Redação do Portal

Redação do Portal

Um homem suspeito de invadir uma chácara foi morto pelo dono do local com um tiro na cabeça, no início da noite desta segunda-feira (17), em Campina Grande. Segundo informações dos moradores da propriedade, que preferiram não ser identificados, três homens encapuzados e armados, um deles de espingarda, invadiram o local.

O caso aconteceu na Avenida Paris, no bairro Cuités. Havia dois adultos, além de crianças, na chácara, no momento da invasão.

Ainda de acordo com os próprios moradores, uma das vítimas entrou em luta corporal com um dos assaltantes, conseguiu tirar a arma dele e atirou. O disparo atingiu a cabeça do suspeito, que foi levado para o Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande, mas morreu antes de chegar na unidade hospitalar.

Os outros dois suspeitos de invadir a propriedade fugiram sem levar nada. A arma usada no crime foi apreendida. Segundo os moradores, essa é a quarta vez que a chácara é invadida por assaltantes. 

 

Fonte: Redação do Portal Vale do Piancó Notícias com G1

 


O companheiro da mulher encontrada morta em agosto, na praia do Bessa, em João Pessoa, foi preso na tarde desta segunda-feira (17), segundo a Delegacia de Homicídios da capital paraibana. Natália Donato de Lima tinha 28 anos e estava grávida, quando teria se afogado.

 

De acordo com o delegado Reinaldo Nóbrega, uma das suspeitas é de que o caso esteja ligado a um seguro de vida de cerca de R$ 400 mil, uma vez que, aproximadamente duas horas após o corpo da vítima ter sido encontrado, o companheiro dela já havia ligado para a seguradora.

Ainda conforme o delegado, exames concluíram que Natália sofreu uma pancada na cabeça antes de morrer. O corpo dela foi exumado no dia 27 de agosto, para, conforme informado à época pelo delegado, esclarecer dúvidas sobre a causa da morte.

O mandado de prisão preventiva para o marido da vítima foi expedido no sábado (15), pelo Tribunal de Justiça da Paraíba. Ele foi preso em casa e encaminhado para a Central de Polícia. 

 

Fonte: Redação do Portal Vale do Piancó Notícias

 


Uma professora foi morta a golpes de faca neste domingo (16) na cidade do Crato, Sul do Ceará. Segundo a Polícia Civil, o suspeito é o ex-companheiro da vítima, que tentou se matar após o crime.

Foi o segundo caso semelhante registrado em menos de um mês na cidade. No dia 19 de agosto, a professora Silvany Inácio de Souza de 25 anos, foi assassinada com um tiro pelo ex-companheiro no meio de uma praça do município.

Conforme a polícia, a educadora Cidcleide Bezerra Campos, de 44 anos, morta neste domingo, foi atingida pelo homem dentro de casa após uma discussão entre eles. Vizinhos do casal perceberam a briga e acionaram a polícia.

 

No entanto, quando os policiais militares chegaram ao local, já localizaram o corpo da vítima no chão da residência. O homem, identificado como Francisco Zilmário Figueireido, também estava no local com um ferimento à faca. A polícia disse que ele tentou cometer suicídio após a morte.

O homem foi socorrido a um hospital da região, onde segue internado. A arma do crime foi apreendida pela polícia.

Um inquérito policial foi instaurado na Delegacia de Defesa da Mulher do Crato. O autor do crime deve responder por feminicídio, de acordo com a polícia.

Professora Silvany foi morta pelo ex-marido em agosto. — Foto: Reprodução/TV Verdes Mares

Professora Silvany foi morta pelo ex-marido em agosto. — Foto: Reprodução/TV Verdes Mares

Crimes chocam população

Moradores da cidade do Crato ficaram chocados devido aos assassassinados das professoras. A presidente da associação de moradores do Bairro São Miguel, Socorro Justino, era amiga do casal e lamentou o ocorrido. Ela afirmou que a vítima havia descoberto uma traição do companheiro e, durante a discussão, ocorreu o crime. Outros moradores do local lamentaram o ocorrido.

