EM MAURITI, PROFISSIONAIS DA SAÚDE (de Ensino Médio) BUSCAM ADICIONAL DE INSALUBRIDADE

A categoria dos servidores públicos lotados nas Unidades Básicas de Saúde de Mauriti-CE, de nível médio, busca por um adicional de insalubridade de 20%, por estarem atuando em postos que são propícios à circulação do vírus.

Esses profissionais que são compostos por atendentes de farmácia, recepcionistas e auxiliares de serviços gerais, enviaram o primeiro requerimento em 2020, no início da crise sanitária, para o então prefeito Mano Morais (PDT), mas infelizmente não conseguiram êxito na solicitação.

Com o agravamento do cenário pandêmico, a categoria reenviou o documento para a atual gestão, mas ainda não obtiveram resposta oficial das autoridades competentes. Tal pedido é amparado pelo artigo 77 do Estatuto do servidor público de Mauriti-CE que prevê um adicional aos profissionais que trabalham em locais insalubres.

Escrito por Fabiana Coelho
Redação TvCariri

Notícias Relacionadas