Mais de 500 mil contas do Zoom estão à venda na dark web, diz site

Mais de 500 mil contas do Zoom, plataforma de chamadas em vídeo, estão sendo vendidas por hackers em fóruns na dark web, segundo o site americano Bleeping Computer. Os logins estariam sendo comprados por menos de US$ 0,01 e sendo utilizados em atividades maliciosas. As contas foram coletadas por meio de ataques, onde os hackers tentam acessar as contas com algum login já vazado na internet. Aquelas em que o login é efetuado com sucesso são vendidas ou, em alguns casos, distribuídas nos fóruns.

Em comunicado à Bleeping Computer, a empresa de inteligência de segurança cibernética Cyble afirmou que, após ver a movimentação de venda de contas do Zoom nesses fóruns, comprou cerca de 530 mil contas, para proteger seus clientes e que as contas adquiridas continham informações como email da vítima, senha e endereço de URL de reuniões pessoais, por exemplo.

A Cyble afirmou ainda que contas de bancos como Chase e Citibank, bem como instituições educacionais estavam a venda. O Zoom tem estado nos holofotes em relação a segurança e privacidade de seus usuários. Com crescimento de cerca de 19 vezes em três meses, o app foi acusado de fornecer dados para o Facebook sem autorização de usuários, em celulares que utilizam o sistema operacional iOS, da Apple.

Aqui o Brasil, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) proibiu seus funcionários de utilizarem a plataforma para comunicação durante a quarentena, alegando falhas na segurança e risco para dados sigilosos do órgão.

Fonte: msn

Notícias Relacionadas