Um motorista foi multado em R$ 2.504 e teve o carro apreendido após ser flagrado, nesta sexta-feira (2), jogando lixo de forma irregular na Avenida Paulino Rocha, em Fortaleza.

Servidores da Agência de Fiscalização de Fortaleza (Agefis) flagraram o homem despejando resíduos de poda de árvores em uma calçada na avenida. Os agentes, com apoio da Guarda Municipal, autuaram o homem em uma infraçao grave, com base na Lei Municipal 10.340/15.

Com isso, o motorista deverá pagar a multa de R$ 2.504 e ainda as taxas referente ao recolhimento do carro.

A Agefis informou que está intensificando a fiscalização contra esse tipo de irregularidade. A agência orienta que os Ecopontos são os locais apropriados para o descarte gratuito de pequenas proporções de entulho, restos de poda, móveis e outros produtos.

 

 Fonte: G1-CE


Uma quadrilha armada atacou duas agências bancárias na madrugada desta sexta-feira (2) no município de Uruoca, interior do Ceará. Conforme a polícia, os criminosos explodiram dois bancos.

Pelo menos oito homens armados chegaram em três veículos e se dirigiram às agências. Eles invadiram os prédios e detonaram os explosivos.

Os criminosos também atiraram contra o prédio do destacamento policial e depois fugiram. Diversas cápsulas de munição usadas pelo grupo ficaram na calçada do prédio e foram recolhidas pelos policiais.

A polícia não informou se o grupo teve acesso ao dinheiro da agência.

Equipes da Polícia Militar de Uruoca e de cidades vizinhas realizaram buscas na região, mas não há informações sobre presos.

Conforme o Sindicato dos Bancários do Ceará, subiu para sete o número de ataques a bancos neste ano, incluindo explosões e roubos, como saidinhas bancárias. Cinco agências bancárias já foram explodidas neste ano.

 

 Fonte: G1-CE


A polícia prendeu um suspeito de articular a venda de armas e drogas para uma facção criminosa de Fortaleza. A prisão de Alderjadas Pires de Assunção foi feita pela Delegacia de Roubos e Furtos de Veículos e Cargas (DRFVC) na segunda-feira (29) e foi anunciada nesta quinta (1º).

"Ele fazia parte de uma organização criminosa e tinha a função de propiciar a logística na busca de armas e drogas de outros estados para Fortaleza", relatou o titular da especializada, delegado Adriano Félix.

Justiça aprova criação de órgão para agilizar julgamento de membros de facção

Facção criminosa controla horários e atividades em presídio no Ceará

As investigações feitas sobre o suspeito levaram a polícia à residência de Alderjadas, onde foi encontrado um carro modelo Fiat Toro com placas clonadas, que haviam sido roubadas em dezembro do ano passado.

O homem também foi encontrado com uma pistola calibre 380, que havia sido roubada de um agente penitenciário em 2015.

Ele foi enquadrado por organização criminosa, posse irregular de arma de fogo e receptação, pela posse do veículo roubado.

 

 Fonte: G1-CE


Um homem foi assassinado a tiros dentro de seu carro na região metropolitana de Fortaleza (CE), no final da tarde desta quarta-feira. Os próprios criminosos filmaram a ação e o vídeo foi divulgado nas redes sociais.

Segundo o portal G1, a execução aconteceu na rodovia CE-040, na região do 4º Anel Viário, e foi motivada por uma dívida da vítima. Ainda conforme o G1, o homem morto foi identificado como Caio César Siqueira Sisnando, de 29 anos, que dirigia uma caminhonete branca modelo L-200. Ele teria sido socorrido na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) no município de Eusébio, a cerca de 25 quilômetros da capital cearense, mas não resistiu aos ferimentos.