Há menos de um mês, a professora Silvany Inácio de Souza foi assassinada om um tiro no peito durante a festa da padroeira do Crato, na Praça da Sé. O suspeito foi preso com três armas.

Durante o velório da educadora, cerca de 300 pessoas participaram de um protesto contra o assassinato. Entre os manifestantes, muitas mulheres fizeram questão de mostrar a revolta contra a morte da professora.

Contra o feminicídio

Após a morte da professora Silvany, a Câmara dos Vereadores de Crato aprovou um projeto para instituir o ensino dos princípios da Lei Maria da Penha nas escolas do município. O objetivo é debater temas e educar os estudantes sobre a violência doméstica e familiar contra a mulher. O projeto de lei recebeu o nome de 'Lei Silvany', em homenagem à professora.

A proposta deve colocar o ensino sobre a lei contra a violência familiar no currículo regular das escolas municipais. Serão desenvolvidos trabalhos, pesquisas e ações para debater o tema com os alunos. Os professores também devem receber uma formação específica para abordar o assunto.

 

Fonte: G1-CE


Uma pessoa morreu e outras cinco ficaram feridas em uma perseguição da Guarda Municipal a um casal de assaltantes em Juazeiro do Norte, Região do Cariri do Ceará. De acordo com a Delegacia Regional de Juazeiro do Norte (20ª Região), o acidente foi registrado na noite de sábado (15), no cruzamento das ruas São Mamede e Monsenhor Esmeraldo, no Bairro Franciscanos.

Durante a ocorrência, segundo a polícia, três equipes da Guarda Civil de Juazeiro do Norte perseguiam o casal quando um dos agentes bateu em uma motocicleta. Um rapaz de 19 anos que estava na garupa da moto caiu, sofreu ferimentos graves e morreu no local. O condutor da motocicleta também ficou ferido, foi encaminhado para o hospital e não corre risco de morte.

Ainda de acordo com a polícia, com o impacto da batida, a moto dos dois jovens atingiu outras duas pessoas que estavam sentadas em uma calçada. Uma delas ficou em estado grave e foi socorrida para o Hospital Regional do Cariri. O caso é investigado pela polícia. Testemunhas foram ouvidas na manhã desta segunda-feira (17).

Agente hospitalizado

Por meio de nota, o chefe da Guarda Municipal de Juazeiro do Norte confirmou que as equipes estavam em perseguição a um casal. Informou também que o guarda que teria provocado o acidente continua hospitalizado. Ele ainda não foi ouvido formalmente. Sobre o armamento da equipe, a Guarda Civil segue apurando os fatos para confirmar a informação.

 

Fonte: G1-CE


Policiais militares prenderam na noite deste domingo membros de uma facção criminosa que tentaram matar integrantes de uma facção rival para dominar a área para o tráfico de drogas. Os criminosos filmaram a própria ação, que mostra eles com fuzis e revólveres, disparando tiros nas ruas do Parque das Nações, em Caucaia, na Grande Fortaleza, na noite deste domingo (16).

Três homens foram presos, de acordo com a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social.

Um homem identificado como José Roberto Alves da Silva Filho (22), com passagem por roubo, foi capturado com um revólver, calibre 38. Perguntado pela localização dos outros dois envolvidos, o suspeito indicou a casa onde eles estariam escondidos, detalha a Secretaria da Segurança.

Em seguida os militares foram até a casa, onde acharam Francisco Lucas de Sousa Matos (21) e Mateus de Sousa Andrade (18).

Os três foram conduzidos para a Delegacia Metropolitana de Caucaia, onde foram autuados por porte ilegal de arma de fogo, tentativa de homicídio e associação criminosa.

 Criminosos fizeram vídeos exibindo armas e disparando tiros nas ruas de Caucaia — Foto: Reprodução

Fonte: G1-CE


Por volta das 19h30min do dia 16/09/2018 um grave acidente resultou em uma vítima fatal.

