Redação do Portal

Redação do Portal

As agências lotéricas não receberão mais o pagamento da conta de energia elétrica no Ceará a partir do dia 5 de agosto. Com a mudança, os clientes devem procurar outros locais para efetuar o pagamento.

Entre as alternativas oferecidas pela Enel é a possibilidade de cadastrar o pagamento em contas de bancos dos bancos conveniados - Banco do Brasil, Santander, Bradesco e Caixa Econômica Federal - pelo site da companhia, pela Central de Atendimento (0800 285 01 96) ou em uma das lojas de atendimento da distribuidora.

Veja aqui onde pagar a sua conta.

Além dessa possibilidade, os consumidores podem utilizar outros canais para realizar o pagamento, como farmácias, supermercados e grandes comércios. De acordo com a Enel, são 2.190 pontos disponíveis para o pagamento no Ceará.

Fim da conta em lotéricas

A Enel encerrou contrato de arrecadação da Caixa Econômica Federal devido ao reajuste de cerca de 40% proposto pela Caixa na tarifa cobrada para receber as faturas nas lotéricas.

A Caixa propõe aumento de R$ 0,53 para R$ 0,75 por conta recebida, o que não foi aceito pela empresa distribuidora de energia no Ceará. A medida afeta cerca de 5 milhões de pessoas em todo o Ceará.

 

Fonte: G1-CE


Pai e filho foram presos pela Delegacia de Investigações Criminais (Deic) e Grupo de Operações Táticas Especiais (GOTE) suspeitos de furtar gado em fazendas do Tocantins. Eles foram detidos na manhã desta segunda-feira (9) e levados para o complexo de delegacias da Polícia Civil, em Palmas.

João Antônio da Silva, de 59 anos e João Antônio da Silva Júnior, de 36 anos, foram detidos por furto qualificado de gado e associação criminosa. Segundo a polícia, havia mandado de prisão contra eles desde 2017 e os dois eram considerados foragidos.

Eles teriam participado de um roubo a uma fazenda de Paraíso do Tocantins. Na época, foram furtados 19 animais da propriedade. O crime ocorreu em novembro de 2016 e os dois foram denunciados pelo Ministério Público Estadual (MPE) no ano passado.

De acordo com o delegado Wanderson Chaves, da DEIC, o pai fazia um 'estudo' de quais fazendas eram mais vulneráveis e o filho realizava os furtos. Com os suspeitos a polícia encontrou um caminhão, um carro de passeio e duas armas.

"Estávamos há algum tempo na busca dos acusados e nesta manhã conseguimos capturá-los em uma fazenda próxima de Porto Nacional", afirmou. Ainda de acordo com o delegado os dois não resistiram à prisão.

Os dois foram detidos na região do distrito de Luzimangues, distrito de Porto Nacional. A polícia ainda não sabe se o caminhão encontrado era usado por eles para o transporte do gado. Após serem ouvidos, os dois serão levados para a Casa de Prisão Provisória de Palmas.

G1 ainda tenta contato com a defesa das vítimas.

 

Fonte: G1-Tocantins


A Polícia Rodoviária Federal (PRF) prendeu dois homens com 112 quilos de maconha nesta segunda-feira (9) na rodovia BR-116, no município de Russas, interior do Ceará. Segundo a PRF, os suspeitos são do estado de Pernambuco e haviam recebido R$ 2 mil para transportar o entorpecente para o Ceará.

A caminhonete em que os homens estavam foi abordada na altura do quilômetro 159 da rodovia. Após uma busca no interior dos veículos, os policiais rodoviários localizaram a droga escondida entre um carregamento de cebolas. A PRF também constatou que o veículo era clonado e havia sido roubado na cidade de Recife, em março de 2017.

Após a prisão, os suspeitos disseram para os policiais que a droga vinha de Orocó, no Pernambuco, e que seria entregue no município de Chorozinho, no interior do Ceará. Eles receberiam R$ 2 mil para fazer o transporte, conforme a PRF.

A dupla foi conduzida para a Delegacia de Russas, onde foi autuada em flagrante pelo crime de porte interestadual de drogas, receptação e uso de documento falso. A droga e o veículo foram apreendidos.

 

Fonte: G1-CE


Um homem esfaqueou a esposa na presença do filho adolescente, na tarde desta segunda-feira (9), no Bairro Barra do Ceará, em Fortaleza. Ele ainda incendiou a própria casa.

Depois de atacar a mulher, ele tentou cometer suicídio. A casa continha grande quantidade de produtos químicos, que eram vendidos pelo agressor, o que contribuiu para que o fogo se alastrasse.

A vítima foi levada ainda com vida à Unidade de Pronto Atendimento (Upa) do Pirambu. O homem também foi levado para atendimento médico.

A Secretaria da Segurança Pública (SSPDS) informou que investiga as motivações para o crime.