Nas imagens, é possível ouvir o criminoso planejando o assassinato e dizendo, antes de descer do carro, que “vai ser agora a pegada”. Ele orienta o comparsa, que dirigia e parou ao lado do veículo de Sisnando, a filmar o crime. Em seguida, é possível ouvir sete disparos, que atingem o vidro dianteiro direito, e ver a caminhonete dando partida. O assassino persegue o carro a pé e atira mais quatro vezes, até que a picape bate no poste que sustenta um semáforo.

“Pisa, pisa, pisa”, diz o criminoso ao motorista, antes de perguntar se ele fez mesmo a filmagem. “Foi sal [deu certo], foi sal, foi sal viu, foi sal, meus irmãos. ‘Escangotei’ a bruta no boneco, agora, bem quentinha. Foi sal, mais um. Foi sal, viu”, afirma ele, que toma o celular e filma a pistola usada na execução.

De acordo com o jornal O Povo, de Fortaleza, os criminosos foram presos pela polícia no início da noite.

 

Crise na segurança no CE

O Ceará passa por uma crise na segurança pública nos últimos dias, com conflitos entre facções criminosas dentro e fora de penitenciárias.

No último sábado, catorze pessoas foram assassinadas a tiros em uma casa de forró no bairro Cajazeiras, em Fortaleza. Por volta das 0h40, um grupo armado invadiu uma festa no local e abriu fogo contra dezenas de pessoas. Seis das vítimas eram homens e oito, mulheres – duas delas menores de idade.

A chacina levou o governador do Ceará, Camilo Santana (PT), a anunciar a criação de uma força-tarefa para investigar as mortes.

Na manhã de segunda-feira, dez presos da Cadeia Pública de Itapajé, a cerca de 125 quilômetros da capital, foram mortos por detentos de uma facção criminosa rival. Depois das execuções, o presidente do Conselho Penitenciário do Estado do Ceará (Copen), Cláudio Justa, declarou que o conflito teria ligação com a chacina de Cajazeiras.

 

 Fonte: veja.abril.com.


4º assassinato do ano 2 no Sítio Carnaúba

Acontece o quarto homicídio do ano em Milagres-CE, dois deles foram no Sítio Carnaúba. Dessa vez a vítima foi a pessoa de José Luiz da Silva Neto, conhecido como “Neto dos Mudo”, que completaria no mês de abril 32 anos de idade.

Segundo os relatos da Polícia Militar (PM), o crime aconteceu por volta das 21h30min desta quarta-feira (31/jan), às margens da CE-384, na altura do Sítio Carnaúba, zona rural.  Os relatos ainda dão conta de que a guarnição da PM local foi acionada através de algumas ligações realizadas para o telefone de emergência “190”, informando que no endereço supracitado pessoas teriam ouvido um disparo de arma de fogo e que por lá havia uma pessoa caída ao solo. De pronto uma guarnição PM foi até o local constatando a veracidade das informações, realizou o isolamento do local e aguardou a chegada do rabecão da perícia para fazer o translado do corpo até Juazeiro do Norte/CE. O corpo apresentava, visualmente, uma perfuração provocada por arma de fogo na cabeça.

Contra “Neto dos Mudos”, que residia na Vila de Fátima em Mauriti/CE, pesava as acusações de tráfico de drogas (Art. 33 Lei de entorpecentes); uso ou dependência de drogas (Art. 28 Lei de entorpecentes); posse de Arma de Fogo (Art. 12 – Estatuto do Desarmamento) ü Art. 147 (Ameaça) – C.P.B.;  furto (Art. 155 – C.P.B.); Resistência a prisão (Art. 329  – C.P.B.); desobediência (Art. 330 C.P.B.); desacato (Art. 331 – C.P.B.); Crimes Ambientais (Art. 29 ) e aos artigos 7 e 5  da Lei de por Violência doméstica.

Outros casos

Além desse, o outro assassinato acontecido no Sítio Carnaúba, nesse mês de janeiro  foi na terça feira (23/jan) e teve como vítima a pessoa de José Lins de Sousa, casado, pedreiro, natural de Milagres, 45 anos de idade (clique aqui e relembre).