De acordo com as informações o veículo de placa HUO-1157, corola, preto trafegava na CE-384, bateu de frente em uma motocicleta pilotada por Roberto Anastácio de Sousa.

Que foi socorrido para o hospital e maternidade São José, mais, veio a óbito.

Ainda de acordo com as informações o motorista Josafá Augusto de Lima   entrou na contramão, atingiu a vítima e não prestou socorros, a polícia militar foi até o local revistou a área e tomou as devidas providencias.


O candidato do PT à Presidência da República, Fernando Haddad, negou neste domingo (16) ter se inspirado em proposta que consta do programa de governo de Ciro Gomes, candidato do PDT a presidente, e disse que é preciso “construir uma plataforma comum” para o segundo turno.

Ao ser oficializado como candidato a presidente na chapa do PT, Haddad apresentou um programa de governo ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) no qual promete criar o "programa Dívida Zero" para consumidores que estão com o nome sujo no SPC/Serasa.

A proposta não existia nesses termos no programa de governo apresentado quando o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva era o candidato do partido e guarda semelhança com o "Nome Limpo", uma das principais promessas de Ciro Gomes, que também disputa votos da esquerda.

Indagado se havia se inspirado no programa de Ciro, Haddad respondeu que procurou fazer um "apanhado de todas as boas propostas no país".

“Não [me inspirei] em relação ao programa dele, mas nós procuramos fazer um apanhado de todas as boas propostas no país, inclusive no governo do estado, para que nós pudéssemos fazer o programa mais amplo possível. E nós temos certeza que o Ciro, aliás ele já declarou, nos daria apoio no segundo turno, caso nós fôssemos para o segundo turno. Então, nós temos que construir uma plataforma comum", afirmou Haddad.

Na avaliação dele, o programa petista deverá ter apoio da “ampla maioria depois das eleições”. O candidato do PT defendeu ainda que, definido o primeiro turno, haja uma união das pessoas no país.

"É o que país espera: que nós tiremos o país dessa crise, viremos a página desse descaso com o povo brasileiro. O povo está precisando de solução. A vida do povo está sofrida. Nós precisamos nos unir em torno de soluções pro país", disse.

Caminhada

Ao lado de militantes, Fernando Haddad deu as declarações durante uma caminhada pela avenida Paulista, em São Paulo. Aos domingos e feriados, a avenida fica fechada aos carros e abre somente para pedestres. Ao som de batucada e jingles de campanha, Haddad tirou fotos com apoiadores e recebeu flores.

A avenida Paulista é o principal palco de manifestações da capital paulista e, na época do processo de impeachment de Dilma Rousseff, era onde se reuniam os manifestantes a favor do afastamento da presidente. Os petistas se concentravam, principalmente, no Centro e no Largo da Batata, na zona oeste.

Lula

Indagado se, caso eleito, pretende conceder indulto ao ex-presidente Lula, que está preso em Curitiba desde abril, Haddad respondeu que os “vícios do processo chamaram a atenção”.

"O presidente Lula, na ocasião do registro da sua candidatura, pediu que seu processo fosse julgado com imparcialidade, como recomendou a ONU [Organização das Nações Unidas]. A ONU está pedindo julgamento justo para o Lula. Se a ONU está pedindo deve ter alguma razão. Os vícios do processo chamaram a atenção de vários chefes de estado do mundo inteiro”, respondeu.

Haddad se referia à manifestação do Comitê de Direitos Humanos da ONU em agosto para que o Brasil garantisse os direitos políticos de Lula na prisão e não o impedisse de concorrer na eleição de outubro até que fossem completados todos os recursos de sua condenação. A solicitação do comitê aconteceu a partir de pedido da defesa de Lula, apresentado no fim de julho deste ano.

