenda Cultural do Cariri

  • bosco.jpg
  • master.jpg
  • 13.jpg
  • 15.jpg
  • 25.jpg
  • 42.jpg
  • damiao2.jpg
  • lora.jpg
  • lovyle.jpg
  • marcio.jpg
  • moto2.jpg
  • net.jpg
  • real2.jpg