Outros dois assassinatos acontecidos em Milagres, dessa vez no Centro da cidade foi no dia 09 de janeiro, também em uma terça-feira, quando dois homens foram alvejados a bala (tio e sobrinho) no cruzamento entre a Avenida José de Alencar e a Rua João Fechine, também conhecido como “as quatro bocas”, justamente por se tratar de um entroncamento de vias (Clique aqui e relembre).

 

 

 Fonte: OKariri


Uma motorista de 49 anos ficou gravemente ferida em um acidente de trânsito na BR-277, próximo a Laranjeiras do Sul, na região central do Paraná, na manhã desta terça-feira (30).

Ainda conforme a PRF, o carro dela seguia no sentido Guarapuava - Cascavel, na região oeste do Paraná, quando invadiu a pista contrária e bateu de frente contra um caminhão. A suspeita da polícia é a de que a mulher tenha dormido ao volante.

Com a pancada, a vítima ficou presa às ferragens. Depois de ser retirada, ela foi encaminhada para o Hospital Santa Tereza, em Guarapuava.

O motorista do caminhão, de 52 anos, não teve ferimentos.

Motorista do caminhão não ficou ferido (Foto: Divulgação/PRF)

 

 Fonte: G1 PR, Guarapuava

 


A cadeia pública de Itapajé, onde 10 presos foram mortos nesta segunda-feira (29), possui detector de metal em funcionamento, segundo o delegado André Firmino, porém, o equipamento não é usado regularmente por causa da falta de pessoal.

Os 10 presos morreram - a maioria foi baleada - em uma briga entre facções rivais dentro da cadeia, que começou por volta das 8h (9h, horário de Brasília) na segunda. Segundo Firmino, membros do Primeiro Comando da Capital (PPC) foram assassinados pelos membros do grupo rival, o Comando Vermelho (CV). A polícia investiga como as armas entraram no local.

Firmino explica que o detector não é usado com frequência por falta de funcionários para manusear, já que a unidade conta com apenas um agente responsável por todas as atividades do local.

Maior parte das vítimas em cadeia do Ceará morreu baleada; delegado diz não saber como armas entraram no local

Alguns internos tidos como “de confiança” chegam a auxiliar algumas ações na cadeia, como trabalhos na cozinha e limpeza. “Só tem um agente pra cuidar de todos os presos e atividades do dia a dia, então havia essa promiscuidade”, disse o delegado. Para ele, uma rebelião entre os presos era previsível.

“A gente sabia que a qualquer momento podia acontecer. Um lugar que não tem cerca elétrica, nao tem sistema de monitoramento…toda a situação propiciou muito para o que ocorreu. Essa é a realidade.”

Ainda conforme Firmino, a última revista de presos na unidade ocorreu após o Natal, em dezembro.

A cadeia voltou a funcionar normalmente nesta terça-feira (30), conforme a Secretaria da Justiça do Ceará (Sejus). A pasta informou que 44 homens foram transferidos para outras unidades prisionais e 26 presos estão na cadeia. Três estão em hospitais.

 

 Fonte: G1-CE


O secretário da Segurança Pública do Ceará, André Costa, fez um balanço das investigações sobre a chacina no Bairro Cajazeiras nesta terça-feira (30), por meio de redes sociais. Ele afirmou que, além das seis pessoas presas suspeitas de participação, cinco armas foram apreendidas e um outro suspeito foi morto em confronto com a polícia. Ele disse que esta é maior investida da polícia cearense contra as facções.

"Não tenho dúvida alguma, ao conversar sobre o andamento das investigações com nossos policiais, que essa será a maior operação, a maior investida da polícia cearense contra as facções, pois todo crime deixa evidências que permitirão avançar nas investigações, e pela construção de uma maior integração com o Ministério Público e o Poder Judiciário".

