Divisa do Ceará com a Paraíba é reforçada após fuga de 92 presos de presídio em João Pessoa Featured

Últimas Noticias Setembro 11 2018

Equipes de inteligência dos órgãos do Sistema de Segurança Pública do Ceará acompanham, junto com as polícias do estado da Paraíba, as investigações sobre a fuga de 92 presos da Penitenciária de Segurança Máxima Romeu Gonçalves Abrantes, em João Pessoa, de acordo com o Governo do Ceará. A Secretaria de Segurança afirmou que o policiamento em área de fronteira é realizado de forma rotineira, mas que o Batalhão de Fronteiras, da Polícia Militar, reforçou o monitoramento na área. A fuga ocorreu na madrugada desta segunda-feira (10).

Segundo a Secretaria de Estado de Defesa Social da Paraíba, até as 15h40, haviam sido recapturados 41 detentos. Na ação, um tenente da Polícia Militar da Paraíba foi baleado e teve morte cerebral diagnosticada. Ele estava em um posto policial que teria sido alvo de vários tiros por parte dos fugitivos.

O presídio tem capacidade para 660 presos e abrigava cerca de 680 detentos, conforme o secretário Sérgio Fonseca. De acordo com o sistema Geopresídios, do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), a unidade prisional tinha 681 presos em 644 vagas. Segundo a Seap, "a quantidade de agentes no local era suficiente para fornecer a guarda, foi uma ação pontual".

Ataque ao presídio

A ação começou com pessoas atirando de dentro da mata próximo ao presídio de segurança máxima. Os criminosos atiraram nas guaritas que estavam ocupadas pelos policiais militares para confundir os policiais e se inicia uma troca de tiros. Pessoas que moram perto da cadeia começaram a ouvir disparos e uma explosão pouco depois da meia-noite.

De acordo com informações da PM, cerca de 20 homens chegaram em quatro carros e dispararam várias vezes contra as guaritas, o alojamento e o portão principal. Havia grande quantidade de armamento, inclusive fuzis ponto 50, que perfura a parede. Por causa da munição utilizada pelos criminosos, os agentes penitenciários tiveram que se abrigar.

Os criminosos os criminosos conseguem se aproximar e usar os explosivos no portão da frente e da lateral da penitenciária. Eles tiveram acesso à unidade prisional e com um alicate conseguiram arrombar os cadeados para libertar Romário Gomes Silveira, alvo do resgate e acusado de explosões a bancos e carros-forte. Quando ele sai, recebe um fuzil e comanda a ação de fuga.Após ele ser resgatado, os demais presos também pegam os alicates para abrir as celas.

 Fuga aconteceu na madrugada desta segunda-feira (10) (Foto: Juliane Monteiro/G1)

Fuga aconteceu na madrugada desta segunda-feira (10) (Foto: Juliane Monteiro/G1)

 

Fonte: G1-CE

Read 374 times

Commentários

Share on Myspace

Compartilhar

COMPARTILHAR

Previsão do Tempo em Mauriti-CE

Agenda Cultural do Cariri

  • felix.jpg
  • juazeiro.jpg
  • 13.jpg
  • 25.jpg
  • 42.jpg
  • damiao2.jpg
  • lora.jpg
  • lovyle.jpg
  • moto2.jpg
  • net.jpg