 

Fonte: G1


Pela primeira vez após o atentado que sofreu, o candidato do PSL à Presidência da República, Jair Bolsonaro, falou ao vivo neste domingo (16) em transmissão pelo Facebook.

presidenciável do PSL levou uma facada no abdômen no último dia 6durante ato de campanha em Juiz de Fora (MG) e, desde então, só tem postado mensagens e fotos em suas redes. Bolsonaro passou por duas cirurgias e segue internado no Hospital Albert Einstein, em São Paulo.

Na tarde deste domingo, o boletim médico informou que ele segue "estável". Nas redes sociais, o candidato escreveu que teve autorização da equipe médica do hospital para fazer a transmissão ao vivo, que ele começou com voz embargada ao agradecer os apoios que recebeu após o ataque.

Da cama da unidade de terapia semi-intensiva do hospital, Bolsonaro afirmou que a possiblidade de perder a eleição "na fraude" para o candidato do PT, Fernando Haddad, é "concreta".

Para o candidato, a possibilidade de fraude está na votação em urna eletrônica. Autor de uma proposta de emenda à Constituição (PEC) aprovada pelo Congresso que prevê a impressão de um recibo do voto, Bolsonaro lamentou a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), de junho deste ano, que derrubou o voto impresso. "O PT descobriu o caminho para o poder, o voto eletrônico", afirmou.

Segundo ele, se eleito, Haddad assinará "no mesmo minuto da posse" o indulto para Luiz Inácio Lula da Silva – a quem chamou de "presidiário que está lá em Curitiba" – e nomeará o ex-presidente ministro da Casa Civil.

"A grande preocupação não é perder no voto, é perder na fraude. Então, essa possibilidade de fraude no segundo turno, talvez até no primeiro, é concreta", afirmou.

Segundo Bolsonaro, o que está em jogo no momento "é o futuro de todos vocês que estão aí". "Até de você que apoia o PT. Você é um ser humano também. Vejo muito petista mudando de lado", declarou.

Ele disse que espera estar em casa em uma semana "e conversando toda noite durante o horário eleitoral gratuito com vocês".

 

Twitter Ads info and privacy

Polícia Federal abriu um inquérito para investigar o episódio e deve entregar até o próximo dia 21 o relatório sobre o atentado ao político.

Desde o ataque, Bolsonaro tem movimentado as suas contas nas redes sociais. Mais cedo neste domingo (16), ele criticou, pelo Twitter, o que chamou de propostas de "controle da internet" e "regulação da mídia".

No sábado (15), no Twitter de Bolsonaro publicou a primeira foto dele após nova cirurgia, feita na quarta-feira (12), para tratar uma obstrução no intestino delgado. O procedimento durou duas horas e, segundo os médicos, foi bem-sucedido.

A fotografia mostra o candidato deitado em uma maca com os olhos fechados e as pernas cruzadas, e foi publicada com a frase "Deus no comando!", acompanhada da bandeira do Brasil.

Segundo a assessoria de imprensa do candidato, ele estava repousando depois de fazer fisioterapia.

 

Fonte: G1


A candidata da Rede à Presidência da República, Marina Silva, afirmou neste domingo (16) que o ataque virtual ao movimento de mulheres que são contra o candidato Jair Bolsonaro (PSL) é "antidemocrático, autoritário e machista".

A candidata deu a declaração durante agenda de campanha na tarde deste domingo (16) no bairro da Liberdade, na região central de São Paulo.

"Quero hipotecar meu apoio às mulheres que se articularam e criaram esse grande movimento na internet chamado #Elenão que foi violentamente hackeado por uma visão política autoritária que não respeita a liberdade de expressão, não respeita a liberdade de organização e articulação", disse.

Marina cobrou posicionamento das autoridades sobre o episódio.

"Em 2014 eu fui vítima desse tipo de ataque cibernético e isso está ganhando uma proporção inaceitável no Brasil e no mundo. Estamos diante de uma situação semelhante a que aconteceu nos Estados Unidos. Setores autoritários antidemocrático querendo influenciar as eleições. Esse tipo de atitude tem resquícios na ditadura".

