Prefeito Figueredo diz que cerca de 15% da população está vacinada contra a Covid-19

Convidado pela direção da TV Centro Sul, de Iguatu, o Prefeito Municipal, Cícero Figueiredo, participou nesta segunda-feira (3) do programa ‘Centro Sul em Debate’, que destacou o tema: “COVID 19 – Adversidades Enfrentadas Pelos Municípios e Suas Expectativas Para o Futuro”. A atração foi comandada pelo apresentador Professor Ivo Lavor. Na oportunidade, o gestor falou do retrato atual da doença no município e revelou que cerca de 15% da população já está vacinada com, pelo menos, uma dose dos imunizantes.

Figueiredo iniciou destacando a responsabilidade mútua de governo e sociedade no combate a pandemia, afirmando que as ações precisam ser realizadas em comum acordo com a população. “Hoje, não é só responsabilidade do poder público. Tem que envolver toda a sociedade. A população tem que encarar que vivemos um momento atípico. Sei que a economia pede socorro, mas a vida também pede. As estratégias e estruturas de atuação que vêm sendo cobradas aos municípios, precisam estar sempre em comum acordo com a comunidade”, ponderou.

O gestor falou do crescimento do número de casos de Covid nos primeiros meses de sua gestão e da prioridade absoluta da saúde nas ações do Governo Municipal. Atualmente, Milagres tem 93 casos confirmados ativos com 295 suspeitos e 49 mortes. “Isso requer de nossa parte toda atenção. Os investimentos estão sendo prioritários na saúde. Preocupados com a economia do município, mas dando prioridade ao combate da pandemia”, esclareceu.

Por outro lado, Figueiredo informou que cerca de 15% da população já está vacinada, com pelo menos uma dose dos imunizantes. “Todas as metas de vacinação definidas pela Secretaria de Saúde do Estado foram cumpridas em tempo recorde com a logística traçada pela nossa equipe da Secretaria de Saúde”, comemorou.

“Temos a intenção de criarmos um programa, e já sinalizamos quanto a isso, de recuperação psicológica, não apenas para os que passaram pela doença, mas para seus familiares e, especialmente, para as pessoas que tiveram entes falecidos por conta da Covid-19. A ideia é criarmos uma estrutura de convivência e combate permanente a pandemia”, finalizou o Prefeito Figueiredo.

Notícias Relacionadas