 

Fonte: G1-CE


Desejado por vários clubes, entre eles gigantes como Chelsea, Liverpool e Real Madrid, o goleiro Alisson não é um jogador inegociável pela Roma. Pelo menos é o que deixa entender o diretor esportivo do clube, Ramón Rodríguez Verdejo, mais conhecido no mundo do futebol como Monchi.

Em entrevista à revista Four Four Two, Monchi disse que nenhuma proposta oficia chegou, mas se pintar...

- Nós estudaremos e tomaremos uma decisão.

Alisson está de férias por causa da disputa da Copa do Mundo com a Seleção e ainda não tem data para reapresentação na Roma que já iniciou os trabalhos.

 

Fonte: globoesporte


Um novo tratamento para depressão foi aprovado pela Anvisa, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Diferente do que você poderia esperar, não estamos falando de um novo remédio químico, mas sim de um app chamado Deprexis.

A ferramenta ajuda o usuário a fazer autoavaliações durante sessões de 30 minutos, em pelo menos duas vezes por semana. O usuário responde algumas perguntas, e o app o ajuda a entender e perceber seus próprios sintomas, além de indicar algumas soluções para problemas cotidianos.

Contudo, o objetivo do app não é substituir consultas médicas com psiquiatras ou psicólogos. Em vez disso, ele serve como um tratamento de 90 dias que os médicos podem indicar para seus pacientes. Para ter acesso ao app, o paciente precisa inclusive detalhar o registro do seu profissional no CRM (Conselho Regional de Medicina). Só assim é possível comprar a licença da ferramenta no site do Deprexis. O tratamento custa R$ 990 para três meses, e os usuários podem experimentar o app antes de fazer a aquisição.

Uma opção promissora a ser considerada nos futuros tratamentos contra a depressão

Fora a aprovação da Anvisa para uso no Brasil, existem estudos comprovando que o app realmente funciona como tratamento contra depressão. “Não observamos nenhum efeito colateral negativo no formato misturado [psicoterapia e ferramenta on-line] (…) Este estudo oferece a primeira evidência de que o uso de um programa baseado na internet como uma ferramenta adjunta na psicoterapia regular poderia ser uma opção promissora a ser considerada nos futuros tratamentos contra a depressão”, detalha um trecho de um estudo publicado no Journal of Affective Disorders.

Até agora, o app só tinha permissão para funcionar na Europa. Seu lançamento no Brasil foi realizado em um evento do Instituto de Neurociências Aplicadas, que aconteceu no fim de junho em Gramado, interior do Rio Grande do Sul.

 

Fonte: TecMundo


Silvio Santos comprou novamente o “Topa ou Não Topa”, formato da produtora Endemol Shine, mas não está com pressa de colocá-lo no ar. Isso, pelo menos, por enquanto.

Segundo a coluna do jornalista Flávio Ricco, o dono do SBT teve pressa para adquirir a produção apenas para despistar seus concorrentes. A Globo, por exemplo, tem investido em realities similares.

Com a demora na estreia, ainda não há definições a respeito de quem será o apresentador do projeto. Patrícia Abravanel era uma das cotadas para a vaga.

Até agora, não há previsão para a volta da famosa à grade da emissora com um programa solo.

 

Fonte: msn


 

Se o imbróglio judicial em torno da liberdade do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva(PT) renovou o acirramento entre petistas e o Poder Judiciário e rendeu uma série de representações contra o desembargador Rogério Favreto no Conselho Nacional de Justiça, entidades que representam juízes se dividem sobre quem está com a razão no vaivém de despachos que terminou com a permanência de Lula na carceragem da Polícia Federal em Curitiba.

 

Em nota, a Associação Juízes para a Democracia (AJD) saiu em defesa de Favreto e disse que a decisão de conceder a liberdade a Lula estava “bem fundamentada”, salientando sua posição institucional contrária à prisão em segunda instância. A associação criticou ainda a conduta do juiz Sergio Moro, que, durante suas férias, impediu o cumprimento da ordem de soltura até manifestação do desembargador João Pedro Gebran Neto, relator do processo de Lula no Tribunal Regional Federal da 4ª Região.

 

“Importante lembrar que o magistrado responsável pela condução da ação penal não possui incumbência pela execução da pena e é autoridade absolutamente incompetente para analisar a validade ou não da decisão de segunda instância. O mesmo se diga de magistrados que pretendem avocação para si de processos, sem razão fundamentada”, diz a nota da AJD.

 

Por outro lado, a Associação Paulista de Magistrados (Apamagis) apoiou a decisão do desembargador Carlos Eduardo Thompson Flores, presidente do TRF4, de manter a decisão de Gebran Neto, que havia impedido a soltura de Lula e desautorizado o colega Favreto. A entidade também elogiou a conduta do juiz Sergio Moro. “Em se tratando de mero cumprimento de ordem emanada do Tribunal como Órgão Colegiado, sequer seria cabível a impetração de habeas corpus.”

