Com Tasso fora do Planalto, cresce chance de concorrer ao Senado e deixar Camilo para trás

Com a possibilidade de renúncia de Tasso Jereissati de participar das prévias dos candidatos tucanos ao Planalto, aumenta o prenúncio da aliança do PSDB e PDT em 2022 no Ceará. Ciro e Cid Gomes querem apoiar a reeleição de Tasso ao Senado.

Se Camilo ouvir Cid, permanece no Governo até o último dia de mandato. José Guimarães seria vice de Cid. A Chapa seria PDT- PT- PSDB. E o palanque, em tese, triplo: Ciro, Lula e Eduardo Leite para presidente.

O PT já engoliu esse acordo. Camilo se submeterá aos desejos dos FGs para não ficar com pecha de traidor.

O único nome que pode ser modificado é Cid desistir e colocar em seu lugar o presidente da Assembleia, deputado Evandro Leitão.

Com informações do CN7

Notícias Relacionadas