Na madrugada do sábado (27), um grupo armado invadiu uma festa no Bairro Cajazeiras, em Fortaleza, disparando vários tiros e matando 14 pessoas, além de deixar vários feridos.

Criminosos invadem festa, atiram e matam 14 pessoas no Ceará

Governo do CE pede R$ 15 milhões a Temer para criar centro de combate ao crime

Um suspeito foi preso ainda no sábado, portando um fuzil, nas proximidades de onde o crime ocorreu. Outro homem foi morto na madrugada de domingo (28), em confronto com a polícia, no Bairro Boa Vista. Ele portava uma pistola calibre 9mm. Outros cinco homens foram presos durante um velório no domingo. Eles estavam armados com duas pistolas calibres .45 e 380, além de um revólver 38.

Na postagem, Costa afirmou que os policiais militares estão com foco no trabalho ostensivo para manter a ordem nas ruas e evitar situações semelhantes à ocorrida no Bairro Cajazeiras. "A intensidade das abordagens já gerou 34 armas apreendidas apenas em Fortaleza e Região Metropolitana de sábado até agora", escreveu.

 

 Fonte: G1-CE


O presidente da Associação Brasileira dos Advogados Criminalistas (Abracrim), Cândido Albuquerque, afirmou nesta segunda-feira (29) que o Estado do Ceará investiu mal no setor da segurança pública ao longo dos anos. O advogado, diretor do curso de direito da Universidade Federal do Ceará (UFC), disse que a estrutura da Polícia Civil é precária.

"Enquanto o crime está organizado, a polícia está deficitária. Investe na PM em detrimento da Polícia Civil. A Polícia Civil do Ceará, em razão do pequeno contingente, não tem condições de investigar nada", disse.

"A população cearense está morrendo, inclusive de medo", acrescentou o presidente da Abracrim.

Albuquerque afirmou ainda que o Ceará vive uma crise na área da segurança, diante da chacina que deixou 14 mortos no Bairro Cajazeiras, no sábado (27), e da sequência de crime registrada no fim de semana. Foram mais de 10 assassinatos registrados após a chacina.

Já nesta segunda-feira (29), dez presos foram assassinatos dentro da Cadeia Pública de Itapajé.

Cândido Albuquerque criticou ainda o fechamento de juizados especiais no Ceará. "Num momento de crise como esse, o Tribunal de Justiça propôs o fechamento de 22 juizados especiais. Isso é absurdo".

Em 2017, o Ceará teve um número recorde de assassinatos, 5.134 homicídios. O número é 50,7% maior que no ano anterior. Segundo o governador Camilo Santana, 84% desses homicídios são decorrência do confronto entre facções criminosas.

 

 Fonte: G1-CE


Três pessoas foram assassinadas na madrugada desta segunda-feira (29), no Parque Santa Fé, no Bairro Ancuri, em Fortaleza. De acordo com a polícia militar, as três vítimas são da mesma família.

A polícia apurou com populares que as vítimas estavam dentro de uma residência, na Rua Mangueira, quando um grupo armado invadiu a casa e pediu para os três deixarem o local. Todos foram colocados na calçada e mortos com tiros de fuzil.

Em seguida os criminosos fugiram em direção para a BR-116. A polícia não soube informar a motivação do crime. Até a manhã desta segunda-feira, ninguém foi preso.

 

 Fonte: G1-CE


Página 9 de 60

Commentários

Share on Myspace

Compartilhar

COMPARTILHAR

Previsão do Tempo em Mauriti-CE

Agenda Cultural do Cariri

  • ok.jpg
  • 13.jpg
  • 15.jpg
  • 25.jpg
  • 42.jpg
  • damiao2.jpg
  • lora.jpg
  • lovyle.jpg
  • marcio.jpg
  • moto2.jpg
  • net.jpg
  • real2.jpg