Questionada se caberia uma intervenção do TSE, Marina afirmou que sim.

"Os processos autoritários venham de onde vier, sejam contra quem for, devem ser sempre repudiados. Que as instituições tomem providências".

O grupo de Facebook “Mulheres unidas contra Bolsonaro” sofreu um ataque de hackers e ficou fora do ar na noite deste sábado (15). Neste domingo (16) o grupo foi reativado e o controle voltou para as administradoras originais.

O grupo reúne mulheres contrárias à candidatura de Jair Bolsonaro e tinha mais de 2 milhões de participantes antes de ser hackeado.

A candidata também falou sobre o assunto no Twitter. Na rede social ela disse que o ciberataque ”é uma demonstração de como ditaduras operam. Qualquer ato autoritário é inaceitável, venha de onde vier, seja contra quem for. Toda minha solidariedade ao grupo. Que essa covardia seja investigada e punida”.

Estratégia de campanha

Mais cedo, também em São Paulo, Marina Silva afirmou que não vai mudar a sua estratégia de campanha por causa dos resultados das últimas pesquisas, que mostraram queda nas intenções de votos da candidata.

“A nossa estratégica é continuar falando a verdade, apresentado nossas propostas e dialogando com o povo brasileiro. O povo brasileiro vai votar sabendo a verdade, que PT, PMDB e PSDB tiveram uma chance e trocaram o projeto de país por um projeto de poder”, disse.

Marina disse que ainda tem muita água para passar debaixo da ponte até a eleição e que as pessoas têm que se sentir livres para poder dar o seu voto.

Em conversa com jornalistas, Marina afirmou que “se o PT, PMDB, PSDB tiverem uma chance vão acabar com a [Operação] Lava Jato”.

“ O povo brasileiro tem que fazer a operação lava voto. Tirar aqueles que tiveram uma chance e, em vez de trabalhar para o povo, trabalharam para desviar dinheiro da educação, da saúde da moradia digna”, disse.

Segurança

Marina voltou a criticar a proposta de Jair Bolsonaro de liberar o porte de arma. Segundo Marina, o discurso de que cada pessoa vai se proteger com as próprias mão não funcionou nem com o próprio Bolsonaro.

“Tinham vários PMs, policiais federais, seguranças pessoais, todos armados, e uma pessoa com uma faca se aproximou dele e quase fez uma atrocidade. Imagine se aquele homem tivesse uma arma de fogo? Teria levado a vida dele e tantos outros”, afirmou.

 

Fonte: G1


Parece que a veia artística corre mesmo na família de Chitãozinho. Aos 16 anos, o filho do cantor, Enrico, se lançou na carreira e estreou o clipe “Eu e Você”, que fará parte de um filme – do qual, inclusive, o adolescente é um dos principais atores.

A música romântica está na trilha sonora de “Coração de Cowboy”, que contará a história de um cantor sertanejo em busca de inspirações para voltar a compor. Enrico faz a fase jovem do protagonista, interpretado pelo Gabriel Sater.

No entanto, esta não é a estreia de Enrico no cenário artístico. Apesar dos poucos anos de carreira, já acumula diversos trabalhos nos palcos, dublagem e música. Entre os principais estão “Menino Maluquinho – O Musical”, a animação original de “O Sítio do Pica-Pau Amarelo” e “A Turma da Mônica”, além do desenho “PJ Masks”, da Disney.

Fonte: Msn

 


Página 9 de 495

Commentários

Share on Myspace

Compartilhar

COMPARTILHAR

Previsão do Tempo em Mauriti-CE

Agenda Cultural do Cariri

  • felix.jpg
  • juazeiro.jpg
  • 13.jpg
  • 25.jpg
  • 42.jpg
  • damiao2.jpg
  • lora.jpg
  • lovyle.jpg
  • moto2.jpg
  • net.jpg