“A indefinição/sobreposição de decisões judiciais causa indesejada insegurança para toda sociedade, que espera, avidamente, por garantia e estabilidade, representadas sempre por decisões técnicas e claras, emanadas do Poder Judiciário competente”, afirma a nota da Apamagis.

 

 

Fonte: msn

 


O Timehop, um app que lembra usuários de redes sociais sobre posts de seu passado, revelou que sofreu uma grande violação de segurança em 4 de julho. De acordo com a empresa, 21 milhões de usuários tiveram alguma forma de dados pessoais roubada. Os invasores conseguiram também obter tokens de acesso que os teriam permitido visualizar os posts dos usuários no Facebook, Instagram, Twitter e Foursquare.

• Cientistas descobrem jeito de roubar senhas usando imagens térmicas do teclado
• WhatsApp testa aviso de link suspeito para tentar reduzir notícias falsas

No domingo (8), o Timehop fez um post de blog em que descrevia uma violação que aconteceu em 4 de julho. Notavelmente, seus servidores na nuvem não estavam protegidos por autenticação em múltiplos fatores, um protocolo de segurança que deveria ser padrão para qualquer empresa. Os hackers teriam tido acesso ao sistema do Timehop por pouco mais de duas horas.

A empresa publicou uma linha do tempo detalhada de sua resposta ao ataque, mas o que a maioria dos usuários quer mesmo saber é o que foi roubado e o que eles precisam fazer a seguir. Os nomes e os endereços de e-mail associados com 21 milhões de contas foram roubados, e 4,7 milhões dessas contas tinham um número de telefone associado a elas também. Isso já seria ruim por si só, mas o que pode ser ainda mais preocupante é que os invasores conseguiram assumir o controle dos tokens de acesso que o Timehop usa para pegar informações de contas de redes sociais. Em teoria, esses tokens poderiam ser usados para ver (e raspar) posts de rede social privados, que não foram tornados públicos. Porém, a companhia alega que desativou os tokens rapidamente e que não existe prova de que a conta de qualquer usuário tenha sido acessada.

No momento, o que podemos fazer é confiar na palavra do Timehop sobre o quão significativa essa violação foi e quanta informação foi acessada. Em seu relatório técnico, a empresa diz que um usuário não-autorizado acessou primeiro seu fornecedor de computação em nuvem em 19 de dezembro de 2017, fazendo um reconhecimento do sistema. Isso foi feito em outras quatro ocasiões, sem que os invasores fossem detectados.

A companhia diz que recorreu aos serviços de uma empresa externa de resposta a incidentes de segurança cibernética para conduzir uma auditoria de seu sistema, afirmando também que contatou as autoridades e que está trabalhando com seus parceiros de redes sociais para continuar monitorando outras violações. "Nenhum dado financeiro, mensagens privadas, mensagens diretas, fotos de usuários, conteúdo de rede social do usuário, números de previdência social ou outras informações privadas foram violados", afirmou o TimeHop.

Para garantir, os usuários que fizeram login no Timehop com um número de celular deveriam contatar sua operadora, criar uma nova senha e perguntar se existe alguma outra medida de segurança a ser tomada. Quaisquer usuários que queiram entrar novamente no Timehop terão que reautorizar o acesso de redes sociais do serviço, porque os tokens foram desativados.

Esta notícia é mais um lembrete de que dar a um app de terceiros acesso a seus dados de redes sociais significa confiar muito no aplicativo — e, geralmente, não é uma boa ideia.

Fonte: msn


O Barcelona anunciou oficialmente nesta segunda-feira a contratação do volante brasileiro Arthur, ex-Grêmio. O jogador tinha assinado com o clube catalão em março deste ano, mas o combinado era ir para a Espanha apenas em janeiro, entretanto, o Barça pagou a taxa e o brasileiro viajou para se juntar ao elenco blaugrana para a preparação para a próxima temporada europeia.

A transferência girou em torno de 31 milhões de euros (R$140 milhões), com mais 9 milhões de euros (R$40 milhões) em variáveis. Arthur assinou um vínculo de seis temporadas com o Barcelona, com uma multa rescisória com valor de 400 milhões de euros, cerca de R$1,8 bilhões.

Arthur tem apenas 21 anos e foi um dos destaques do Grêmio na conquista da Libertadores de 2017, o que despertou o interesse de grandes clubes europeus, mas o jogador preferiu escolher o Barcelona. Pelo tricolor gaúcho, Arthur jogou 50 partidas, marcando dois gols, conquistando a Libertadores e a Recopa.

 

Fonte: msn


Página 6 de 427

Commentários

Share on Myspace

Compartilhar

COMPARTILHAR

Previsão do Tempo em Mauriti-CE

Agenda Cultural do Cariri

  • bosco.jpg
  • master.jpg
  • 13.jpg
  • 15.jpg
  • 25.jpg
  • 42.jpg
  • damiao2.jpg
  • lora.jpg
  • lovyle.jpg
  • marcio.jpg
  • moto2.jpg
  • net.jpg
  • real2.jpg